PL 1645 é quase chegada a hora de morrer pela pátria | Blog Liberdade | Portal Militar

Blog Liberdade

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Homenagem

PL 1645 é quase chegada a hora de morrer pela pátria

Publicado em 20 de Set. de 2019


2015 Visualizações


Eles decidiram e deputados ligados a Bolsonaro estão juntos para aprovarem o PL 1645/2019, conspiram juntos, para o golpe, temos que agir na mesma toada e buscar união com o MAJOR OLÍMPIO que já está prestes a romper com BOLSONARO e demais traidores que usam farda; vamos unir nossas associações com a dos PMs e formar nosso imenso exército.

Eles tentam enganar ao dizerem que o PL 1645/2019 não trata de aumento do soldo, no entanto, sabemos que se trata de substancial aumento da remuneração, isso tão somente para Of. generais, superiores e pensionistas destes, cujo valor vai ultrapassar 73%. enquanto isso, graduados e soldados serão excluídos.

NÃO ACEITAMOS! “JURAMOS DEFENDER NOSSA BANDEIRA COM O SACRIFÍCIO DA PRÓPRIA VIDA” NOSSAS FAMÍLIAS TAMBÉM É PARTE NA NOSSA PÁTRIA, NOSSA BANDEIRA; BUSCAREMOS IGUALDADE E PROTEÇÃO SOCIAL LINEAR, IGUALITÁRIA.

Leiam:

Fonte: https://extra.globo.com  

https://extra.globo.com/noticias/extra-extra/proposta-do-governo-bolsonaro-para-militares-aumenta-desigualdade-salarial-23961546.html?fbclid=IwAR3naLazFRf-F6FDJmOfTHAT5iDB67ATRtd-VJYkVAWw_o-FHVoObtaePQg

Proposta do governo Bolsonaro para militares aumenta desigualdade salarial

Por: Berenice Seara em 

 

Fosso salarial entre militares pode aumentar

A proposta do governo Bolsonaro de reformulação das carreiras das Forças Armadas, que está prestes a ser aprovada na Câmara, criou uma disputa entre a base dos militares e os oficiais de alto coturno.

Isso porque o texto vai aumentar o fosso entre as remunerações da caserna.

Um general de brigada, por exemplo, terá, até 2023, um aumento salarial de 55,7% — e passará de R$ 19.734,20 para R$ 30.725,40.

Já um terceiro-sargento terá um aumento muito menor, de 4,6% — e a remuração vai de R$ 4.896 para R$ 5.125,50.

E o adicional...

As diferenças nas gratificações também estão deixando a base dos quartéis em polvorosa.

O adicional de habilitação para generais e coronéis, por exemplo, vai passar de 30% para 71% do soldo.

Já o adicional para soldados, cabos e sargentos continuará em 12%, sem aumento.

O impacto da mudanças será de R$ 86 bilhões em 10 anos.

Romaria

Grupos de praças e baixos oficiais andam em caravana desesperada pela Câmara — até porque o projeto não precisa sequer passar pelo plenário para ser aprovado. Ou seja, pouca gente está atenta ao que está acontecendo.

A previsão é que ele seja votado na semana que vem na Comissão Especial e siga diretamente para o Senado.

Transparência

Marcelo Freixo (PSOL), um dos abordados pela turma, está recolhendo assinaturas de deputados para pedir que o projeto seja analisado e votado no plenário, de forma transparente. São necessários 51 autógrafos dos nobres.

bbbVote na Enquete

Vc é capaz de sacrificar sua vida
 Pela minha família minha pátria, SIM
 Por ordem de Of, Generais, SIM
 Vc se vê um Terrorista, NÃO

4 comentários


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

20 de Set. de 2019 às 18:19

Avassalador
Os oficiais generais estão perdendo tudo, inclusive a moral. Triste daqueles que Por ossos do ofício ainda são obrigados a prestarem continência para os Of. generais.


Abraão Gomes Alves

20 de Set. de 2019 às 20:33

Abraão Gomes Alves
Só espero que consigamos levá-lo a plenário (O PL do Mal), pois o lobby do MD é forte no Congresso. Pessoal, precisamos ir além do miojo e compreender que a discussão é política e, em política, vence que tem mais poder de negociação e barganha. O voto de um parlamentar de esquerda, tem o mesmo peso que o voto de um parlamentar de direita. Sabedores disso, os coronéis da assessoria parlamentar do MD - sem nenhum pudor - estão se juntando com parlamentares do PCdoB para impedir que o PL suba ao plenário. Entretanto, alguns colegas nossos estão se queixando de que parlamentares de esquerda estão se aproximando dos graduados nessa luta. Isso é muito bom. É, inclusive, um tapa na cara dos ditos generais e parlamentares de direita que estão nos mandando às galés. Lembrem-se: não temos (os graduados) como oferecer aos parlamentares banquetes regados a lagostas e vinhos caríssimos, não temos como levá-los à Antártida, Amazônia ou ARAMAR, não temos como conceder-lhes medalhas e, principalmente, não temos como massagear seus egos - mais inflados do que o Planeta Júpiter - quando são recebidos com banda de música, tapete vermelho e toda pompa e circusntância nos quartéis e, claro, recebidos por generais. Precisamos amadurecer politicamente. Isso não significa negociar valores e ser oportunista, mas entender que estamos numa guerra suja e irregular. Só temos a nosso favor a coragem de uns poucos pares e nas redes sociais (mesmo assim, alguns se protegem sob o manto do anonimato), pois ninguém quer dá a cara a tapa, guerreiras como a Ivone Luzardo e Kelma Costa, as associações e uns poucos parlamentares. Sofre menos quem encara a crueza da verdade e da imposição da realidade de frente. Fomos traídos. Fomos traídos pelo Presidente, pelo Vice-Presidente, pelo Ministro da Defesa, pelos Comandantes Milirares e por alguns parlamentares que se diziam irmãos de farda. Em razão do exposto, não podemos abrir mão dos votos dos parlamentares de esquerda. Infelizmente, não fomos suficientemente maduros do ponto de vista político, ao angariar o voto de toda a esquerda, como têm feito os coronéis do MD. E, com isso, a guerra continua, mas, infelizmente, com a vantagem para a cúpula que nos traiu.


Osman Do Rosario

20 de Set. de 2019 às 20:39

Osman Do Rosario
Estava na ativa por todo o período governado pelo generais, nada fizeram para a tropa, abandonados pelos sucessores e agora descriminado pelo atual, lembro que na 1ª eleição do lula votei nele representava esperança do pobre onde me incluo, foi decepção, votei no bolsonaro, confiei, e o que vejo é um balaio de gato um disse me disse pra todo lado que estou confuso e a esperança tá indo pro espaço, vou continuar empurrando com a barriga (vazia) e resta se nada mudar votar diferente pra não eleger sucessor do que aí está.

 

 
Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

21 de Set. de 2019 às 7:18

Avassalador
OF Generais de verdade que honravam e respeitavam a unidade militar só tivemos até João Baptista de Figueiredo.


Abraão Gomes Alves

21 de Set. de 2019 às 10:36

Abraão Gomes Alves
Parabéns aos graduados pelo amadurecimento político ao buscar o apoio da esquerda! Nesse sentido, os coronéis da assessoria parlamentar do MD no Congresso foram excelentes professores. Mas, se o PL 1645/2019 é tão justo, porque não querem que ele suba a plenário? O PL, propagado aos quatro ventos como a "Oitava Maravilha do Mundo", realmente é agregador, pois uniu, conforme a Revista Sociedade Militar, os coronéis ao PCdoB e os graduados ao PSOL. Curiosamente, oficiais e praças unidos, com irmãos siameses, à ala mais radical da esquerda. Convenhamos, isso não é fofo?! Aguardemos as cenas dos próximos capítulos. Entretanto, não esqueçam de arregimentar o PT, mas, claro, para o lado dos graduados. Como diz um velho e conhecido provérbio: "Pega fogo cabaré"!


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )