Aeronáutica quer reduzir efetivos de militares em até 25% | Blog Liberdade | Portal Militar

Blog Liberdade

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Aeronutica

Aeronáutica quer reduzir efetivos de militares em até 25%

Publicado em 23 de Set. de 2016


4846 Visualizações


 

Aeronáutica quer reduzir até 25% do pessoal em 20 anos

Resultado de imagem para FAB

Foto WEB

 

 


Por Redação Bocão News

Com restrições orçamentárias e desafios tecnológicos pela frente, como superar a paralisia do programa espacial, a Aeronáutica quer reduzir até 25% o número de oficiais e de graduados num horizonte de 20 anos, baixando-os de 20 mil para 14,4 mil militares. 
 
Como parte do plano, a Aeronáutica desencadeou uma série de medidas administrativas, incluindo desativação de bases aéreas, substituídas por "alas", um processo de reestruturação e centralização de assuntos administrativos que deve ser concluído até o último dia de dezembro deste ano. 
 
A Força também iniciou os movimentos para criar duas empresas públicas, uma voltada para tecnologia aeroespacial e outra para controle aéreo. 
 
As informações foram dadas pelo comandante da Aeronáutica, o tenente-brigadeiro do ar Nivaldo Luiz Rossato, em entrevista à imprensa em Brasília nesta quinta-feira (22). 
 
O brigadeiro defendeu que o Brasil passe a enfrentar um dos principais gargalos do setor, a política espacial. Ele contou que esteve na Índia na semana passada e concluiu que o país investe US$ 1,1 bilhão ao ano no setor, emprega 17,5 mil pessoas e mantém 35 satélites em órbita. 
 
A título de comparação, a lei orçamentária de 2015 separou R$ 323 milhões para a Agência Espacial Brasileira (AEB). Em 2016, são R$ 159 milhões. 
 
"Eles [indianos] começaram igualzinho a nós 30 ou 40 anos atrás. Nos estamos aqui andando igual caranguejo, para um lado e para o outro e não andamos para frente. Falta ao Brasil olhar para cima. Se o americano gasta dezenas de bilhões de dólares, o russo, o chinês e agora o indiano... Até o argentino gasta em torno de dez vezes mais do que nós estamos gastando hoje. Esse pessoal gasta esse dinheiro não à toa, ele sabe a importância disso", disse o comandante. 
 
Rossato argumentou que os satélites necessários ao Brasil são "mais simples, de órbita baixa", voltados para comunicações e monitoramento de meio ambiente e segurança pública. 
 
O brigadeiro revelou que, devido às deficiências brasileiras, uma empresa israelense se ofereceu e cedeu imagens para monitoramento da segurança nas Olimpíadas de um satélite Eros-B. A cerca de "600 km ou 700 km" de altura, o satélite tinha capacidade de resolução de 60 centímetros e foi usado por militares e policiais brasileiros, após um treinamento em Israel. 
 
Segundo o comandante, a reestruturação administrativa da Aeronáutica é estudada desde 2014, começou a ser implantada desde sua chegada ao comando, em janeiro de 2015, e não foi influenciada pela posse do presidente Michel Temer após o impeachment de Dilma Rousseff. O planejamento foi feito por considerar que 2016 marca o início da "quarta geração" da história da Aeronáutica, que completará 100 anos em 2041. 
 
O brigadeiro afirmou que a redução previsto de até 25% de oficiais e graduados não afetaria as atividades da Força. O princípio básico das reformas é "a redução total das despesas de atividades-meio e a [consequente] ampliação do limite de despesas para custeio, investimento e atividades-fim". As duas principais metas são "a concentração das atividades administrativas e a reestruturação organizacional". Foi criado um órgão para gerencia toda a parte administrativa, separando do operacional. 
 
"Ou nós nos adaptamos aos novos tempos ou nós simplesmente não existimos em termos de poder aéreo e de capacidade dissuasória", disse Rossato. "Se não tomarmos alguma atitude aqui, em alguns anos nós vamos usar todo o recurso para cuidar do nosso umbigo e, para nossa missão, não vamos ter recursos para fazer", afirmou o comandante. 
 
O brigadeiro informou que a Aeronáutica está substituindo os comandos aéreos regionais, até então localizados em Manaus, Belém, Recife, Rio, São Paulo, Porto Alegre e Brasília, por seis ou sete alas, formadas basicamente por comandante, e grupos de "suporte operacional, logístico, segurança e defesa". 
 
"As atividades administrativas estão sendo passadas para outros órgãos e as bases serão operacionais. Estamos criando alas, ou 'wings', como todo mundo lá fora já usava e nós não usávamos", disse o brigadeiro.
 
"Quando nós concentramos unidades áreas e administrativas, há uma redução de quantidade de gente. Não existe redução da capacidade operacional, mas de gente, sim." 
 
O brigadeiro negou, porém, que as antigas bases serão fisicamente interditadas. "Vamos manter aquelas bases porque podemos utilizar para alguma atividade no futuro, qualquer emergência que exista."

bbbVote na Enquete

As medidas de reduo na FAB correto desafio?
 Sim, preciso enxugar e modernizar
 No, o Brasil grande e ficar mais vulnervel
 Sim, tem que reduzir o efetivo em 50%
 No, vejo que deveria aumentar o efetivo

12 comentários


Mazzini

23 de Set. de 2016 às 12:40

Mazzini
Isso é resultado da roubalheira do PT. Desde que os petralhas assumiram o poder em 2013, piorou tudo. Serviços públicos, saúde, segurança. Parodiando uma antiga música: Cadê o dinheiro/Cadê o dinheiro........ O PT comeu e ninguém viu..........


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

23 de Set. de 2016 às 12:46

Avassalador
Eu vejo que a redução de efetivos é muito bem vinda, inclusive que se reduza o número de oficiais generais em 50% e em 15% demais militares de postos e graduações; depois investir em modernização dos meios e qualificação, também com recomposição de perdas salariais e melhorias da remuneração dos militares das FA.


tinoco comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

23 de Set. de 2016 às 14:07

tinoco
Porque não acabar logo com as FFAA, entrega o país nas mãos dos comunistas , não e isto que povo quer, então o povo que se fd, um povo BURRO guiado por uma besta.


Jos

23 de Set. de 2016 às 16:59

Jos
Aproveitando a carona do Avassalador sugiro ainda vender as aeronaves extinguir as vagas de pilotos a disposição de políticos e ministros, só aí veriam a brutal economia.>>> Já pensou a Marinha com barcos ancorados e tripulações a disposição de políticos e ministros, ou o Exército com blindados armados com esse mesmo fim? Porquê só se fala em reduzir efetivos? a quem interessa? e os 28% e o cumprimento da Constituição ??


Osman Do Rosario

23 de Set. de 2016 às 22:16

Osman Do Rosario
Terra � o motivo secular das guerras sendo o territ�rio o nosso maior bem e os militares s�o os �nicos que podem garantir a soberania, se abrimos m�o dessa for�a, fatalmente vamos lamentar no futuro as desgra�as pela miopia para ver que a gan�ncia por conquista por terra continua como antes.




Amiel Ballistra

26 de Set. de 2016 às 14:19

Amiel Ballistra
Tinoco tá certo. A China foi entregue nas mãos dos comunistas, e olhem que maravilha. Tem o maior telescópio do mundo, já está preparando colocar um chinês na Lua, ninguém se mete com ela. Olhem o progresso do Vietnam e da Coreia do Norte depois que adotaram o comunismo. Devemos reconhecer que o nosso alinhamento com as políticas dos EUA só nos trouxe prejuízos e atrasos.


Gilberto

27 de Set. de 2016 às 23:34

Gilberto
Prezado Amiel Ballistra: prefiro ser livre sendo parceiro dos USA, que ser escravizado por comunistas. Na segunda guerra mundial, a Alemanha socialista, tinha o maior poder bélico do mundo, no entanto, foram os responsáveis pelo maior genocídio da humanidade: o holocausto dos judeus. Mas, o principal objetivo dos alemães era dominar as nações do planeta, fins escraviza-las.


Gilberto

28 de Set. de 2016 às 0:22

Gilberto
Ao Amiel Ballistra, que citou a Coreia do Norte como progresso: Cristãos são crucificados, queimados e esmagados na Coréia do Norte - http://www.libertar.in/2016/09/cristaos-sao-crucificados-queimados-e.html


Amiel Ballistra

28 de Set. de 2016 às 21:42

Amiel Ballistra
No preâmbulo na nossa Constituição lemos:-"nós, representantes do povo brasileiro.......promulgamos, SOB A PROTEÇÃO DE DEUS, a seguinte Constituição da República Federativa do Brasil." Nas casas do Governo, Executivo, Legislativo, Judiciário sempre vemos uma cruz , com a esquálida imagem do Cristo crucificado. Nos 10 Mandamentos dos cristãos esta determinado, "NÃO ROUBARÁS". Sempre encontramos Vereadores, Prefeitos, Deputados, Senadores, Juízes, Desembargadores, Ministros de Tribunais Superiores, grandes empresários, a maioria envolvida com roubo e corrupção, nos templos religiosos confessando, comungando, fazendo profissão de fé cristã. A diferença é que lá eles são punidos exemplarmente. Aqui não. Vejamos o conforto propiciado aos políticos corruptos lá na Papuda. Aquele italiano que deu desfalque de 80 milhões no Banco do Brasil havia pedido para não ser recambiado para o Brasil, porque aqui as prisões não ofereciam condições confortáveis. O Consulado Italiano foi verificar se para ele os brasileiros haviam preparado instalações condignas. O Juiz Lalau foi para prisão domiciliar, comendo faisão a chateaubriand, bebendo uísque de 12 anos, e com segurança paga pelo Poder Público. Este pessoal é cristão? O que eles merecem?! Vamos pensar direitinho.


Amiel Ballistra

29 de Set. de 2016 às 16:04

Amiel Ballistra
Gilberto, por falar em genocídio menciono, dentre outras narrativas bíblicas, o que está em Números 31/v. 14 a 18 e em Deuteronômio 2/ v. 34,35, e 3/ v.6,7. Contam que Hitler era cristão, lia a Bíblia diariamente.


Amiel Ballistra

30 de Set. de 2016 às 10:13

Amiel Ballistra
Parceiros livres? Donald Trump, candidato à Presidência dos EUA, durante esta campanha eleitoral é apresentado como um homem sincero, que deixa claro como os latinos são vistos pelos ianques: - empregados domésticos.


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )