Denúncias sobre corrupção nas FA não param é Cotidiano | Blog Liberdade | Portal Militar

Blog Liberdade

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Carreira Militar

Denúncias sobre corrupção nas FA não param é Cotidiano

Publicado em 23 de Dez. de 2017


1337 Visualizações


 

É LAMENTÁVEL, NOTÍCIAS SOBRE CORRUPÇÃO NAS FA É QUASE PARTE DO COTIDIANO 

Militares da Alta Cúpula militar envergonhando a família militar(FA) e os subordinados.

MISERICÓRDIA, ISSO DIANTE DE TREMENDA FALTA DE VERGONHA, JÁ NÃO TEMOS MAIS MILITARES COMO ANTIGAMENTE.

SERÁ QUE O CAOS NO SISTEMA DE SAÚDE, QUE SE VERIFICA NA MB, EB E FAB TEM RELAÇÃO COM A CORRUPÇÃO EM UNIDADES MILITARES DAS FA ?

 LEIAM: 

 Seis oficiais do Exército são denunciados por corrupção

Fonte: http://tribunademinas.com.br     tribunademinas.com.br/noticias/cidade/22-12-2017/seis-oficiais-do-exercito-sao-denunciados-por-corrupcao.html

 

Militares são apontados como integrantes de esquema que beneficiaria empresa na realização de obras antes de conclusão do processo licitatório

 

Por Daniela Arbex

22/12/2017 às 07h00

3K275
4º DSup, na área central, já havia sido alvo de outros desvios (Foto: Leonardo Costa)

 

O Ministério Público Militar denunciou seis oficiais do Exército, entre eles um ex-comandante do 4º Depósito de Suprimentos (DSup) e um subcomandante, ambos coronéis com mais de três décadas na corporação, por irregularidades no uso de verbas do depósito. Eles estariam envolvidos em um esquema que beneficiaria uma empresa na realização de obras antes de o processo licitatório ter sido concluído, sendo acusados de corrupção ativa e desobediência à lei de licitações. Apesar da tentativa do ex-comandante impetrar habeas corpus contra ato do encarregado do inquérito militar, em 2015, o Superior Tribunal Militar decidiu, por unanimidade, denegar a ordem por falta de amparo legal, o que permitiu a continuidade da investigação, resultando no oferecimento de denúncia este mês contra seis dos sete indiciados em inquérito policial militar.

As irregularidades no uso de verbas do DSup começaram a ser investigadas em março de 2015, após denúncias anônimas serem encaminhadas à corporação, mas o comandante da unidade continuou na função até novembro daquele ano. Hoje, pelo menos três dos seis oficiais denunciados pelo Ministério Público Militar continuam lotados em unidades de Juiz de Fora trabalhando no setor administrativo. Como as investigações ainda estão em curso, os nomes dos envolvidos não serão divulgados. Se forem condenados, os acusados poderão ser excluídos das Forças Armadas.

A Tribuna tentou falar com membros do Ministério Público Militar, mas a informação é que estão em período de recesso e que o órgão está funcionando somente em esquema de plantão para casos urgentes. O Exército também foi procurado na tarde de quarta-feira e na manhã de quinta já que alguns setores estão funcionando em período de meio expediente, mas o jornal não obteve retorno.

O conteúdo continua após o anúncio

Outros desvios

Não é a primeira vez que desvios de conduta ocorrem na unidade. Recentemente, dois militares de carreira que atuaram no 4º Depósito de Suprimentos foram condenados por desvio de toneladas de produtos em 2005, ao lado de cinco soldados e cabos que foram desligados do Exército ainda durante a fase do inquérito. Outros cinco praças envolveram-se no desvio e venda de centenas de armas que deveriam ter sido destruídas em 2014. O armamento foi negociado com terceiros, incluindo traficantes, um dos maiores escândalos ocorridos na cidade e que foi revelado com exclusividade pela Tribuna.

2 comentários


tinoco comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

23 de Dez. de 2017 às 12:59

tinoco
Antes de criticarmos nossos homens, deverias olha nossos representantes .

 

 
Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

23 de Dez. de 2017 às 14:58

Avassalador
Também, entretanto, devemos, inclusive, cuidar da nossa casa(FA) e cortar o mal pela raiz.


Marcos Ferreira De Melo

25 de Dez. de 2017 às 17:36

Marcos Ferreira De Melo
Olá pessoal do portal militar, está circulando denúncia de um tal de Dom Werneck e seu colaborador sr. Davincci, que não é o Leonardo. A coisa é muita séria está no Youtube prá quem quiser ver e assistir. Por outro lado, existe a mal-falada operação Valquíria que é um fake da operação fracassada contra o Adolf Hitler.É importante destacar que, as redes sociais são uma fonte de diversão e confusão atendendo a todos os gostos.


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )