Dupla Pensão a Pensionistas das FA Inaceitável | Blog Liberdade | Portal Militar

Blog Liberdade

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Homenagem

Dupla Pensão a Pensionistas das FA Inaceitável

Publicado em 17 de Fev. de 2019


1222 Visualizações


Em tempos de crises decorrentes do desemprego que contribui para a baixa arrecadação, e da necessidade de governar para todos, é inaceitável manter 2 pensões para a mesma pensionista, como infelizmente ainda acontece nas FA. É até aceitável receber aposentadoria e pensão mais duas pensões é demais.

 

Arrego Senhores generais, assim o Brasil não aguenta!!

 

LEIAM, COMENTEM:

 

*******

Fonte: https://oglobo.globo.com  https://oglobo.globo.com/brasil/pensionistas-de-militares-recebem-ate-58-mil-mensais-23459235?fbclid=IwAR2i_glb5UCaP8Ti_V5WqEpVVLsGzLm9mdPSlswEet1nX276jbebWEXhKGU&utm_campaign=O+Globo&utm_medium=Social&utm_source=Facebook

Pensionistas de militares recebem até R$ 58 mil mensais

Acúmulo de benefícios custa R$ 5 milhões por mês ao Exército e à Aeronáutica; gastos com pensões de filhas casadas impactam em mais de R$ 200 milhões

 

Militares do Exército Foto: Pablo Jacob / Pablo Jacob

BRASÍLIA — Em meio ao debate sobre a reforma da Previdência, as pensionistas de militares não têm muito do que reclamar. Há na Aeronáutica e no Exército pelo menos 281 mulheres acumulando duas pensões. Elas custam aos cofres públicos mais de R$ 5 milhões por mês, recebendo, em média, quase R$ 19 mil mensais cada uma. Na Marinha, elas são 345, mas não há informações sobre valores. São, em geral, viúvas que, por serem filhas de militares, tiveram direito a duas pensões: dos maridos e dos pais. Na ponta de cima da tabela está uma pensionista da Aeronáutica que recebe todo mês mais de R$ 58 mil.

Além dos pagamentos em dobro para uma mesma pensionista, há um outro aspecto do benefício que fará com que ele continue pesando nas contas públicas por décadas. Até o fim de 2000, qualquer filha de militar falecido tinha direito à pensão, independentemente da idade. Houve então uma mudança na lei, extinguindo o benefício. Quem já recebia, contudo, continuou recebendo. E uma brecha permitiu que novos benefícios fossem autorizados.

Hoje são cerca de 110 mil filhas pensionistas nas três forças. Dados parciais obtidos pelo GLOBO referentes a 37,8 mil mulheres mostram que pouco menos de 23 mil, ou três de cada cinco, conseguiram o benefício após a mudança na lei.

LEIA AQUI A MATÉRIA NA ÍNTEGRA EXCLUSIVA PARA ASSINANTES.

1 comentários


José

17 de Fev. de 2019 às 16:51

José
Só nas FFAA??? Alguém já se deu ao trabalho de pesquisar no legislativo, judiciário e outros órgãos de executivo?? Agora só jogam pedra na gení ?? DE onde saem estas "novidades" e Quem será a próxima bola da vez?

 

 
Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

17 de Fev. de 2019 às 20:16

Avassalador
Erros não justificam outros, eu como militar da MB prefiro me ater a minha casa.


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )