As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 31-10-2014. Acessado 1060 vezes.
Título da Postagem:Cegos que seguem cegos cairão no abismo, para lá vai o Brasil
Titular:Lewton Burity Verri
Nome de usuário:Lewton
Última alteração em 31-10-2014 @ 08:21 pm
[ Avise alguém sobre este texto ]

Tags: eleições 2014, Dilma, PT, ordem, progresso, evolução civilizatória, IDH, GINI

 Cegos que seguem cegos cairão no abismo, para lá vai o Brasil

No Velho Testamento temos a sabedoria de OSÉIAS 4:6 - "O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento. Porquanto rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos".

O conhecimento sempre foi tido como luz e iluminação. E seu domínio exige um longo curso, com as melhores aptidões morais. O surpreendente é que sem ele não há sabedoria. Imperam as trevas e a escuridão - ambos sinônimos de "apagão". E ignorantes são cegos. E cegos que seguem cegos cairão no abismo (Jesus Cristo). E abismo é outro sinônimo de "apagão"...

Sem educação, sem livros e sem conhecimentos vive-se a destruição progressiva, pela falta de criação, inovação, invenção, atualização, modernização, eficiência, desempenho, pela ausência da capacidade de solução de problemas e de resoluções racionais e deliberações econômicas.

O Brasil está em plena desventura por falta de conhecimentos, não só vindos da educação altamente eficiente. Mas, da falta da aculturação das boas práticas que nos levam a bem aventurança.

Por meia geração, de vida civilizatória, o país não conheceu os bons princípios morais e administrativos, desde o ano fatídico ano 2003.

E por Jesus ter dito: - Bem aventurados os brandos e pacíficos, pois herdarão a terra. Em verdade os brasileiros irão herdar a exacerbação das abominações e crimes das governanças dos Césares rejeitados por Deus, como textualizados na Bíblia Sagrada.

E todos os brandos e pacíficos são vistos como bobos, aqueles compassivos que oferecem a outra face toda vez que são esmurrados. E os bobos herdarão a terra Brasil? Bobos ou os preguiçosos? Bobos ou os vadios? Bobos ou os ramos da Árvore da Vida que se negam produzir seus frutos?

Seria justo que os brandos e pacíficos vistos como bobos venham a herdar a terra com todas essas abominações e crimes? Terão direito pelo seu comportamento reto e plano de herdar a terra realmente higienizada e regenerada?

Não faz sentido aceitar de bobeira esta terra como está e com quem está. Então, virá o Apocalipse para 'separar o joio do trigo'? E o joio são os espertos e o trigo são os bobos?

Teólogos e Psiquiatras comentam que é fonte de depressão se o ser tiver apenas a escolha do esbulho, do atalho, da degeneração social e pessoal.

A ignorância e o analfabetismo são micro pesos na balança da evolução civilizatória, que ajudam a pender o coletivo para o lado da escuridão.

A ignorância e o analfabetismo são nefastos uma vez que o caminho certo é ignorado, não só pelo raciocínio minguado, mas pela insuficiência cognitiva.

É mais fácil aparecer pela via da degradação do que pela via da gradação, do crescimento material e espiritual, num conjunto humano debilitado de noções úteis.

Para o que tais pessoas tomadas por todo tipo de analfabetismo, sem importar suas raças, credos, regionalidade, posição social são úteis?

A divisão construída pelo hediondo Partido Petista, neste estilo de promover insurgências bombásticas, de destruição e de auto destruição não só exacerba o lado azul contra o lado vermelho. Mas, provoca um impacto de uma realidade entre regiões mais indignante naquela com menos ignorância e menos analfabetismo.

E causou, também, uma espécie de impacto reverso, colocado no banco do preconceito, e reivindicando punição a livre expressão dos eleitores indignados, do que se denomina pejorativamente, como Sul Maravilha.

Uma árvore leva em média 20 anos para ter um belo dossel frondeado. E pessoas e instituições inúteis, como lenhadores predadores, a derrubam em minutos uma obra qualquer.

O mapa atual da divisão do Brasil em AZUIS e VERMELHOS apenas confirma a manutenção de uma civilização recessiva, que optou pela permanência das DORES, EXPIAÇÕES, SOFRIMENTOS E MORTES, como condição de vida aculturada, como Padrão Normal na escala evolucionária humana, com seu PIB baixo, IDH baixo, GINI desfavorável à igualdade, MAZELAMENTOS decorrentes da falta da educação e escolaridade, da criminalidade e da violência.

A votação a favor de Dilma e do Petismo é uma ASSINATURA de confissão, de que o Padrão Normal na escala evolucionária humana de tais locais, e regiões, se alojou absurdamente no DNA dos sofredores, oprimidos, mazelados e ignorantes.

Destruir é fácil, até a natureza nos mostra como destruir. Num dia, numa hora, num minuto. Mas leva milhões de anos para estabilizar um projeto seu, com toda funcionalidade, utilidade e objetividade.

E como homem, também é natureza, criatura da obra do criador, em imagem e semelhança a ele, deveria escolher caminhos menos bizarros (pelo menos).

O mais coerente com a glória de DEUS seria que os homens fossem como a natureza, na sua operatividade engenhosa das construções e das gradações - com funcionalidade, utilidade e objetividade.

Então, nestas vias nefastas e macabras, pessoas com todo tipo de analfabetismo funcional, se tornam inúteis e se igualam às maiores bestas de todos os milênios... Restam ainda bestas, mas hoje já são todas aquelas pessoas e instituições que colaboram com o apocalipse civilizatório.

O fim do Brasil está próximo? As escolhas dos eleitores que prestigiaram Dilma e o PT entram em contradição com o estado de direito, mostram escolher leis de coação e domínio.

A política e a ação partidária em todo o Brasil têm sido permissivas e degeneradas pela politização de fatos bizarros, moralmente inaceitáveis, pela exacerbação da degradação social, humana, econômica, educacional e ambiental. O modelo de administração de estados está esgotado e sem saída, pelo seu modo de operar e de se fazer funcionar em moto-contínuo de autodestruições.

Embora as escolhas sejam livres, existem pressões das governanças, por meio de propagandas e publicidades enganosas e abusivas, que fazem o ignorante e analfabeto funcional, com sua limitação discernitiva a votar em partidos tendentes ao crime e a leviandade política.

E o que as regiões brasileiras escolheram por meio do seu voto “nada livre e sem discernimentos”? Escolheram a permanência da leviandade e do crime, com sua administração temerária e perdulária. E é possível que os administradores levem empresas à falência? É possível que os administradores sejam gastadores perdulários e omissos em suas obrigações? É justo que os administradores utilizem a empresa como casa de quadrilhas e bandoleiros? Teriam os administradores permissão dos proprietários da empresa para produzirem perdas irreparáveis em produtividade, qualidade, economia, segurança e patrimônio? É viável que os administradores deixem as empresas “inchadas” com excesso de pessoal e burocracias? É moralmente suportável que os administradores sejam corruptos e meliantes em suas ações?

Por que o Poder Executivo do país, com sua administração pública, pode cometer todas estas bizarras exceções contrárias a Administração Científica?

As perdas são astronômicas em todas as questões de RESULTADOS e suas medidas tecnicamente corretas: perdas irreparáveis em produtividade, qualidade, economia, segurança, ambiente e patrimônio.

As escolhas são EQUIVOCADAS, nas campanhas eleitorais, com administradores do executivo e "fiscalizadores" do legislativo, na grande maioria com má fé, baixa qualificação, ignorância e dúbios princípios morais.

Escolheram aquelas lideranças das peruadas, denuncismos, perseguições, casuísmos, 2 pesos e 2 medidas, calúnias, caos, líderes “exóticos”, chefes incendiários, malandros trapaceiros, omissão e falta de educação & treinamento, com favoritismos e sem liderança positiva.

Escolheram o sistema político subversivo ao estado democrático, o sistema recessivo Petista que retém a evolução civilizatória brasileira, com seus precários processos e procedimentos administrativos.

Somos mau/mal governados e sofremos à amplificação da exclusão e da permanência de calamidades recorrentes: sociais, educacionais, da saúde, da infraestrutura, da segurança pública e etc. Agora aceleradas pelo aquecimento global e o recrudescimento da explosão demográfica. 

Os bolsões de exclusões vão aumentado já que a produção e controle dos recursos materiais, energéticos, hídricos, financeiros e ambientais não acompanham o crescimento demográfico, em que a realidade acumulativa de males e perdas, se sobrepõem acima de qualquer propaganda e/ou publicidades sobre evolução, harmonia e bons resultados.  

A maior perda é a do Tempo Civilizatório. Se na Administração Capitalista, TEMPO É DINHEIRO, na Administração Pública, TEMPO É DISFUNÇÃO RECORRENTE, DOR, EXPIAÇÃO, SOFRIMENTOS E MORTES...

Ao escolher Dilma e seu partido PT os ignorantes e analfabetos funcionais entram em contradição com o estado de direito. Se o PT viola a constituição, e se marginaliza em qualquer código de organização técnica, social e econômica, defecando sobre as leis, como se podem acreditar que sua administração precária de 12 anos, e suas leis arbitrárias, irão criar o aumento da Paz, da Saúde e da Prosperidade?

A votação a favor de Dilma e do Petismo é uma ASSINATURA de confissão de que o Padrão Normal na escala evolucionária humana, de tais locais e regiões, se alojou absurdamente no DNA dos sofredores, oprimidos, mazelados e ignorantes.

Segundo Jesus: - os ignorantes não sabem o que fazem (não sabem escolher o caminho do bem civilizatório). E cegos (ignorantes) são conduzidos por cegos (da verdade e da justiça) para os abismos e fossas trevosas (DORES, EXPIAÇÕES, SOFRIMENTOS E MORTES).

E foi isto que provocou o tal impacto de realidade, no pejorativo Sul Maravilha, diante de uma CONFISSÃO despropositada de uma legião de anjos deserdados da luz, e do discernimento, entre o que é abominável e o que é a evolução leve e suave de uma dada região ou localidade do Brasil.

Abraços,

Lewton




Bookmark and Share
Outas colaborações de Lewton
Veja Mais
Perfil de Lewton
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!