Lula preso. Agora cai o STF | Blog do Serviço Nacional de Informações | Portal Militar

Blog do Serviço Nacional de Informações

Perfil do golbery
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Jogos Militares

Lula preso. Agora cai o STF

Publicado em 08 de Abr de 2018


1595 Visualizações


fonte: www.globalizacao.net/informativo.asp

 

08-04-2018   -   02h00   -   SAW. A MARCHA FÚNEBRE PROSSEGUE. REUNIÃO NO SINDICATO DO CRIME. PATO SE ENTREGA E ESTÁ PRESO EM CURITIBA


          Art. 312 do CPP configurado, o pato diz que se entregou. Mas sem antes mais uma cagada: confessou, mais uma vez, agora solenemente, ser participante da máfia da orgia de vandalismo, esbulho, vias de fato, truculência, lesões corporais e espancamentos dos braços da organização criminosa, MST, MTST. Agradeceu a seus comparsas. Só faltou falar do PCC e de Marcola.


          De agora em diante, nenhum "habeas corpus" mais pode salvá-lo da prisão, a necessidade de sua prisão preventiva está totalmente caracterizada.


          O discurso foi virulento. Não restará pedra sobre pedra do STF, caso ele não seja socorrido. Cármen Lúcia corre risco de morte agora até por parte dos próprios marginais do STF. E isso ela sendo da gangue.


          O povo terá de voltar para as ruas logo mais, para repudiar a ADC. O tribunal assinará não sua sentença de cassação esta semana, ao votar novamente a mesma coisa, em ADC, para salvar Lula, vai assinar a sua sentença de morte. Vai ficar claro, para quem ainda não entendeu, a farsa do tribunal. Os últimos idiotas então tomarão consciência do que é o STF, um prostíbulo judicial. Daí para frente, é a barbárie. Não institucional, no sentido de que o STF rasgou a si mesmo. Será a barbárie real, com guilhotinas em praça pública, pois, inclusive, não haverá mais lei, ninguém mais poderá ser preso até decisão do STF (dirão STJ, para amenizar). Assim, o povo estará liberado para fazer a justiça com as próprias mãos, também sem punição, pois o enforcamento dos ministros do STF só gerará prisões após o trânsito em julgado, daqui a sessenta anos. É isso que os marginais de toga vão provocar, caso insistam em votar as ADCs 43 e 44. E eles vão insistir, pois agora Lula está preso e não terá condescendência. Abrir-se-ão as portas das cadeias do país inteiro, para que o STF inteiro seja salvo da delação de Lula.


          A queda do tribunal é agora apenas uma questão de tempo, algo irreversível. Ou ele cairá de um jeito, ou cairá de outro. Se não votar as ADCs, Cármen Lúcia será assassinada e Toffoli porá em votação a questão de ordem de Marco Aurélio. A esta altura, depois do cagaço oriundo do discurso virulento de Lula, discurso de vingança, até Cármen Lúcia já se rendeu. Já há a notícia de que ela vai permitir a colocação em votação da possibilidade de violação da coisa julgada, questão de ordem sobre as ADCs 43 e 44, após a qual o mérito das ações será julgado. As ações morreram após o trânsito em julgado no ARE 964.246, formando coisa julgada no tema 925 de repercussão geral. Vão virar o placar de 6 a 5 para 5 a 6. Com uma morte ou com duas, o placar pode ser alterado.


          Sérgio Moro deu um golpe de mestre, deixando Lula cair como um pato e configurar de forma inequívoca a necessidade de sua prisão preventiva. O vai-vém no sindicato era evidentemetne tudo combinado, para mais uma noite livre. Ao mesmo tempo Moro encurralou os bandidos do STF, pois Lula colocou Cármen Lúcia na parede. Ela vai ceder e por tudo por terra, permitindo ao tribunal se matar, julgando o mérito das ADCs, que morreram com o tema 925 de repercussão geral já julgado antes.


          Foi uma enorme lambança da máfia petista a zona no sindicato. A prisão preventiva de Lula poderá ser decretada agora, pois ele fez prova de que é uma perturbação demoníaca da ordem pública.


          Foram dezesseis longos anos de espera até este dia milagroso, que será o novo feriado nacional, 7 de abril, a nova data da independência.


          Lula agora está em segurança, na sede da PF em Curitiba, em cela individual. Assim deverá permanecer até fazer a sua delação. Mesmo após a delação deverá permanecer sob proteção total, para não ser morto antes dos depoimentos em juízo.


          Cármen Lúcia precisará também de segurança reforçada, para não ser assassinada, seja pela gangue petista, seja pela gangue peemedebista, seja pela gangue do próprio tribunal. Mesmo ela sendo da gangue também, seu teatro de santinha não pode ser desfeito, pois ela tem obrigação de manter a ordem no tribunal, ordem que será rasgada para que Marco Aurélio e asseclas salvem Lula da cadeia, impondo votação em plenário das ADCs 43 e 44, que perderam o objeto por se tratar de coisa julgada no tema 925 de repercussão geral, que foi justamente o que impediu Rosa Weber de dar voto pró-Lula, ela simplesmente seguiu orientação do plenário, que não é só orientação, é coisa julgada quanto à matéria de fundo das ADCs 43 e 44.


          O STF agora vai cair e tentará votar as ADCs 43 e 44, para rasgar a COISA JULGADA, para se salvar da retaliação que vai acontecer com as delações, que agora são carta dada, Lula já está preso definitivamente. Se votar as ADCs 43 e 44, violando a coisa julgada e cometendo crime de responsabilidade, o tribunal tira Lula da cadeia. Mas vai se autodestruir também, pois as ghilhotinas da revolução francesa de 1789 serão instaladas no plenário.


          O terremoto no STF é agora apenas uma questão de tempo. De poucas horas. Começa a corrida de delações contra o tribunal. Ninguém se salva no prostíbulo judicial, nem os santinhos do pau oco, os petistas sofistas Fachin, Barroso, Rosa, Cármen e Fux. E nem o santinho de Temer, Alexandre de Moraes. Ninguém se salva, absolutamente ninguém. O primeiro candidato a cair é, lógico, Gilmar Mendes, o inimigo número 1 da máfia petista. Ele consumou crime de responsabilidade ao mudar de voto sobre a matéria. Toffoli, Lewandowski, Marco Aurélio e Celso de Mello consumaram crime de responsabilidade ao votar violando a coisa julgada no tema 925 de repercussão geral. Estes já estão juridicamente condenados, não têm defesa técnica possível num processo de "impeachment" no Senado Federal, caso fosse instaurado e julgado por senadores honestos. A primeira chuva de petições de "impeachment" virá contra esses cinco, com Gilmar liderando, pois foi o caso mais abusivo de violação do decoro na judicatura. No senado já há um racha de pelo menos 25% de senadores dispostos a aproveitar para aparecer em ano eleitoral. A xyzwhijp está formada. Uma pitadinha a mais de fermento e tudo explode para estes cinco.


          Com Dirceu e Gilberto Carvalho ainda soltos, a máfia petista continua ainda com tentáculos vivos da mais alta periculosidade. Com o tribunal ainda intacto, a máfia petista ainda dispõe de instrumentos judiciais para salvar Lula da prisão. A prisão de Lula foi um marco, mas não significa a morte da máfia. O país só poderá ter alta, estando curado da máfia petista, quando os ministros do STF estiverem na cadeia, todos eles, terraplanando-se o último foco de corrupção da ditadura civil: o STF.


          Os aviões bateram nas duas torres do World Trade Center, primeira e segunda turmas do STF. Foram o caso Joesley e agora o HC 152.752 de Lula. Parece que vai ficar por isso mesmo, mas uma das lajes de uma das torres já desabou sobre a inferior, a prisão de Lula. O que vem agora é um efeito dominó, laje sobre laje, levando a torre ao chão. Em seguida, cai a outra torre, do mesmo modo.


          Outra fraude está em andamento no STF, como já comentamos. A PSV 115, proposta 115 de súmula vinculante. O resultado prático dela será a repristinação tácita da súmula 394 do STF, cancelada em 1.999, violando-se a coisa julgada também. Com a PSV 115, as ações ainda com Moro serão remetidas ao STF. E novas ações na "lava-jato" que envolvam ex-ocupantes de cargos com prerrogativa de foro não serão mais ajuizadas em Curitiba, serão ajuizadas no STF. Este é o golpe na ação para acabar com o foro privilegiado. Não vai acabar, vai continuar, eternizar o foro, justamente o contrário do que as pessoas pensam. Veja no vídeo abaixo que preparamos:

 

 

          Assim como Lula ficou no vai-não vai no sindicato, o STF também está no vai-não vai na ADC 43/44. A queda do tribunal é agora o próximo e grande evento da "lava-jato". E o último e principal. Graças aos céus, tudo terminou no sindicato sem grandes incidentes.


          Terminou a Copa do Mundo, a taça de campeão foi entregue a Sérgio Moro. Lula está na cadeia agora. Ele não é o "presidente Lula", ele não é o "ex-presidente" da imprensa, ele é só um ladrão. E, agora, um presidiário. Um xyzwhijp no seu devido lugar.


          Ainda tem chão pela frente, falta 97% do trabalho a ser feito. Falta acabar com o golpe das ADCs, falta acabar com o golpe da PSV 115, falta limpar o Congresso Nacional para evitar mudanças legislativas na calada da noite, falta a dissolução do STF e a prisão de seus onze ministros, falta a extinção de PT, PMDB, PSDB e outras organizações criminosas, falta acabar com as urnas eletrônicas, falta reencarcerar Dirceu, falta salvar Bolsonaro dos bandidos do STF para ele ser eleito, falta a imprensa ser responsabilizada pelos seus crimes na "lava-jato", como confessado por Emílio Odebrecht, perdendo os canais a concessão pela conivência com o crime, falta a economia e a educação serem reconstruídas do zero.

 

______________________________________

 

          TEM CHÃO AINDA, EM 4 ANOS, LULA ESTARÁ LIVRE, DE VOLTA, PSV 115

 

          Todos respiraram aliviados, pois imaginam que Lula cumprirá os 12 anos e 1 mês pelo tríplex e que vai morrer na cadeia por conta dos vários outros processos.


          Há um golpe em fase final de gestação no STF: tirar de Moro e de Vallisney os outros processos todos de Lula. É a ação para acabar com o foro privilegiado. É um golpe do sofista petista Barroso, que aqui já explicamos exaustivamente. Barroso não vale nada. As pessoas esquecem tudo. A memória das pessoas é de 1 KB, dura só meia hora.


          O golpe está sendo gestado na ação penal 937, que é o processo-paradigma da proposta 115 de súmula vinculante, PSV 115.


          Com a PSV 115, de agora em diante, quem cometer crime no cargo X será sempre julgado no foro privilegiado do cargo X, seja denunciado no cargo ou depois de deixar o cargo. Assim, quem tinha o cargo X e cometeu crime e depois conseguiu um cargo Y não será mais julgado no foro privilegiado do cargo Y. Mas não será julgado na primeira instância também, será sempre no foro do cargo X. Essa será a regra geral, violando-se a coisa julgada de 1.999 (em 99, o STF por unanimidade cancelou a súmula 394, determinando que quem cometeu crime no cargo X e perdeu o cargo seria julgado na primeira instância). Com a PSV 115, a súmula 394 volta a valer: o foro será eterno. Isso salvará Temer de Moro.


          No parágrafo anterior foi vista a regra geral da PSV 115.


          Mas existe a regra de transição, para os processos que estiverem em andamento assim que a PSV 115 for aprovada.


          A regra de transição é a seguinte: processos que já chegaram em fase de alegações finais serão julgados no foro onde estiverem. Processos que não chegaram em fase de alegações finais ainda serão julgados no foro do cargo X.


          Assim, de acordo com as regras de transição, os processos com Moro e com Vallisney que não chegaram ainda em alegações finais serão remetidos para o foro do cargo X, ou seja, para o STF. E novas denúncias que forem apresentadas sempre o serão perante o STF.


          O objetivo da PSV 115 alegado é acabar com o "elevador processual" (processos que vão andando de acordo com a situação do réu, do foro X para a primeira instância e desta para o foro Y, por exemplo).


          O objetivo real da PSV 115 é tirar de Moro os processos de réus que praticaram crime no cargo X, a situação de Lula. Os processos em andamento serão remetidos ao STF, onde serão reiniciados ou continuarão de onde estão, ficando a critério dos marginais decidir. Tudo ficará na gaveta e Lula será salvo. Foi por isso que Lula fez o carnaval no Sindicato do crime. Ele sabe que vai se livrar de tudo, só falta resolver o caso do tríplex.


          Assim, a única condenação que Lula sofrerá é a referente ao tríplex. Todos os outros processos serão remetidos para o STF, pois não chegaram ainda em alegações finais. No STF, ficarão na gaveta, até a prescrição.


          Assim, Lula cumprirá dois anos em regime fechado e mais dois em semi-aberto e estará livre. E antes disso vai conseguir uma prisão domiciliar fraudulenta, como a de Maluf, e vai ficar em casa. A prisão domiciliar foi modalidade inconstitucional de prisão, pois foi criada pelo Congresso atual, corrompido. O tal novo artigo 283 do CPP, alterado em 2.011, o foi para livrar Dirceu da prisão no processo do Mensalão. A lei 12.403 de 2.011 veio exclusivamente para livrar Dirceu da prisão, pois seu processo seria desmembrado e remetido para a primeira instância. E depois teria de passar por quatro instâncias, nunca acabando. A própria lei da colaboração premiada veio para ajudar Dirceu a escapar de regras mais severas.


              De fraude em fraude, a máfia vai, lisa como quiabo, se safando das conseqüências de seus crimes. A fraude da PSV 115 possibilitará a Lula estar de volta logo logo.


          O discurso de vingança e ódio de Lula mostrou - mais uma vez; e para quem não sabia -  do que ele seria capaz caso fosse eleito novamente presidente. Juízes, delegados, procuradores e desembargadores que atuaram honestamente, com zelo, competência, eficiência, imparcialidade e destemor seriam depois perseguidos na nova fase da ditadura civil. O ataque a prédios do Ministério Público e da Justiça Federal mostrou também uma ínfima brecha do que faria a ditadura civil lulista a partir de 2019, caso Lula fosse sagrado presidente mais uma vez. Juízes honestos seriam crucificados como traidores da pátria, quando na verdade são heróis nacionais. O verme ainda moverá peças no seu tabuleiro criminoso para reverter a situação. E é por este motivo que nós aqui pegamos pesado o máximo posssível contra estes marginais todos. A hora de destruir estes canalhas todos é agora, custe o que custar, pois depois não haverá meios. Ladrões, canalhas e ditadores querendo colocar na cadeia autoridades honestas que simplesmente cumpriam o seu dever de ofício, punindo os criminosos. É a completa inversão de valores, algo inadmissível. As autoridades honestas ficaram na dependência do povo, para serem defendidas contra a cúpula estatal integralmente corrupta. É por isso que nós aqui partimos prá cima destes canalhas todos com gosto, pois o futuro com Lula seria a ditadura bolivariana venezuelana, com a prisão de inocentes, a censura, a perserguição e os assassinatos. Com Lula presidente em 2019, Sérgio Moro iria para a cadeia. E com apoio dos marginais do STF. Este é o cenário de barbárie. O tumor lulista foi controlado, mas não foi eliminado ainda. Pode haver uma recidiva com as ADCs. E vai haver outra, com a PSV 115.


          A guerra está ainda bem longe de ser vencida, mas uma importante batalha foi vencida, por ora. O STF é a casa do demônio e precisa ser extirpado, pois é ainda um câncer maligno em metástase, consumindo a "lava-jato".


          A intervenção militar, por ora em "stand by", será levada a cabo ainda. Seja para derrubar o STF, quando do golpe das ADCs e da PSV 115, seja para administrar o caos, assim que as delações e informações contra o STF tiverem seus conteúdos divulgados. O Congresso Nacional está subjugado pelo crime, a presidência da República está ocupada por um criminoso e a Corte Máxima de justiça terá caído, ficará claro que não há governo civil. Claro já está. O que ficará é oficializado em termos formais, solenes.


          Foi uma verdadeira maratona a cobertura da crise institucional em curso desde o julgamento do Mensalão, pelo STF, em 2012. O "impeachment" de Dilma e a reviravolta ocasionada pela guerra entre as máfias PT X PMDB, com a máfia petista querendo derrubar Temer, tornou o STF o foco da guerra, sendo consumidas todas as energias para se dissecar os estratagemas e tramóias dentro do STF. Ano após ano a crise foi se intensificando até chegar ao ápice agora em 2.018. A falência da classe jurídica nacional (professores, advogados, juristas, juízes, processualistas, constitucionalistas, etc.) facilitou o trabalho das fraudes no STF, pois não houve cobertura jornalística técnica ou cobertura jornalística técnica isenta das fraudes em direito constitucional, em direito processual e em direito penal no STF, o que fomentou a insegurança jurídica, chegando-se ao estágio terminal de degradação, onde a coisa julgada é vilipendiada sem cerimônia e a lei é deturpada de forma sofista todo o tempo, para justificar fraudes de fundamentação em decisões seletivas ilegais. O curioso desastre é que, de fraude em fraude, Lula terminou na cadeia, por ordem dos petistas sofistas vigaristas da Corte. Vigaristas estes que agora correm risco de morte, não por parte do povo em si, por ora, mas por parte da máfia petista.


          Hoje nós ficaremos por aqui. Foi realmente cansativo. É preciso recarregar as baterias, pois o tanto de água que falta rolar por baixo da ponte é muito maior e mais desastroso do que o que já passou. Lula preso é uma laje do World Trade Center que desabou sobre a que tinha embaixo. O que vem pela frente agora são 220 andares que virão abaixo das duas Torres do WTC. O novo 11 de setembro de 2.001 brasileiro agora é o dia 7 de abril. Exatamente por isso o STF estará a postos, passando por cima do povo nas ADCs. Na seqüência o povo vai passar sobre o STF. E aí a intervenção militar será inevitável. Entre estes dois picos de tensão teremos o elástico da fila de delações contra o STF, que vai e vem para amedrontar os ministros. Com Lula preso, não há mais salvação, não há mais espaço para isso. Quem quiser sobreviver terá de entregar de uma vez por todas o STF, antecipando-se aos demais delatores. E há um problema adiconal: o maior X-9 de todos está preso. Depois que ele falar, ningúem mais terá o que contar. Quando o efeito da cachaça passar e não tiver mais uma dose disponível, o molusco vai surtar.


          Quando nós falamos que vai morrer gente nós estamos escudados em fatos reais. Veja aqui como foi sabotado o avião Cessna que caiu e matou o candidato Eduardo Campos em 2014 (absolutamente todos os detalhes, 100% explicado - parte 13 de uma nova série ainda em elaboração) - sabotagem foi elétrica, replicando-se problema que levou a "recall" de 110 jatos Cessna em 2003, disparo do compensador, ou "electrical pitch trim runaway":

 

 

          Os jogos mortais prosseguem então. A marcha fúnebre prossegue. Lula saiu do cômodo do sindicato e agora está no cômodo da PF. Quem se arrebentou nesta passagem foi Cármen Lúcia e Rosa Weber. Para Lula sair do cômodo, alguém agora vai morrer. SAW.