16% é para Recompor Perdas Salariais no Judiciário | Blog Liberdade | Portal Militar

Blog Liberdade

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Salrio dos Militares

16% é para Recompor Perdas Salariais no Judiciário

Publicado em 27 de Nov. de 2018


1795 Visualizações


 

 
 

O STF falou que o reajuste de 16% é para recompor perdas.

A meu ver 135% não seriam suficientes para recompor as perdas salariais dos militares das FA. 

OS MILITARES DAS FA CONTINUAM DURAMENTE PENALIZADOS QUANDO O ASSUNTO É REMUNERAÇÃO, OS SALÁRIOS DOS MILITARES DAS FA SÃO OS PIORES, VERGONHOSOS.

Estimo que as perdas e defasagem salarial dos militares das FA gira em torno de 180%, isso considerando os salários de servidores públicos e demais militares estaduais.

 

LEIAM:

Fonte: https://www.destakjornal.com.br

https://www.destakjornal.com.br/brasil/politica/detalhe/reajuste-do-judiciario-eleva-o-teto-de-salarios?ref=Viajar_Ultimas

POLÍTICA

Reajuste do Judiciário eleva o teto de salários

27.11.2018 06:45 por Carolina Cruz0
 
O impacto de um 'efeito cascata' pode chegar a R$ 4 bilhões, que ficará a cargo do futuro governo gerenciar a partir de 2019.
 
Reajuste do Judiciário eleva o teto de salários
 
O presidente da República, Michel Temer, sancionou ontem o reajuste da remuneração do Judiciário. Com a decisão, o salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) sobe de R$ 33.763 para R$ 39.293, que passa a ser o teto do serviço público. 

 
O impacto previsto é de R$ 4 bilhões nos gastos públicos, considerando o "efeito cascata" do aumento da remuneração nas demais categorias do funcionalismo público. Para o Judiciário, o valor tem recurso de origem da área, sairá do orçamento da TV Justiça. Outras categorias que apresentam grande impacto nas despesas apresentam pouca folga devido a alta carga da folha de pessoal, que é despesa obrigatória.

De acordo com dados do Ministério do Planejamento, a remuneração per capita dos salários das carreiras do Judiciário é a de maior impacto nas contas públicas, chegando a R$24.025,34. O cargo que recebe o maior salário são os ministros do STF.

Outras categorias de grande impacto precisam podem, inclusive, ter reforço de pessoal para atender a demanda do serviço público a partir da próxima semana. Entre eles as carreiras da Polícia Federal. O aumento do Judiciário coloca ainda mais pressão pela aprovação da reforma da Previdência. O gasto com aposentado e pensionistas é atualmente um dos principais pesos na despesa de pessoal, que vai aumentar. 

 
Auxílio-moradia
Poucos minutos após a divulgação pela imprensa da assinatura de Temer favorável ao reajuste do Judiciário, o ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), revogou benefício do auxílio-moradia pago à categoria do Judiciário. Na decisão, Fux determina que a "cessação do pagamento do auxílio-moradia só ocorra quando do implemento financeiro no contracheque do subsídio [do reajuste]". A decisão do ministro estava atrelada à sanção do presidente da República.

Fux é o relator das liminares aprovadas em 2014 que concedeu o repasse. O entendimento por parte dos ministros, inclusive do presidente do STF, Dias Toffoli, é o de que o benefício estaria compensando a falta de reajuste no salário, e que com a confirmação do aumento os magistrados abririam mão do auxílio.
 

3 comentários


Tito

27 de Nov. de 2018 às 9:45

Tito
E ai este cara de pau pode ter reajuste e os MILITARES, de pires na mão, até quando esta pouca vergonha vai continuar, acorda MILICADA, ate quando vamos ser posto IPIRANGA de um governo CORRUPTO, ACORDA BRASIL.


luisreb comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

27 de Nov. de 2018 às 14:57

luisreb
O MD sempre foi medroso em relação a cobrar política de reajuste salarial, se depender dos Generais As Praças podem perfeitamente viver de pão e água.


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

01 de Dez. de 2018 às 7:38

Avassalador
Tem estado que pede socorro ao governo se dizendo quebrado e com baixa arrecadação, só que nesses estado o salário do SD/PM chega a 5 mil reais; nada contra, o governo Federal socorre os estados com mais dinheiro, entretanto e na contra mão, mantem a remuneração dos militares das FA defasada e vergonhosa, isso se dizendo sem dinheiro para recompor perdas. NÃO É CONTRADITÓRIO?


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )