Auxílio Moradia é Direito para quem não tem Direito | Blog Liberdade | Portal Militar

Blog Liberdade

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Salrio dos Militares

Auxílio Moradia é Direito para quem não tem Direito

Publicado em 17 de Ago. de 2017


2349 Visualizações


 

Nova PROCURADORA GERAL DA REPÚBLICA abriu mão do AUXÍLIO-MORADIA, provável que a atitude da PROCURADORA se deve ao fato dela ter Próprio Residencial da União(Imóvel Funcional) para morar, ou então possuir e residir em imóvel próprio em BSB, isso por questões obvias deveria suprimir o direito ao recebimento de Auxílio-Moradia, como ocorre com militares e demais servidores da União. A atitude da Procuradora Geral da República gerou saia justa entre demais membros da PGR. Será que JANOT e outros procuradores moram em imóvel funcional ou próprio e mesmo assim recebem AUXÍLIO-MORADIA ? Vale ressaltar que o valor do Auxílio-Moradia pago a Procuradores da República gira em torno de 5.5MIL.

E a situação dos militares ? PASSO A PERGUNTA AOS NOSSOS ESTIMADOS OFICIAIS GENERAIS.

 

LEIAM

Fonte: http://blogs.oglobo.globo.com/lauro-jardim          http://blogs.oglobo.globo.com/lauro-jardim/post/raquel-dodge-pede-suspensao-de-seu-auxilio-moradia-e-causa-rebulico-na-pgr.html?utm_source=Facebook&utm_medium=Social&utm_campaign=compartilhar             

 

MINISTÉRIO PÚBLICO

Raquel Dodge pede suspensão de seu auxílio-moradia e causa rebuliço na PGR

POR JULIANA BRAGA

 
Ailton de Freitas
Ailton de Freitas | Agência O Globo
 

Raquel Dodge enviou um ofício a Rodrigo Janot pedindo a suspensão imediata do pagamento de seu auxílio-moradia até que fosse analisada a LDO de 2017.

Em um dos trechos, o texto afirma ser vedado o pagamento do benefício a integrantes do Ministério Público Federal que não atenderem a critérios tais como ter sido transferido de cidade ou não possuir imóvel funcional disponível para atender o servidor.

O assunto vazou e gerou alvoroço em grupos de mensagens de procuradores, receosos de perderem o benefício.

Avaliaram que se a futura PGR abrisse mão do auxílio-moradia, a atitude poderia abrir caminho para a exclusão do pagamento não só dos procuradores federais, como também de outras carreiras do Judiciário.

Chegou a circular trecho da sua plataforma de campanha, na qual Dodge se comprometia a manter o pagamento do auxílio-moradia como é feito hoje.

Mas os procuradores podem ficar tranquilos. Janot encaminhou o assunto à Consultoria Jurídica da PGR, que respondeu não haver justificativa para a suspensão do pagamento.

Segundo o parecer, a LDO de 2017 não difere em nada das LDO's de anos anteriores, e faz restrições apenas pontuais.

Dodge não respondeu ainda se, sendo assim, quer manter suspenso o pagamento do seu ou não.

 

3 comentários


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

17 de Ago. de 2017 às 7:38

Avassalador
vejo que temos dois brasis, o da farra e abundância para políticos corruptos, Magistrados e Procuradores, e o Brasil dos arrochos, destinado aos que pagam as contas e trabalham honestamente e por isso são tratados como trouxas.


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

17 de Ago. de 2017 às 7:54

Avassalador


luisreb comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

17 de Ago. de 2017 às 9:12

luisreb
Nas Forças Armadas a fila de espera é de 3 anos, sendo frequentemente chutado por queridinhos de autoridades (staf), soldados não tem direito, solteiro não tem direito, mas pode dividir um compartilhado co outros solteiros, tem tem imóvel no município não tem direito (é justo), quem recebe para pelo uso do imóvel que recentemente teve reajuste (quase um aluguel só que mais barato) praças em geral gastam do próprio bolso na conservação do imóvel pois nem sempre tem material para manutenção nas prefeituras, devolve o imóvel em condições de reocupação após vistoria.


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )