Militares vão tomar outra rasteira do Governo Federal | Blog Luis R EB | Portal Militar

Blog Luis R EB

Perfil do luisreb
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Fato Relevante

Militares vão tomar outra rasteira do Governo Federal

Publicado em 10 de Dez. de 2017


2838 Visualizações


Governo Federal prepara uma rasteira para os Civis e para os Militares das Forças Armadas, Forças Auxiliares e Guardas Municipais.

 

PEC 287 que está na tramitando na CCJ que se for aprovada em Plenário vai prejudicar militares em caso de doença, em caso de invalidez jamais terá 100% do valor da aposentadoria terá 51% na média, caso de falecimento do marido militar a viúva só receberá 50% na pensão por morte que será equiparada a pensão por invalidez! não será possível a viúva receber a pensão pela aposentadoria dela e pela morte do marido juntos, terá que optar por apenas uma, ABSURDO!

O que está ruim sempre pode piorar.

7 comentários


luisreb comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

10 de Dez. de 2017 às 22:32

luisreb
§ 7º Na concessão do benefício de pensão por morte, cujo valor será equivalente a uma cota familiar de 50% (cinquenta por cento), acrescida de cotas individuais de 10 (dez) pontos percentuais por dependente, até o limite de 100% (cem por cento), não será aplicável o estabelecido no § 2º do art. 201 e será observado o seguinte:


luisreb comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

10 de Dez. de 2017 às 22:34

luisreb
II - na hipótese de óbito de servidor em atividade, as cotas serão calculadas sobre o valor dos proventos aos quais o servidor teria direito caso fosse aposentado por incapacidade permanente na data do óbito, observado o disposto no inciso I do § 3º, e no § 3º-A deste artigo, respeitado o limite máximo estabelecido para os benefícios do regime geral de previdência social;


luisreb comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

10 de Dez. de 2017 às 22:36

luisreb


Amiel Ballistra

11 de Dez. de 2017 às 9:28

Amiel Ballistra
Militares vão tomar outra rasteira? Creio que somente aqueles das Forças Armadas. E nenhum outro governo vai amenizar a situação. Vejamos: Primeiro o FHC prejudicou os servidores civis. Em seguida, perto do fim do seu governo, investiu contra os militares das Forçar Armadas. O Lula e a Dilma governaram durante 13 anos. Ninguém falou da MP 2215/2002. Não acredito que tudo isto seja "malignidade" do Temer. Cito como exemplo a crise de 1929. Agora a de 2008. Quebra da bolsa de NY, e "bolha imobiliária". Todas as vezes em que os EUA se viram em dificuldades financeiras, dão um jeito de "apertarem as barrigueiras" das suas mulas de carga, (países da América do Sul, principalmente o Brasil). As Polícias Militares e Guardas Municipais, que vivem em constante guerra com a bandidagem, ainda poderão continuar contando com o reconhecimento dos governos estaduais e municipais. Vejam o caso da PMDF. Na PM de um Estado, ví que o Primeiro Sargento reformado como 2º Tenente, tem salário maior que o de um Coronel do Exército. Mas o Exército, Marinha e Aeronáutica brigam contra quem? Ninguém. Quem nos protege contra agressão externa? USAF, NAVY e ARMY. Po isto, os pais de 2 alunos da Escola Preparatória da Aeronáutica em Barbacena, MG, instruiram seus filhos a deixarem de ir para a Academia da Força Aérea e prestarem concurso para Oficiais da PMSP ou PMMG. Cristovão, 1º Ten Médico trocou a Aeronáutica pela Polícia Civil. Aposentou-se como perito criminal, 25 anos de serviço, trabalho tranquilo, manteve sua clínica particular,sem formatura, sem sim senhor, sem vossa excelência, sem preocupação com Temer, Estatuto dos Militares, nada disso. Salário de R$35.700,00. Teve boa visão. Enxergou além do horizontre.

 

 
luisreb comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

11 de Dez. de 2017 às 13:03

luisreb
Interessante, lembro que a MP do mau é de 2001 (MP.22-10/2001), e que, segundo os Deputados ligados aos Militares, Bancada da Bala, e é o que está escrito na proposta no link que citei, leia quando tiver tempo, inicialmente seria para os civil, estendeu-se agora para todos os Policiais, Bombeiros (inclusive os do DF) e os Guardas Municipais, o alerta dos Deputados é que ao sair da CCJ que só analisa a questão Constitucional, essa proposta será estendida às Forças Armadas! é isso.


Amiel Ballistra

11 de Dez. de 2017 às 14:33

Amiel Ballistra
Certo Luisreb. (Mencionei a MP de reestruturação da remuneração nas FFAA). Mas as Polícias civís ou militares levam uma grande vantagem:- receberem um "não vimos nada de errado" dos bingos, jogo de bicho, casas de prostituição, perícias, multas de trânsito, inquéritos. E ainda podem fazer "operação padrão". Lembra das perícias no caso do PC Farias? Das milícias no RJ? As Forças Armadas não acesso a nada disto. Não podem multar, investigar, prender, denunciar, salvo, em casos esporádicos, atuarem como reservas das forças de segurança. Lembra das Olimpíadas? FNS diária R$550,00. Forças Armadas R$30,00. Parece que o Brasil está sendo levado para uma situação muito ruim.


Osman Do Rosario

12 de Dez. de 2017 às 16:41

Osman Do Rosario
Pergunta inocente, vão diminuir os descontos em 50% ?

 

 
luisreb comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

13 de Dez. de 2017 às 14:37

luisreb
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


Osman Do Rosario

12 de Dez. de 2017 às 16:44

Osman Do Rosario
2ª pergunta inocente, vão devolver os 50% que descontaram todos esses anos?

 

 
luisreb comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

13 de Dez. de 2017 às 14:37

luisreb
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

 

 
luisreb comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

13 de Dez. de 2017 às 14:37

luisreb
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )