DINHEIRO NOSSO DE CADA DIA NOS DAI HOJE | Blog Marmosilva-Rio | Portal Militar

Blog Marmosilva-Rio

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

DINHEIRO NOSSO DE CADA DIA NOS DAI HOJE

Publicado em 09 de Jan. de 2009

800 Visualizações



A ORAÇÃO QUE OS RICOS NÃO QUEREM FAZER:

" BANQUEIROS! O DINHEIRO NOSSO DE CADA DIA NOS DAI, HOJE! PERDOA AS NOSSAS DÍVIDAS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS OS QUE NOS TEM OFENDIDO E NÃO NOS DEIXEM CAIR EM TENTAÇÃO DOS EMPRÉSTIMOS IMPAGÁVEIS. SEJA FEITA A NOSSA VONTADE ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU, O SALÁRIO JUSTO DE CADA DIA NOS DAI. HOJE! AMÉM..."


Saibam, porque, os E.U.A, não quer emitir papel moeda ou cortar um zero de sua moeda o Dólar. E porque, a Europa tratou de criar as pressas a sua moeda única o EURO, e também qual a razão de qualquer crise na economia Americana atingir em cheio o Brasil e demais países da America do Sul, provocando a maior transferência de riquezas da histótia desse país, com o argumento de socorrer o sistema financeiro no uso dos cofrs públicos, ou seja, entregar para os banqueiros o nosso dinheiro, fruto do nosso trabalho pago com os impostos mais elevados do planeta.

"Há quatro coisas que devem estar disponíveis para que o trabalho pago se realize:
O trabalho a fazer.
Os materiais para fazer o trabalho.
A mão de obra para fazer o trabalho.
O dinheiro para pagar o trabalho que vai ser feito.

Se quaisquer dessas quatro coisas faltar, nenhum trabalho pago pode se realizar. É um sistema naturalmente auto-regulador. Se há trabalho para fazer, o material está disponível e as pessoas estão dispostas a fazê-lo, tudo o que nós temos de fazer é criar o dinheiro. Absolutamente simples.
"Pergunta-se, por que, se sucederam as depressões econômicas? A única coisa que faltava na comunidade era o papel-moeda para comprar mercadorias e serviços. A mão de obra está disponível. O trabalho para realizar ainda estava lá. Os materiais não haviam desaparecido e as mercadorias estavam facilmente disponíveis nos comércios ou podiam ser produzidas em troca de dinheiro. Exceto de uma carta escrita por Rothschild Brothers de Londres a uma firma de banqueiros de Nova York em 25 de junho de 1863:
"As poucas pessoas que podem entender o sistema (dinheiro em cheques e créditos) vão estar tão interessados em seus benefícios ou vão ser tão dependentes dele, que não farão a menor oposição. Por outro lado, a maioria das pessoas mentalmente incapaz de compreender a enorme vantagem que o capital extrai do sistema, carregará sua carga sem se queixar e talvez sem suspeitar que o sistema seja hostil (inimigo) a seus interesses". Esse é o segredo do crédito fácil que está tomando conta da economia de capitais e dos nossos contra-cheques, senhores militares.
A seguinte citação foi reimpressa no "Idaho Leader", EUA em 26 de agosto de 1924, e foi lida em Hansard duas vezes: na primeira, por John Evans M.P. em 1926, e na segunda, por M.D. Cowan M.P., na sessão de 1930-1931.
Meus pares e irmãos de armas espero que estas teorias nada ortodoxas sirvam para nos abrir o entendimento e para sabermos a razão pela qual estamos a 20 anos nessa penúria salarial como militares das Forças Armadas, e, por quais motivos, é que quanto mais trabalhamos menos temos ou ganhamos dinheiro, em contrapartida os empresários e banqueiros cada vez ganham mais dinheiro e ficam ricos sem fazer praticamente nada .
Chegamos em 2009, mas me digam com toda sinceridade e raciocínio lógico, mudou o sistema usado em 1863 ,cerca de 146 anos atrás , e olha que isto é o que nos dizem os estudiosos, pois eu acho que isso já existe desde que inventaram o dinheiro e acabaram com o escambo . Destarte, acabou também a paz e o amor entre os homens. E triste dizer isso, mas estamos sendo governados e manipulados por homens inescrupulosos, cruéis, egocêntricos, homicidas e gananciosos que são capazes de criar a terceira guerra mundial só para não perderem as mordomias que conquistaram com a primeira e a segunda guerra mundial.
Creia em Deus o todo poderoso, pois só ele para nos socorrer, façamos cada um a nossa parte e deixem que Jesus Cristo faça o resto por cada um de nós, porque, estamos muito próximos do fim, e, o fim vem, vem o fim. Logo nem todo dinheiro do mundo será capaz ou suficiente para reconstruir essa terra, ou salvar os que aqui ficarem, estou falando é da volta de Jesus Cristo mesmo. É mais fácil um camelo passar no fundo de uma agulha do que um rico entrar no reino dos céus nascemos e crescemos ouvindo essa palavra profética de Jesus Cristo. E agora ela parece tão evidente e cristalina que não há como contestá-la.
Esse blog só foi postado no portal militar, porque, acredito nos militares desse país e juntos reconstruíremos um Brasil melhor e mais justos para os nossos filhos e netos. Um forte abraço à todos, e ainda somos a única classe que ainda não se vendeu nesse país. Em 2009 Rumo ao nosso objetivo.


Atenciosamente! MARMOSILVA-RIO

3 comentários


Dandolo comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

09 de Jan. de 2009 às

Dandolo
Rothschild Brothers de Londres a uma firma de banqueiros de Nova York em 25 de junho de 1863 ?

Foi esse banqueiro inglês e os argentinos que mais lucraram com a Guerra do Paraguai. Os argentinos meteram a mão grande nas terras dos pobres paraguaios ... Devem ter levado 1/3 de seu território.
O Brasil é que se deu mal, perdendo boa parte de seus negros e ficando com uma dívida externa astronômica.
Graças a Guerra do Paraguai, o Brasil hoje é um país mais branco, caso contrário seria que nem a Bahia.


http://blogdofera.wordpress.com/2008/11/12/segundo-reinado/

Guerra
do Paraguai:

Para manter as comunicações e relações ecônomicas inter-provincias do norte/ centro-oeste com as do sul/ suldeste era vital para o Brasil a livre circulação pela Bacia Platina. O mesmo ocorria com o Paraguai (que não tem saida para o Oceano Atlântico), e mesmo ainda estar em conflito com o Paraguai pelas terras no MS, o Brasil sempre esteve apoiando o Paraguai, pois não queria que a Argentina completasse seu antigo sonho de reestabelecer o antigo vice-reino da platina (Paraguai, Uruguai e Argentina). Já era a favor de cobrança pelo uso da Bacia Platina, restava ao Uruguai pagar o pato. As questões politicas no Uruguai acirravam ainda mais as disputas entre Brasil e Argentina. O primeiro apoiava os Colorados, burgueses de Montevidéu que precisavam da livre circulação pelos rios da bacia platina para obter negócios, a seguna apoiava os Blancos, latifundiários produtores de chaque (concorrentes diretos com os gaúchos brasileiros). Além disso a Inglaterra (antes de romper laços com o Brasil) apoiava as ações do Brasil e muitas vezes eram os reais mandantes. Em 1851 o Brasil intervém pela primeira vez no Uruguai, na chamada Campanha contra Oribes, titando os Blancos do poder e dando o poder aos Colorados liderado por Fructuoso Ribeira, daí a Argentina passou a hostilizar Brasil e Paraguai, tinha inicio a Campanha contra Rosas da Argentina, em que o Brasil colocou no poder a oposição liderada pelo Gan. Justo Urqueza.

Desde sua independencia o Paraguai havia decidido voltar sua economia para o mercado interno, pois não tinha saida para nenhum oceano e mesmo com a Bacia Platina não tinha como crescer se baseando na economia ligada ao mercado externo. Em 1840 o Paraguai chegou a erradicar o analfabetismo e Francisco Solano Lopez, terceiro presidente paraguaio, percebeu que agora não havia mais como o Paraguai crescer sozinho e passou a arquitetar um plano para conseguir a sonhada saida para o Atlantico. Para começar sua politica do “Paraguai Maior”, Solano Lopez começa colocando no poder o Blanco Atanásio Aguirre, contrariando Brasil e Argentina que agora eram aliados aos Colorados e ainda avisou a eles que se intervissem estariam agredindo o Paraguai, eles ignoram o aviso de Solano Lopez e colocam no poder o Colorado Venâncio Flores achando que o Paraguai estava blefando ao afirmar que já tinha pronto 60.00 homens contra 24.000 dos aliados (18.000 do Brasil, 5.000 da Argentina e 1.000 do Uruguai). Solano Lopez aprisionou o navio brasileiro, o “Marquês de Olinda”, e invadiu o MT e MS após a exigencia de indenização do Brasil. Ele pediu que a Argentina deixasse suas tropas passarem para ele intervir novamente no Uruguai, os Argentinos se negaram é claro e Solano Lopez invadiu do mesmo jeito. Em 1º de maio se formava a Triplice Aliança (Brasil, Uruguai e Argentina -> não confunda com a Triplice Aliança da 1ª Guerra Mundial!) que juntos lutaram contra o Paraguai.

O Paraguai tinha na época da guerra cerca de 400 mil habitantes, e foram mobilizados quase 70 mil homens. O Brasil passou a obrigar o alistamento para todos jovens de a partir de 18 anos. Os primeiros volutários começaram a desertar e em São Paulo o presidente da provincia chegou a divulgar um recital onde capturou vários soldados. Os jovens se disfarçavam de mulher para furgi das guerras, D. Pedro II então percebeu qual seria a solução, incluir a maior parte da sua população na guerra: os escravos, e para isso precisava tocar nos donos deles, o alistamento de filhos de donos de escravos passou a ser obrigátorio tambem e no lugar deles o dono mandava vários escravos, e os que sobreviviam seriam alforriados. Daí o Paraguai passou a ser massacrado. 96% da população masculina estava morta, havia 1 homem para cada 80 mulheres. O governo teve que autorizar a poligamia e o pais derrotado voltou a ser analfabeto, pobre e dependente do mercado externo tendo 40% do seu territorio perdido na guerra. Quem mais se beneficiou com isso? Não, não foi Brasil, Argentina ou Uruguai, os três voltaram da guerra com dívidas enormes e o primeiro com soldados com cabeça republicanas e abolucionistas. O verdadeiro vencedor da guerra foi a Inglaterra que tratou de reatar com o Brasil durante a guerra. Mas lembre-se, a Inglaterra não foi a culpada da guerra, ela se aproveitou da situação e incentivou o começo dela.

aí em cima continua o segundo reinado


troia173 comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

10 de Jan. de 2009 às

troia173
Belíssimo artigo, amigo, realmente pouca coisa mudou quanto à forma, mas mudou profundamente quanto aos efeitos, antes localizados ou setoriais; hoje globalizados, devastadores. E há também a certeza de que os Bancos centrais socorrerão essas instituições nos momentos cruciais, por isso a cautela é substituída pela irresponsabilidade. Eles quebraram o mundo, meu amigo, a crise está apenas chegando.
Ainda assim, poderemos emergir do caos e assumirmos um lugar de destaque no mundo. Basta que nossos políticos pensem antes no coletivo, no amanhã e hajam com honestidade.
Nós estamos fazendo a nossa parte. É importante postarmos nossas ideias. Alguém as lerá e levará ao conhecimento de um Deputado, de um Senador, de um Ministro, do Presidente, talvez.
Deixes que nos chamem de visionários. Nós sabemos que o que estamos fazendo é o correto e que a omissão é um convite ao fracasso.
Felizmente, Marmo, o Portal se reforça com novos nomes, observes o dia de hoje.
Abraços.


picatu comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

11 de Jan. de 2009 às

picatu
Parabéns. Discorreu excelentemente sobre as mazelas que põe o Brasil e o mundo em combustão, em especial o dinheiro. Acho oportuno colocar um trecho da música "pão de cada dia de Gabriel pensador", elemento este que muitas vezes em relação a caserna é subversivo, porém fala sempre a verdade em suas composições literárias que mais se assemelham à obras de arte que músicas. P/ refletir:

"Refrão

E eu sou o dinheiro
Todos me amam todos me querem todos adoram sentir meu cheiro
Mas eu não sou democrático
Eu sou ingrato
Quem mais produz riqueza é quem tem menos na mesa
Que chato
Pra quem me controla a carne sobra no prato
Enquanto outros não me conhecem e comem rato
É fato real
Rato sem sal
Saiu no jornal
Eu sou imundo
Que tal?
Eu sou o grande culpado nesse mundo tão desigual
E gero o preconceito social: Quem me tem vive bem quem num tem passa mal (sera?)
Loto
Jogo do bicho
Cês sonham comigo o tempo inteiro
O capitalismo é que nem Silvio Santos (Oi Tudo por dinheiro!)
É que vocês pensam pequeno
Vocês são um bicho muito ingênuo
O que parece ser o antídoto pode ser o próprio veneno
E o que parece essencial talvez seja supérfulo
E o que cês sonham encontra lá longe tão perto!
A felicidade é uma muleta e vocês são todos mancos
Ela não cabe numa maleta
Não cabe no cofre
Não cabe em bancos
Qualquer que seja a profissão que você exerça
Não deixe que a sua (fixação) por Tio Patinhas lhe suba a cabeça
Vocês humanos estão cegos
Me supervalorizam demais
Cada vez mais
A cada segundo que passa
Deixam seu mundo em constante ameaça me pondo acima de Deus e o diabo
Desse jeito eu acabo com a sua raça."

Este Blogueiro NÃO permite que VISITANTES comentem nesta postagem.
Junte-se a nós ou Entre para comentar!