Os Generais em Brassilia e Elles Sabiam de Tudo | Blog Grifão | Portal Militar

Blog Grifão

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Fato Relevante

Os Generais em Brassilia e Elles Sabiam de Tudo

Publicado em 25 de Out. de 2014


2198 Visualizações


ELES SABIAM DE TUDO

 

 

Petrobras

Youssef: “O Planalto sabia de tudo!” Delegado: “Quem do Planalto?” Youssef: “Lula e Dilma”

O doleiro Alberto Youssef afirma em depoimento à Polícia Federal que o ex e a atual presidente da República não só conheciam como também usavam o esquema de corrupção na Petrobras

Robson Bonin
EM VÍDEO - As declarações de Youssef sobre Lula e Dilma foram prestadas na presença de um delegado, um procurador da República e do advogado
EM VÍDEO - As declarações de Youssef sobre Lula e Dilma foram prestadas na presença de um delegado, um procurador da República e do advogado (Ilustração Lézio Jr./VEJA)
A Carta ao Leitor desta edição termina com uma observação altamente relevante a respeito do dever jornalístico de publicar a reportagem a seguir às vésperas da votação em segundo turno das eleições presidenciais: “Basta imaginar a temeridade que seria não publicá-la para avaliar a gravidade e a necessidade do cumprimento desse dever”. VEJA não publica reportagens com a intenção de diminuir ou aumentar as chances de vitória desse ou daquele candidato. VEJA publica fatos com o objetivo de aumentar o grau de informação de seus leitores sobre eventos relevantes, que, como se sabe, não escolhem o momento para acontecer. Os episódios narrados nesta reportagem foram relatados por seu autor, o doleiro Alberto Youssef, e anexados a seu processo de delação premiada. Cedo ou tarde os depoimentos de Youssef virão a público em seu trajeto na Justiça rumo ao Supremo Tribunal Federal (STF), foro adequado para o julgamento de parlamentares e autoridades citados por ele e contra os quais garantiu às autoridades ter provas. Só então se poderá ter certeza jurídica de que as pessoas acusadas são ou não culpadas.
Na última terça-feira, o doleiro Alberto Youssef entrou na sala de interrogatórios da Polícia Federal em Curitiba para prestar mais um depoimento em seu processo de delação premiada. Como faz desde o dia 29 de setembro, sentou-se ao lado de seu advogado, colocou os braços sobre a mesa, olhou para a câmera posicionada à sua frente e se pôs à disposição das autoridades para contar tudo o que fez, viu e ouviu enquanto comandou um esquema de lavagem de dinheiro suspeito de movimentar 10 bilhões de reais. A temporada na cadeia produziu mudanças profundas em Youssef. Encarcerado des­de março, o doleiro está bem mais magro, tem o rosto pálido, a cabeça raspada e não cultiva mais a barba. O estado de espírito também é outro. Antes afeito às sombras e ao silêncio, Youssef mostra desassombro para denunciar, apontar e distribuir responsabilidades na camarilha que assaltou durante quase uma década os cofres da Petrobras. Com a autoridade de quem atuava como o banco clandestino do esquema, ele adicionou novos personagens à trama criminosa, que agora atinge o topo da República.
Comparsa de Youssef na pilhagem da maior empresa brasileira, o ex-diretor Paulo Roberto Costa já declarara aos policiais e procuradores que nos governos do PT a estatal foi usada para financiar as campanhas do partido e comprar a fidelidade de legendas aliadas. Parte da lista de corrompidos já veio a público. Faltava clarear o lado dos corruptores. Na ter­ça-feira, Youssef apre­sentou o pon­­to até agora mais “estarrecedor” — para usar uma expressão cara à pre­sidente Dilma Rous­seff — de sua delação premiada. Perguntado sobre o nível de comprometimento de autoridades no esquema de corrupção na Petrobras, o doleiro foi taxativo:
— O Planalto sabia de tudo!
— Mas quem no Planalto? — perguntou o delegado.
— Lula e Dilma — respondeu o doleiro.
Para conseguir os benefícios de um acordo de delação premiada, o criminoso atrai para si o ônus da prova. É de seu interesse, portanto, que não falsifique os fatos. Essa é a regra que Yous­sef aceitou. O doleiro não apresentou — e nem lhe foram pedidas — provas do que disse. Por enquanto, nesta fase do processo, o que mais interessa aos delegados é ter certeza de que o de­poente atuou diretamente ou pelo menos presenciou ilegalidades. Ou seja, querem estar certos de que não lidam com um fabulador ou alguém interessado apenas em ganhar tempo for­necendo pistas falsas e fazendo acu­sações ao léu. Youssef está se saindo bem e, a exemplo do que se passou com Paulo Roberto Costa, o ex-diretor da Petrobras, tudo indica que seu processo de delação premiada será homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Na semana passada, ele aumentou de cerca de trinta para cinquenta o número de políticos e autoridades que se valiam da corrupção na Petrobras para financiar suas campanhas eleitorais. Aos investigadores, Youssef detalhou seu papel de caixa do esquema, sua rotina de visitas aos gabinetes poderosos no Executivo e no Legislativo para tratar, em bom português, das operações de lavagem de dinheiro sujo obtido em transações tenebrosas na estatal. Cabia a ele expatriar e trazer de volta o dinheiro quando os envolvidos precisassem.
Uma vez feito o acordo, Youssef terá de entregar o que prometeu na fa­se atual da investigação. Ele já con­tou que pagava em nome do PT mesadas de 100 000 a 150 000 reais a ­parlamentares aliados ao partido no Congresso. Citou nominalmente a ex-mi­nistra da Casa Civil Gleisi Hoff­mann, a quem ele teria repassado 1 mi­lhão de reais em 2010. Youssef disse que o dinheiro foi entregue em um shopping de Curitiba. A senadora ne­gou ter sido beneficiada.
Entre as muitas outras histórias consideradas convincentes pelos investigadores e que
 

http://acordatapuia.blogspot.com.br/

 

P.S. NOTÍCIA QUENTE:

SEGUNDO NOTÍCIA QUE AINDA PRECISA SER CONFIRMADA, GENERAIS LOTAM HOTÉIS EM BRASÍLIA. PERGUNTO COM QUE FINALIDADE...

5 comentários


Paulo

25 de Out. de 2014 às 14:55

Paulo
Estamos vivendo um momento em que qualquer bandido e safado acusa o outro sem nenhuma prova e pronto. Alguém vira um condenado.

 

 
EJoseA comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

25 de Out. de 2014 às 15:13

EJoseA
Senhor Paulo: interessante seu argumento, que pode ser aplicado a Lulla, Dilma, Jos Sarney, Fernando Collor de Mello quando acusaram outros; inclusive Lulla especialmente que j acusou muita gente. Sei no, senhor Paulo, mas atirar pedra para os altos, pode ser um pssimo negcio pois at pode cair na cabea de quem a jogou. Tem gente que duvida que Cristovo Colombo tenha descoberto a Amrica, o que leva-me queles tempos em que acreditavam que a Terra era plana, e quem afirmasse que era esfrica corria o risco de morrer em mos de padres, sendo considerado hertico. E aquele mdico que denunciou que a febre puerperal -que matava 8 entre dez mulheres que davam luz- e que foi ferozmente perseguido por outros mdicos, tendo morrido pobre e em um hospcio, o que me faz retornar aos nossos tempos quando manifestantes do PT indignados com a reportagem denncia, atacaram a sede da Editora Abril. Falar a verdade em tempos de ditadura comunista/brasileira pode ser perigoso.

 

 
paranaense comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

25 de Out. de 2014 às 15:59

paranaense
Meu caro Paulo! Sempre existe ovelha negra, no meio do rebanho. O que ocorreu em 1964, comprova a minha afirmativa. Forte abrao!


natking comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

25 de Out. de 2014 às 16:40

natking
Qualquer brasileiro(a) com um mínimo de inteligência sabe que Lula e Dilma estão por trás de toda sujeira que apodrece Brasília. Tudo passa pelo crivo deles. Nada acontece sem o conhecimento e autorização do Lula e da sua Presidenta Dilma. Lula era cacoete na época do regime militar(mais liso que quiabo) e Dilma era guerrilheira, assaltou banco, etc só bobo para inocentar uma dupla dessas. Mafiosos e traficantes que agem assim: Os chefes usam as pessoas para seus intentos malignos e quando essas pessoas são pegas, os chefes os abandonam e ainda intimidam caso resolvam falar. Os delatores estão confessando o crime e dando nomes ao boi. Quem não deve não teme. Porém, Dilma e Lula temem porque estão sendo denunciados por causa das perdas na Petrobrás até nos EUA. E, lá o processo e a punição vem rápida.

 

 
EJoseA comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

25 de Out. de 2014 às 17:06

EJoseA
Senhor Natking, agradeo seu comentrio, preciso.

 

 
Ana De Campinas

26 de Out. de 2014 às 16:12

Ana De Campinas
Se eles, Dilma e Lula, no sabiam de nada, pior ainda, porque significa que no trabalharam. Na China, eles j teriam sido fuzilados por omisso.


Sidinei

25 de Out. de 2014 às 17:07

Sidinei
Ainda duvidam que os dois não sabiam de nada???? mas que presidentes seriam eles afinal???


etaperneta comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

25 de Out. de 2014 às 21:31

etaperneta
Caro amigo José. // Se os generais estão lotando hotéis em Brasília, com milhares de quartéis a inteira disposição deles por todo o território nacional, o único motivo justo para isso seria reinvindicar aumento do teto dos cartões corporativos. Diga Não ao socialismo/petista-comunista incrustado no governo, nas Forças Armadas e a seus apoiadores. Vote AÉCIO 45 etaperneta

 

 
EJoseA comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

25 de Out. de 2014 às 22:06

EJoseA
Senhor etaperneta: coisa boa ser chamado de amigo, o que agradeo. Preciso proceder um adento ao P.S. sobre os Generais, pois no correio t t havia tambm sido...Generais e outros altos oficiais...


tinoco comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

26 de Out. de 2014 às 12:02

tinoco
Resumindo vai dar em alguma coisa ? acredito que não pois se tivesse que da já teria dado, então volto a dizer isto e papo pra boi dormi.

 

 
EJoseA comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

26 de Out. de 2014 às 12:47

EJoseA
Senhor Tinoco: Aprecio imenso leitura, especialmente reas tcnicas, uma delas registros histricos de eventos humanos, pois considero a Histria do Homem, uma rea altamente tcnica; mas continuando, tenho aprendido algumas coisas lendo de acontecimentos quase cataclsmicos que vieram se dando ao longo do tempo, especialmente alguns ligados IIGuerra Mundial. Um dos livros, por sinal publicado pela Biblioteca do Exrcito, sobre o Lorde da Guerra Winston Churchill, que muitas vezes se viu diante de situaoes onde poderia estar o ponto de viragem da guerra, seja a favor ou contra, um deles a caada ao Bismarck e sugiro que j no leiu o livro, que o leia (por suas opinies, penso que no leu) para perceber que alguns eventos seguem curso que esto fora do nosso alcance de compreenso, os quais minha certeza que so produto de interveno DIVINA, de DEUS O SUPREMO ARQUITETO. E nos momentos que vivemos, os acontecimentos em Ucrnia, a formao do ISIL (EI) tambm conhecido como Exrcito Islmico, sugiro que esto fortemente entrelaados, cujos resultados so ainda imponderveis para a maioria da populao brasileira e mundial e cujo desenlace est nas mos de em quem confio, nas mos de DEUS O SUPREMO ARQUITETO.


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )