PL 1645 é Chegada a Hora do Juízo Final | Blog Liberdade | Portal Militar

Blog Liberdade

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Carreira Militar

PL 1645 é Chegada a Hora do Juízo Final

Publicado em 23 de Set. de 2019


1407 Visualizações


 

 

Em meio aos militares da ativa,  com o PL 1645/2019, somente terão reajuste salarial os militares graduados que estiverem proximos aos Of. Generais, será igual a chamada "Viagem de Ouro" que reune na maioria apadrinhados, na MB, aqueles SO e 1ºSG do CPA(maioria) que se dedicam intensamente aos serviços, que estão abordo de navios, bases e não possuem curso superior, serão preteridos e terão ao serem trasferidos para a reserva remuneração bem menor que os SO e 1ºSG que servem aos Almirantes em  gabinetes, já oficiais superiores em geral tembém terão reajuste salarial maior estejam eles onde estiverem, inclusive pensionistas. 

E OS CABOS ESPECIALIZADOS DA MB?  E  OS 3º SGs e Cabos da reserva e demais graduados da reserva? 

Estão mostrando uma tabela dizendo que o PL 1645/2019 é legal e não é Aumento Salarial do SOLDO, no entanto trocam seis por meia dúzia, pois haverá substancial aumento da remuneração dos Of. generais e de pensionistas destes, com adicional que superará 73%.

ORA SE O PL 1645 É LEGAL ENTÃO PORQUE GENERAL DECLAROU EM AUDIÊNCIA PUBLICA QUE OS OF GENERAIS REPRESENTAM MENOS DE 1% DO EFETIVO DAS FORÇAS ARMADAS E PORTANTO O PL 1645/2019 NÃO CAUSARÁ IMPACTO?

** DISSE PARA JUSTIFICAR O ABANDONO, GOLPE COM O PL 1645 E HUMILHAÇÃO A SARGENTOS CABOS E SOLDADOS.

O PL 1645/2019 É UMA VERGONHA MILITAR, FRENTE AO TRATAMENTO DADO A MILITARES E SERVIDORES CIVIS DE ESTADOS. 

LEIAM:

Fonte: https://www.defesa.gov.br   https://www.defesa.gov.br/noticias/60033-ministro-apresenta-proposta-dos-militares-das-forcas-armadas-para-parlamentares-da-comissao-especial-do-pl-1645

Ministro apresenta proposta dos militares das Forças Armadas para parlamentares da comissão especial do PL 1645

Publicado: Quarta, 28 de Agosto de 2019, 20h15
Brasília, 28/08/2019 - O Ministro da Defesa, Fernando Azevedo, esteve, nesta terça-feira (27), na primeira audiência pública da comissão especial que analisa a reestruturação do Sistema de Proteção Social dos Militares das Forças Armadas, o projeto de lei 1645/2019. A pauta contou com a presença do Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Júnior, do Comandante do Exército, General Edson Leal Pujol e do Comandante da Força Aérea Brasileira, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez.
 
esta imagem não possui descrição


Em sua apresentação, o ministro destacou os principais pontos que o texto da reforma aborda, como a participação no ajuste fiscal, a valorização da meritocracia e da experiência, e o reforço à hierarquia e à disciplina.

"Eu represento cerca 770 mil pessoas do que chamamos família militar. Aqui na Câmara, é por onde passam todas as nossas coisas e essa é uma grande oportunidade que estamos tendo. Não é um projeto que nasceu agora. Estamos em estudos desde 2016 e quero tratar como assunto de Estado", apontou.
 
esta imagem não possui descrição


Durante a fala, Fernando Azevedo também ressaltou que a reestruturação é adequada às peculiaridades da carreira militar em relação às outras atividades .

"Não estamos pedindo nada. Temos prazer em exercer o nosso trabalho e se tivermos as mesmas coisas, isso irá descaracterizar a profissão militar", disse.

Após cerca de 30 minutos de apresentação, houve rodadas de perguntas com cinco deputados cada. O debate ocorreu por mais de três horas.
 
esta imagem não possui descrição


Ao final, o presidente da comissão, deputado José Priante, afirmou que o objetivo da audiência foi alcançado e considerou a apresentação do Ministro Fernando Azevedo compreensível, didática e de fácil entendimento.

"Vamos conduzir dentro do espírito democrático desta casa até a votação, com um amplo debate e participação. Considero exitosa essa primeira audiência pública", declarou.

Também esteve à mesa o relator da comissão, deputado Vinícius Carvalho, que agradeceu o Ministro por expor e responder os questionamentos dos mais de 30 parlamentares. Nessa comissão especial ainda vai haver mais seis audiências públicas para tratar do tema.
 
Por Júlia Campos
 
Fotos: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
 
Assessoria de Comunicação Social (Ascom)
Ministério da Defesa
(61) 3312-4071

3 comentários


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

23 de Set. de 2019 às 8:37

Avassalador
A questão é política, os of generais não estão levando a questão a sério e vão politicamente sacrificar Bolsonaro, isso é tão verdade que já recebi convites para ingressar em partidos de oposição ao governo Bolsonaro, acredito que isso vai acontecer com milhares de militares das FA. Querem a nossa, filiação e fala anti BOLSONARO. Estão pagando para ver, aguardemos os próximos capítulos.


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

23 de Set. de 2019 às 8:52

Avassalador
Fazendo a leitura da situação atual e salarial de servidores públicos e militares de estados, chego a achar piada dizer que os Oficiais Generais são possuidores de "Altos Estudos" talvez e com os supostos "Altos Estudos" eles chegaram a concluir que é hora de voltar aos tempos da CHIBATA, esquecem que se eles gostaram e ficaram no tempo os militares praças em geral se evoluíram e estão prontos para reagir.


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

23 de Set. de 2019 às 9:08

Avassalador
Chama aí o taifeiro manda ele servir Whisky também para meus convidados(políticos) daquele Whisky especial, entregue na nota fiscal onde constava compra de sorvetes.

 

 
Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

23 de Set. de 2019 às 9:10

Avassalador
Ainda bem que meus amigos, militares da ativa, estão me alimentando com preciosas informações.


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )