Agora é povo na rua para por Lula na cadeia | Blog do Serviço Nacional de Informações | Portal Militar

Blog do Serviço Nacional de Informações

Perfil do golbery
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Brasil

Agora é povo na rua para por Lula na cadeia

Publicado em 19 de Fev. de 2018


929 Visualizações


Fonte: www.globalizacao.net/informativo.asp
 

19-02-2018   -   AGORA É POVO NA RUA PARA POR LULA NA CADEIA, ACABOU O CARNAVAL


          Numa magnífica metáfora tudo ficou explicado: onze xyzwhijps fantasiados de urubus preparam-se para mais um carnaval extemporâneo: salvar Lula da prisão, com uma decisão inconstitucional e criminosa.


          É povo na rua de novo, para colocar os canalhas do STF na parede e impedir que Lula se salve da prisão.


          Os militares já estão numa intervenção oficial, dado o descalabro do Estado subjugado pelo crime. Chegou a hora de fechar o STF e colocar um ponto final na raiz primeira do mal: uma corte de canalhas a serviço do crime, que serve de exemplo para tudo o mais.


          Ou vai ou racha. O Brasil terá agora o seu destino selado, é Lula na cadeia ou o caos bolivariano. Chegou a hora de as Forças Armadas deixarem de fazer papel de palhaço no circo de subjugação do Estado. O Estado está morto e a culpa disso é do crime, que está encastelado no STF petista, na PGR, no Congresso e na presidência. Está na hora de colocar um ponto final nesse circo de horrores: PT-PMDB-PSDB-PGR-STF-STJ.


          Agora é povo na rua para mostrar aos canalhas do STF de onde emana o poder. Lula tem de ser preso imediatamente. Isso é cortar o mal pela raiz, dando exemplo, de cima para baixo, do principal para o detalhe, do primário para o secundário, do geral para o acessório. E depois da prisão de Lula quem tem de ir para a prisão é o STF inteiro, para erradicar o mal no ninho. Os ministros do STF são mais canalhas do que qualquer Marcola da vida, são o demônio disfarçado de gente. Está na hora de acabar com estes cachorros. Lula na cadeia já e intervenção militar total já. Ou o país se levanta agora ou rastejará para sempre. A hora é agora. Já.


          Como já salientamos, estes especialistas de xyzwhijp na televisão apenas tatearam no escuro (e de propósito, pois a televisão faz parte da máfia criminosa hoje, é um grupo de canalhas também). O festival de rebeliões em presídios e de guerra entre facções criminosas é tudo teatro feito por marionetes a serviço dos marginais petistas de Brasília, do planalto. O que se almeja é arruinar as Forças Armadas, desmoralizando-as, fazendo-as enxugar gelo, jogando-as contra a população. E a intervenção federal acontece junto com a véspera da prisão de Lula. Isso não é coincidência, é armação. Querem desmoralizar as Forças Armadas para impedir a dissolução do STF pelas armas. Querem as Forças Armadas desmoralizadas para que Lula não seja preso. É isso que está por trás dos acontecimentos dos últimos meses. É tudo diversionismo dos canalhas máximos, Gilberto Carvalho e José Dirceu.


          O que acontece no RJ é produto básico da corrupção policial, construída por décadas de nepotismo em concursos públicos, dos salários miseráveis, da legislação penal proposital e progressivamente benéfica para os infratores com o fim de minar a fé das pessoas no Estado. O resto é conseqüência da geografia das favelas e da miséria do próprio povo. Não se combate crime com polícias falidas comandadas por governadores ladrões. Isso é apagar fogo com gasolina. Some-se a isso o fato de que as facções criminosas comuns hoje são parceiras da máfia petista, formam o seu baixo clero. Os ladrões eleitos são o retrato da sociedade, que também está morta há décadas.


          O que está acontecendo agora é um suicídio patético das Forças Armadas, que mais adiante se transformarão em massas falidas como as polícias estaduais. Assim, a situação não terá mais conserto e sairá do controle para sempre, tal como acontece no próprio Estado do Rio, onde o próprio Estado hoje nada pode fazer, pois ele próprio é a maior organização criminosa do território. Logo mais, as Forças Armadas serão, também, organizações integralmente criminosas, como as polícias estaduais, carcomidas pela corrupção até a medula.


          A situação não comporta mais tolerância. O que Temer está fazendo é uma canalhice que põe em risco a ordem pública, pois procura combater bandidos armados de fuzis com soldados armados com metralhadoras carregadas com munição de festim. Tiros de festim dados pelo Exército para acertar em alvos sem relevância e que já providenciaram a própria fuga antecipada. Como se viu no caso do caminhão pirata e dos soldados piratas (bandidos fantasiados de soldados numa viatura falsa), teremos a morte proposital de civis feitas por milicianos disfarçados de soldados, para jogar o povo contra o Exército (mera repetição dos  "black-blocks" do MPL de 2013, usados para fomentar protestos ou abafá-los: quando se quer que o protesto aumente, provoca-se a polícia para gerar feridos e depois jogar o povo contra a polícia, fazendo o protesto crescer; quando se quer que o protesto seja abafado, pois não é de interesse, pratica-se mais vandalismo e violência ainda, para aumentar a reação da polícia e afugentar o povo, com medo das balas de borracha, diversionsmo clássico sob a batuta de Gilberto Carvalho, tal como o terrorismo PT-PCC em 2006 para abafar o Mensalão). É isso que vai acontecer.


          No momento em que as Forças Armadas são mais necessárias, a hora de depor o STF, o povo vai ser artificialmente colocado contra elas pelos próprios marginais. Esse é o plano. Quem está nas Forças Armadas e não sabe disso ainda não é idiota, está a serviço do crime também, pois trata-se do básico do básico em matéria de guerra de informação. Não se admite mais ignorância a respeito dessas manobras, pois fartos são os exemplos, não é novidade. Quem cai como um pato numa esparrela dessa hoje e é militar não é desinformado, é bandido também. Está trabalhando para o inimigo.


          Agora é, portanto, povo na rua para emparedar o STF e exigir a prisão de Lula e depois povo na rua para exigir a intervenção militar total. O portal que permitirá o país escapar da desintegração irreversível e rápida se fecha nesta semana. É gravíssima a situação. Lula na cadeia já. Bandidos do STF na cadeia também. Chega de palhaçada. Que Deus ilumine as pessoas para que elas acordem. Atenção focada é o que basta para deter isso, que só acontece ante a indiferença generalizada típica dos que são manipulados para serem vencidos pelo cansaço, a clássica tática petista.