STF - Trilogia das Excelências | Blog Intervenção Cívica Militar | Portal Militar

Blog Intervenção Cívica Militar

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Exrcito

STF - Trilogia das Excelências

Publicado em 07 de Mai de 2017


859 Visualizações


 

 


"Quando a política penetra nos recintos dos tribunais, a justiça se retira por alguma porta." Guizol

 

 

 

Resultado de imagem para stf podre

 

Excelentíssima senhora ministra Cármem Lúcia.

 

Em um navio cargueiro (sic) lotado com com trinta mil toneladas de maçãs, um concorrentecolocou uma maçã podre, decorridos trinta e dois dias, entre burocracia de alfandega e a duração da viagem, após ancorar no porto de destino, foi constado perda total: todas as maçãs estavam podres! 

Imagine o efeito deletério das maçãs podres no STF...

As três maçãs...

 

Resultado de imagem para stf lixo

 

Em nome da decência, da moral, da ética e da Justiça, somente o remédio amargo do IMPEACHMENT fará Justiça. 

ASSINE E COMPARTILHE!

 

https://www.change.org/p/senado-federal-impeachment-de-gilmar-mendes-dias-toffoli-e-ricardo-lewandovski?recruiter=65329465&utm_source=share_petition&utm_medium=email&utm_campaign=share_email_responsive 

 

Resultado de imagem para stf lixo

 

 

TRILOGIA DAS EXCELÊNCIAS!

 

 

Aileda de Mattos Oliveira (4/5/2017)

Na Grécia Antiga, a Trilogia compunha-se de três tragédias representadas em conjunto por terem temática comum. No Brasil, afogado na impunidade por instituições a serviço dos réus, essas tragédias são encenadas pelos próprios componentes do chamado Três Poderes que executam, legislam e julgam em causa própria e em causa de quem lhes facilitou a vida. São atores completos, uns na arte da prestidigitação do dinheiro público, outros, gênios nas interpretações das leis, meras manobras capciosas nas vozes do trio chicaneiro de magistrados.

O indigno STF deveria compor-se de isentos profissionais investidos da mais alta autoridade, e não de partícipes da vergonhosa representação teatral que vem desmoralizando o país em todos os níveis. Não são julgadores, faltam-lhes profundo acervo jurídico e independência de ação. São coordenados por agentes exteriores, movidos por interesses pessoais e gratos pelas vagas que ocupam na que já foi a mais Alta Corte da República. Esta Casa, hoje, é sinônimo de Deboche, também corrompida pelo amestramento de membros já desmoralizados pelos qualificativos palavrões do larápio-mor.

A água fétida que sai de um esgoto federal escorre e vai engrossar a que sai dos outros dois, também conchavados, indo num contínuo, espraiando-se, engrossando o lamaçal da sem-vergonhice, afogando o país num mar infectado pela concupiscência e pela molecagem sem fim. Nesse jogo de sordidez sem limites a participação doméstica ganha destaque especial e decisiva. Eike que o diga!

Clamamos que não há Justiça no país! Incrível ter que confessar tão horrenda realidade! Os bandidos da pior espécie são libertados por homens frouxos, comprometidos, temerosos com o conteúdo da delação dos Chefões da rede. A ‘morcegagem’ de toga corre a libertá-los para não serem citados por eles. A verdade é que o jogo de intimidação de Palocci deu certo. Grande estrategista! Com a sua ameaça de delação, mandou um recado direto, objetivo e fizera com que os próprios se identificassem e se condenassem.

Por isso, torcem as leis, equilibram-se na verborragia jurídica para acobertamento da incompetência e, principalmente, dos acordos secretos com a quadrilha de larápios que ainda assalta o país.

Se só favorecem o patronato amigo, então, não precisamos deles. Chega de magistrados escolhidos por presidentes mal-intencionados, e impedidos pela submissão de legislar com honradez. Que sejam concursados! Que tenham currículos de peso! Que o saber corra paralelo à moral e à altura dos títulos!

Mas se não cumprem a sua missão, se estão a serviço da maior organização criminosa no mundo, que deixou o Brasil entregue à anarquia de facções políticas e de outras que infernizam as ruas das cidades, então fechem essa Casa!

Os obesos rendimentos pagos pelo povo a essa cambada arrogante que se agarra a seus empregos conquistados pela sujeição e não pelo saber, não deveriam mais ser pagos pelos contribuintes. Não devemos mais arcar com o sustento de abjetos bonecos de togas , conceder-lhes prerrogativas, vantagens, se nada fazem para o bem do país, para o bem da sociedade brasileira.

Acabemos, de vez, com o autocratismo de Brasília! Acabemos, de vez, com a empáfia dessas excelências mancomunadas com o pior da política nacional!

 (Dr.ª em Língua Portuguesa. Acadêmica Fundadora da ABD. Membro do CEBRES)

 

 

Dona Onça vai dar o Bote! EIA SUS, OH! SUS! 

SERGIO DE MATOS

 

 No julgamento do habeas corpus do Palocci, o Brasil descobrirá se existe outras maçãs...

 

 

 


Este Blogueiro NÃO permite que VISITANTES comentem nesta postagem.
Junte-se a nós ou Entre para comentar!