As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 31-07-2011. Acessado 1004 vezes.
Título da Postagem:COMO EVITAR NAS EMPRESAS DESUMANAS, O MASSACRE CONSENTIDO DOS RECURSOS HUMANOS?
Titular:Lewton Burity Verri
Nome de usuário:Lewton
Última alteração em 31-07-2011 @ 11:24 am
[ Avise alguém sobre este texto ]

COMO EVITAR NAS EMPRESAS DESUMANAS, O MASSACRE CONSENTIDO DOS RECURSOS HUMANOS?

TAGS: DEMISSÃO, MASSA, DESEMPREGO, TECNOLÓGICO, MASSACRE, MÃO-DE-OBRA, RECURSOS, HUMANOS, 3MU, RACIONALIZAÇÃO, PRODUÇÃO, ADMINISTRAÇÃO, AUTOMAÇÃO, ROBÓTICA, COMPUTADORES, SOFTWARES, HARDWARES, QUALIDADE, VIDA, PRODUTIVIDADE, QUALIDADE, ECONOMIA, REDUÇÃO, CUSTOS, LUCRATIVIDADE, TRABALHADOR, PÓS-MERCADO, INTERNET, PROCESSOS, 4M, 6M

PARECE QUE A MALDIÇÃO DO "DESEMPREGO TECNOLÓGICO" SE ABATEU SOBRE OS TRABALHADORES, ESTES SUBSTITUÍDOS PELAS MÁQUINAS, ROBÔS, AUTOMAÇÃO, COMPUTADORES E SOFTWARES.

DESDE O INÍCIO DA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL ISTO VEM ACONTECENDO, EM ESCALA NO MUNDO. A TECNOLOGIA AO INVÉS DE LIBERTAR O HOMEM, DO USO DA FORÇA E DE TAREFAS REPETITIVAS MONÓTONAS E DE BAIXO GRAU DE INTELECTUALIDADE, O ESTÁ APRISIONANDO NUM ÓCIO FORÇADO, QUE O CONDUZ AO AVILTAMENTO DE SUA DIGNIDADE. O FUTURO SERÁ BASTANTE TENEBROSO SE O PARADIGMA DOS LUCROS, E DA BUSCA DA PRODUTIVIDADE, CONTINUAR BASEANDO-SE EM RELAÇÃO PER CAPITA E MANTENDO-SE UMA CONTÍNUA E DRAMÁTICA AQUISIÇÃO SOMENTE DE NOVAS TECNOLOGIAS.

A TECNOLOGIA ESTÁ TORNANDO O HOMEM MENDIGO DA PROSPERIDADE. EMPRESAS A TÍTULO DE REESTRUTURAÇÃO E ELEVAÇÃO DE SUA PRODUTIVIDADE VÊM DEMITINDO EM MASSA, NEGOCIANDO MENOR JORNADA DE TRABALHO E MENORES SALÁRIOS PARA OS QUE FICAM. NÃO HÁ COMO FORMAR UMA CULTURA EVOLUCIONÁRIA LIGADA À QUALIDADE DE VIDA E À QUALIDADE TOTAL, ENQUANTO TAL AMEAÇA PAIRAR NO HORIZONTE. O TRABALHADOR NÃO SABE QUANDO SERÁ O SEU DIA FINAL DE TRABALHO. E QUANDO ESTE DIA VIER, QUAL SERÁ O SEU DESTINO SOCIAL E ECONÔMICO?

APATIA E DESÂNIMO SOBREVÊM DESTE DILEMA, A NOSSO VER, RESULTANTE DO APOUCAMENTO IRRESPONSÁVEL DO GOVERNO SOBRE O ASSUNTO E DOS ADMINISTRADORES QUE SE SERVEM DA REENGENHARIA E DA REESTRUTURAÇÃO PARA MELHORAR SUA EFICIÊNCIA, EM CURTO PRAZO, SÓ DEMITINDO AS PESSOAS.

CERCA DE 80% DOS INVESTIMENTOS NOS PAÍSES INDUSTRIALIZADOS, NA PRODUÇÃO, SE DESTINARAM À COMPRA DE TECNOLOGIA E 20% PARA ABERTURA DE NOVAS EMPRESAS E NOVOS NEGÓCIOS. TUDO EM NOME DA MAIOR PRODUTIVIDADE E DOS LUCROS.

MAS, O MERCADO ESTÁ "ENCOLHENDO" E JÁ SE FALA EM PÓS-MERCADO, APÓS O FATÍDICO SET/2008 – INÍCIO DA CRISE FINANCEIRA E O ESTOURO DE BOLHAS.

PARA QUEM AS EMPRESAS VENDERÃO SEUS PRODUTOS, JÁ QUE A MASSA DE DESEMPREGADOS AUMENTA, DIMINUI O PODER AQUISITIVO DOS CONSUMIDORES E O PESSOAL EMPREGADO, COM MENORES SALÁRIOS, COMEÇA A POUPAR PARA MINIMIZAR AS AGRURAS DO SEU POSSÍVEL DESEMPREGO?

O MERCADO MUNDIAL ESTÁ CRESCENDO “VEGETATIVAMENTE” EM FUNÇÃO DAS POPULAÇÕES EM QUE “NASCE UM, PARA UM QUE MORRE” – SÓ NA REPOSIÇÃO HUMANA. NOS PAÍSES ABAIXO DA ZONA DE CONSUMO EM MASSA, COM RENDA PER CAPITA ABAIXO DE US$ 5.000 / HABITANTE, A QUALIDADE DE VIDA VEM CAINDO EM FUNÇÃO DO CRESCIMENTO POPULACIONAL QUE FAZ PRESSÃO SOBRE A PRODUÇÃO, SERVIÇOS E NECESSIDADES, SEM RECIPROCIDADE DE INDUSTRIALIZAÇÃO PARA MELHORIA DO BEM ESTAR, DO CONFORTO, DO LAZER E DA SEGURANÇA SOCIOECONÔMICA.

EXISTEM SÉRIAS ANOMALIAS NO ENTENDIMENTO DO CONCEITO MODERNO DE PRODUTIVIDADE. VEMOS MUITOS EMPRESÁRIOS E ADMINISTRADORES A RACIONALIZAR CUSTOS APENAS COM CORTE DE PESSOAL, PARA MELHORAR SUA PRODUTIVIDADE.

PARA CADA 1 MILHÃO DE DESEMPREGADOS, SE CORRESPONDE CERCA DE US$ 5 BILHÕES A US$10 BILHÕES, QUE DEIXAM DE CIRCULAR NO MERCADO E CERCA DE 4 A 6 MILHÕES DE CONSUMIDORES INDIRETOS AFETADOS, NO ANO. E OS RESSENTIMENTOS DESENCADEADOS NA CADEIA DOS AFETADOS PELO DESEMPREGO? MUITOS DEIXAM DE SER CONSUMIDORES E MUITOS CAEM DE FAIXA DE CONSUMO, INVIABILIZANDO A COMERCIALIZAÇÃO, DE PRODUTOS DE ALTO E MÉDIO VALOR TECNOLÓGICO AGREGADO.

QUANDO AS "BOLHAS DE CONSUMO" CESSAREM, MUITAS EMPRESAS TERÃO PROBLEMAS DE COMERCIALIZAÇÃO E EM CONSEQUÊNCIA DE PRODUÇÃO. O COLAPSO DO CRÉDITO ESTÁ SE ABATENDO SOBRE O CONSUMO. TEM FAMÍLIAS ENDIVIDADAS, COM 2 A 5 RENDAS FAMILIARES, NUMA MASSA ACIMA DE QUASE 50% ...

NO BRASIL OS NOVOS POSTOS DE TRABALHO SÃO “POSTOS CHINFRINS”, QUE REQUEREM BAIXO PADRÃO DE PERFIL PROFISSIONAL – ESTÁ QUASE SE DESINDUSTRIALIZANDO: SÓ EXPORTANDO AREIA (MINERAIS DIVERSOS), ESSÊNCIAS, ÓLEOS, PEDREGOSOS (MINÉRIOS), ÁGUA ... AS VELHAS “COMMODITIES” – SEM GRAU DE TECNOLOGIA AGREGADA.

TEMOS UM ENTENDIMENTO DIVERSO DO QUE OS CONSULTORES, DE ENTÃO, VÊM PASSANDO PARA AS EMPRESAS TOMADORAS DOS SEUS SERVIÇOS. USAREMOS UM EXEMPLO SEMELHANTE À VERDADE, MUITO PRÓXIMO DOS DADOS DE UMA GRANDE USINA SIDERÚRGICA BRASILEIRA.

              USINA SIDERÚRGICA ALPHA – Em fins dos anos 1990

ITEM

VALOR

- Faturamento com as Vendas/Ano

- US$ 2,53 Bilhões

- Lucro Legal

- US$ 260 milhões

- Capital de Giro

- US$ 220 milhões

- N° de Empregados

- 12.500

- Vendas por Empregado

- US$ 192 mil

              NOTA: DADOS REAIS DO PERÍODO DE ANÁLISE.

OS DADOS LEVANTADOS ACIMA NOS PERMITEM SUPOR CERTAS CONSIDERAÇÕES DE GASTOS E PARTIÇÕES DA RECEITA BRUTA COM AS VENDAS ANUAIS.

É UM EXEMPLO SINGELO, QUE PRETENDEMOS UTILIZAR, PARA MOSTRAR QUE O CORTE DE PESSOAL É O MENOS DIFÍCIL, O MAIS VISÍVEL E O MAIS PERIGOSO (PODE LEVAR A PERDA DA "MASSA CRÍTICA" DO DOMÍNIO TECNOLÓGICO DOS PROCESSOS).

SUPONDO QUE OS ADMINISTRADORES DA “USINA ALPHA” QUEIRAM AUMENTAR A PRODUTIVIDADE, E DEMITAM 2.500 FUNCIONÁRIOS (REDUÇÃO DE 20% NO EFETIVO OU 2% NOS CUSTOS EMPRESARIAIS), RESULTARÁ NUMA ECONOMIA DE US$ 50 MILHÕES E AS VENDAS, POR EMPREGADO, SUBIRIAM PARA US$ 250 MIL, OU UM AUMENTO DE 30%, QUE PODE VIRAR NO "UFANISMO DO AUMENTO DE LUCROS."

SABE-SE HOJE QUE CERCA DE 20 A 40% DO MONTANTE DAS VENDAS ANUAIS, DAS EMPRESAS OCIDENTAIS, CORRESPONDEM A DESPERDÍCIOS RELACIONADOS AO MÉTODO E A SUA MÁ SICRONICIDADE COM O USO DAS MÁQUINAS (VAMOS DESCONSIDERAR OUTROS RELACIONADOS À PERDA DO DOMÍNIO TECNOLÓGICO DOS PROCESSOS, BAIXO ÍNDICE DE TREINAMENTO DO PESSOAL, SOBRESSALENTES E MATÉRIAS PRIMAS INADEQUADAS). TAL FAIXA PERCENTUAL CORRESPONDERIA AO ENCONTRO E SOLUÇÃO DE PROBLEMAS RELACIONADOS AO DESPERDÍCIO (FALTA DE SICRONICIDADE ENTRE O MÉTODO E A MÁQUINA), NO MONTANTE DE US$ 500 MILHÕES A US$ 1 BILHÃO.

MALGRADO A ACEITAÇÃO DO CORTE DE PESSOAL, COMO RACIONALIZAÇÃO DE CUSTOS, VEMOS QUE A DINÂMICA DE SOLUÇÃO DE PROBLEMAS, COM TÉCNICA E ENGENHARIA, DEMANDA ECONOMIAS, OU PARTE DE LUCROS, NO VALOR DE 10 A 20 VEZES AS ECONOMIAS FEITAS COM CORTE DE PESSOAL. ISTO, OS ADMINISTRADORES ESTÃO DEIXANDO DE FAZER, MUITOS ESTÃO MAL ORIENTADOS E MAL ASSESSORADOS.

O CORTE DE PESSOAL É AÇÃO DE CURTO PRAZO. A DINÂMICA DE SOLUÇÃO DE PROBLEMAS, RELACIONADOS AO DESPERDÍCIO, É AÇÃO DE MÉDIO E LONGO PRAZO. SE ESTE PARADIGMA NÃO FOR ENTENDIDO E ACEITO (E PRATICADO) AS EMPRESAS FICARÃO SEM MERCADO, OS ACIONISTAS FICARÃO COM MENOS LUCROS E O TRABALHADOR SEM EMPREGO, MAIS AINDA.

REMONTANDO A PARTIÇÃO DA RECEITA ANUAL, TEMOS O SEGUINTE PARA O EXEMPLO DE “USINA ALPHA”:

 

ITEM

VALOR – US$

milhões

%

OBSERVAÇÃO

1 - Lucro Legal;

US$ 260

10,3

==================

2 - Capital de giro;

US$ 220

8,7

==================

3 – Fornecedores: matérias primas e insumos – 3MU;

US$ 800

32,0

Economias desprezadas para redução de custos

4 – Pessoal: efetivo de 12.500;

US$ 250

10,0

Economias atuais para redução de custos

- SUB-TOTAL = 1+2+3+4

US$ 1.530

61,0

==================

5- Outros itens: manutenção, P&D + desperdícios 3MU;

US$ 1.000

39,0

Economias desprezadas para redução de custos

RECEITA = 1+2+3+4+5

US$ 2.530

100,0

Faturamento Anual

JÁ QUE AS RELAÇÕES DE PRODUTIVIDADE/EMPREGADO HOJE SE REFEREM A ITEM PER CAPITA, E COMO A PARTICIPAÇÃO PER CAPITA VEM CAINDO (É DE10% NA USINA ALPHA) ASTRONOMICAMENTE, EM RELAÇÃO ÀS MÁQUINAS, E SEU GRAU DE TECNOLOGIA, POR QUE NÃO FAZER RELAÇÃO DE PRODUTIVIDADE DO TIPO: NÚMERO DE PEÇAS POR GRUPO DE PROCESSOS AUTOMATIZADOS, NÚMERO DE PRODUTOS POR PROCESSO AUTOMÁTICO? OU CARACTERIZAR UM ÍNDICE DE AUTOMAÇÃO QUE ESTABELEÇA O GRAU DA TECNOLOGIA INSTALADA E SE FAZER OUTRAS RELAÇÕES DO TIPO: NÚMERO DE PRODUTOS POR GRAU DE AUTOMAÇÃO, ETC?

O MASSACRE DOS RECURSOS HUMANOS É ALGO CONSENTIDO E TESTEMUNHADO GLOBALMENTE. UMA VEZ QUE O SER HUMANO É PARTICIPAÇÃO REDUZIDA, DIANTE DA TECNOLOGIA, AS MEDIDAS DE EFICIÊNCIA DEVERIAM SER FEITAS ENTRE RESULTADOS E O GRAU DE AUTOMAÇÃO DA TECNOLOGIA (E SEU PORTE EM CAPITAL INVESTIDO).

OS TECNÓLOGOS PODERIAM CRIAR UMA CLASSIFICAÇÃO COM BASE CIENTÍFICA QUE PUDESSE, INDIRETAMENTE, RELACIONAR O GRAU TECH DOS PROCESSOS INSTALADOS E À MÃO-DE-OBRA, COMO EXEMPLO:

 

Grau tech dos processos da empresa

Participação da mão de obra nos custos de fabricação

Participação dos outros custos nos custos de fabricação

Low

21 a 70%

30 a 79%

Normal

7 a 20%

80 a 93%

High

Abaixo de 7%

94 a 100%

SABEMOS QUE AS EMPRESAS, A MEDIDA QUE FAZEM CRESCER SEU GRAU TECH, PASSAM A "HERDAR" OUTROS PROBLEMAS DE ALTA GRAVIDADE, TAIS COMO; CONFIABILIDADE DA TECNOLOGIA E SEU CICLO DE VIDA, MAIOR CARGA HORÁRIA DE TREINAMENTO DO PESSOAL EMPREGADO, MENOR TURNOVER PARA "RETER O DOMÍNIO TECNOLÓGICO", MAIOR COMPLEXIDADE COM FORNECEDORES, CURVA DE APRENDIZADO MAIS LENTA, MAIOR DEPENDÊNCIA DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA EXTERNA, MAIORES CUSTOS RELACIONADOS AO VALOR AGREGADO DA TECNOLOGIA E SUA MANUTENÇÃO FUNCIONAL ETC. PROBLEMAS ESTES SEM MEDIDA DE OCORRÊNCIAS TÍPICAS, NAS EMPRESAS, PELA AUSÊNCIA DE MECANISMOS DE CONTROLE E CONTÁBEIS ORIENTADOS PARA DETECTAR O EFEITO DESTAS ANOMALIAS NOS CUSTOS.

TEMOS, NOS PAÍSES INDUSTRIALIZADOS, UMA ORGIA DE GASTOS E INVESTIMENTOS EM TECNOLOGIA NA ÂNSIA DE MAIORES LUCROS E MAIORES PRODUTIVIDADES, MAS ABANDONAM O POBRE SER HUMANO.

CADA VEZ QUE O MERCADO ENCOLHE OS PREÇOS TERÃO QUE CAIR EM PROPORÇÃO E, ASSIM, QUEM IRÁ RACIONALIZAR PARA MENORES CUSTOS, A TECNOLOGIA INSTALADA E APERFEIÇOAR TECNOLOGIAS TRADICIONAIS? OU CRIAR NOVAS TECNOLOGIAS COM A "VIVÊNCIA NA TECNOLOGIA MATRIZ"? A TECNOLOGIA POSSUI UMA GENEALOGIA, DE QUE O GRAU TECH ANTERIOR É SUPORTE DO GRAU TECH ATUAL. MENOS SERES HUMANOS VIVENCIANDO OS PROCESSOS TECNOLÓGICOS MENOR SERÁ A ESCALA DE DIFUSÃO DA TECNOLOGIA, E SEU APROVEITAMENTO, E MENORES SERÃO OS ÍNDICES DE INOVAÇÕES GERADAS PELA DINÂMICA DE SOLUÇÃO DE PROBLEMAS (MENOS SINERGIA NUM DADO INTERVALO DE TEMPO E LOCAL).

PARECE QUE O MASSACRE ESTÁ EM ANDAMENTO, COM A REDUÇÃO PERMANENTE DO PADRÃO DO PERFIL PROFISSIONAL DO TRABALHADOR, MUITO PIOR DO QUE O MODO PRATICADO NAS GUERRAS DA HUMANIDADE. OS HOMENS DAS GOVERNANÇAS, AINDA, POUCO AMAM O PRÓXIMO – COLAPSO TÉCNICO, CIENTÍFICO E MORAL – PRINCIPALMENTE NO BRASIL.

COMO EVITAR AS EMPRESAS DESUMANAS?

ENGº LEWTON BURITY VERRI

CREA 74-1-01852-8 UFF – RJ

COPYRIGHT © 2000 - ENGº LEWTON BURITY VERRI




Bookmark and Share
Outas colaborações de Lewton
Veja Mais
Perfil de Lewton
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!