JUSTIÇA abre prazo para EB explicar compra de CAVIAR, | Blog Liberdade | Portal Militar

Blog Liberdade

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Homenagem

JUSTIÇA abre prazo para EB explicar compra de CAVIAR,

Publicado em 02 de Jul de 2018


344 Visualizações


JUSTIÇA abre prazo para EXÉRCITO explicar compra de CAVIAR, ESPUMANTE e outras bebidas.

COMPRAS ESTIMADAS EM R$ 6,5 MILHÕES.

Leiam:

Fonte: https://odia.ig.com.br

https://odia.ig.com.br/brasil/2018/07/5554296-justica-abre-prazo-para-exercito-explicar-licitacao-que-previu-compra-de-caviar.html

 

Justiça abre prazo para Exército explicar licitação que previu compra de caviar

Ação popular questiona compra de mantimentos estimada em R$ 6,5 milhões, que previa, entre outros, a compra de milhares de garrafas de bebidas alcoólicas, latas de caviar e quase duas toneladas de camarão

Por ESTADÃO CONTEÚDO

 

Exército abriu licitação para compra de milhares de garrafas de bebidas alcoólicas, latas de caviar e quase duas toneladas de camarão

Exército abriu licitação para compra de milhares de garrafas de bebidas alcoólicas, latas de caviar e quase duas toneladas de camarão - Reprodução/ Pixabay

 

São Paulo - A 13ª Vara Cível Federal de São Paulo aceitou uma ação popular e abriu prazo para que o Exército brasileiro dê explicações sobre uma licitação para a compra de mantimentos estimada em R$ 6,5 milhões, que previa, entre outros, a compra de milhares de garrafas de bebidas alcoólicas, latas de caviar e quase duas toneladas de camarão.

A ação foi movida pelo advogado Everson Piovesan, de São Paulo. Segundo ele, o processo tem caráter "pedagógico". "Pensei que não é comum licitar esse tipo de produto, especialmente produto refinado. Sou advogado e sei que todo cidadão tem o direito de entrar com uma ação popular e resolvi fazê-lo", disse. "É para mostrar que existem mais formas de participar da democracia para além do voto."

A licitação foi revelada no início do mês. Questionado sobre a inclusão de itens "refinados", o Exército teria respondido que eles devem abastecer dois hotéis de trânsito situados no Estado do Rio de Janeiro, utilizados exclusivamente por oficiais e seus familiares. O consumo desses itens é pago pelos próprios hóspedes, acrescentou a corporação.

Sobre a resposta do Exército, Piovesan disse que a questão não é o valor ou se ele vai retornar, mas o fato de que "não é normal o Exército estar vendendo caviar". "Tanto é que o juiz o convocou a prestar esclarecimentos. Não é pertinente à função do órgão", defendeu. O pedido foi concedido no último dia 25 de junho. O Exército tem dez dias para se manifestar.

 

2 comentários


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

02 de Jul de 2018 às 16:05

Avassalador
É demais, muita coisa tão somente para hotéis do EB no Rio de Janeiro, isso como declararam logo que descobriram a licitação.


Amiel Ballistra

05 de Jul de 2018 às 20:52

Amiel Ballistra
"Caviar e espumante para Hotéis de Trânsito". E ainda encontramos quem censura o Eduardo Cunha por ter gastado 22 mil reais em um jantar especial para a esposa. Vejamos um caso: Sônia, se graduou em Enfermagem na PUC/RJ Ela, e os outros 3 irmãos sempre viveram, desde crianças, e também a mãe,com o que o pai ganhava como motorista de taxi no RJ. Sônia ingressou nas Forças Armadas como 1º Tenente do Corpo Feminino. Caso Sônia leve a família para o tal "Hotel de Trânsito", eles, que tinham o cotidiano baseado em feijão, arroz, macarrão, couve, tomate, ovo frito, pé de porco, carne moida com chuchu, e esporadicamente refrigerante e cervejinha vão, alí naquele "Hotel de Trânsito" se esbaldar com as "refinadas refeições regadas a caros espumantes". Disenteria, na certa. Generais sempre dizem que "Forças Armadas", formadas pelos cidadãos do povo, não é lugar para enriquecimento, e que o luxo enfraquece o guerreiro. Já etamos vendo que também os Generais "levam a tropa no bico". Será que os Soldados engajados na Intervenção Militar no RJ, tiveram a oportunidade de dar uma "bicada no espumante e no caviar"?


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )