RJ e os confitos diante do Contrassenso | Blog Liberdade | Portal Militar

Blog Liberdade

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Fato Relevante

RJ e os confitos diante do Contrassenso

Publicado em 07 de Mai de 2017


712 Visualizações


REVOLTANTE:
Isso é no Rio de Janeiro, um entre muitos outros estados, onde o salário de Juízes e Promotores de Justiça com os diversos penduricalhos ultrapassam o teto e com isso muitos dos salários superam 100 mil reias. Difícil lutar por Justiça Social, diante da ganância dos membros do Poder Judiciário. QUE PAÍS É ESSE ? (Comentário do blogueiro)

 

Alunos deixam de ter gratuidade em transporte público na segunda

Resultado de imagem para estudantes rio de janeiro

Foto WEB.

LEIAM:

Fonte: www.odia.com.br

http://odia.ig.com.br/rio-de-janeiro/2017-05-06/alunos-deixam-de-ter-gratuidade-em-transporte-publico-na-segunda.html

 

O Dia

Rio - Pelo menos 27 mil estudantes de escolas públicas vão ter que pagar passagens a partir desta segunda-feira devido à suspensão da gratuidade em ônibus intermunicipais, trem, metrô e barcas. A decisão, comunicada pelo estado à RioCard afeta alunos de níveis Fundamental e Médio das redes municipais e federal.

A responsabilidade pela suspensão não é da Secretaria Estadual de Transporte. Coube ao secretário de Transporte, Rodrigo Vieira, informar que a Educação não mais atestará ou ressarcirá valores relativos à gratuidades de estudantes que não pertencerem à rede estadual, a partir do ano letivo de 2017, ao contrário do que O DIA publicou, na página 2, da edição deste sábado. 

A assessoria de Rodrigo Vieira esclareceu que, conforme O DIA informou na sexta-feira, a pasta do secretário “não administra e não tem ingerência sobre a gratuidade escolar”. “A concessão e o subsídio deste benefício é de responsabilidade da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc)”, explicou a nota.

A Secretaria de Educação informou ao Ministério da Educação, em março, que não atestaria e pagaria valores referentes a gratuidades para alunos não inscritos na rede no ano letivo de 2017.

“A decisão foi encaminhada à RioCard pela Secretaria de Transportes a pedido da Seeduc”, ressalta a assessoria, lembrando que, paralelamente, a Educação solicitou ao ministério o ressarcimento pelos valores já pagos no período, pois não possuem cobertura legal. Tal solicitação não teve resposta até o momento.

 

 

1 comentários


Amiel Ballistra

07 de Mai de 2017 às 8:41

Amiel Ballistra
Não dá prá entender. "SOS EDUCAÇAO". Todos reclamando, todos indignados, mas TODOS SORRIDENTES. Vendo isto, estrangeiros que não traduzem nossa lingua pensarão que é passeata em agradecimento ao Divino Espírito Santo. - Brasileiro é sem vergonha.


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )