Audiência Pública PL 1645-2019 | Blog Liberdade | Portal Militar

Blog Liberdade

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Homenagem

Audiência Pública PL 1645-2019

Publicado em 04 de Set. de 2019


1945 Visualizações


 

 

1645/2019. AUDIÊNCIA PÚBLICA realizada dia 03/09/2019

 

 

Não tenho palavras diante da grandeza dessa guerreira e guerreiros para agradecer a Kelma Costa e demais militares representantes de associações que falaram na audiência, as palavras mais usadas pela maioria dos congressistas presentes para definir o PL 1645/2019 foi: DESRESPEITO, INJUSTIÇA.

 

Vale ressaltar que tudo que vem acontecendo nos remete a refletir, inclusive sobre a necessidade de intervenção e da necessidade da criação de uma comissão permanente do congresso composta também por membros do MP para acompanhar as demandas e a gestão administrativo militar.

 

A situação é tão grave que a incapacidade de gestão administrativa nas forças armadas, que vem com DESRESPEITO e INJUSTIÇA, têm reflexos e põe em risco a segurança das unidades militares e o desenvolvimento das competências.

6 comentários


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

04 de Set. de 2019 às 7:24

Avassalador
Realmente os presentes na referida Audiência Pública na condição de representantes da alta cúpula militar, devem sentir vergonha, isso a ponto de ficar no minimo uns 3 dias sem dormir. MEU DEUS! Não precisava chegar a onde chegou, e isso se deve a percepção de certeza que podem fazerem e praticarem ilegalidades sem serem importunados.


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

04 de Set. de 2019 às 7:43

Avassalador
A má gestão, péssimo exemplo, e injustiça da alta cúpula militar é tão grande que eles desrespeitam a Constituição, inclusive na contratação de pessoal para prestarem Tarefa por Tempo Certo, fazem por EMPATIA, não colocam as vagas a disposição de todos, contratam sem critérios de avaliação de títulos, desrespeitam os princípios de isonomia para a disputas das vagas ofertadas entre militares, uma vergonha. ARREGO.


Abraão Gomes Alves

04 de Set. de 2019 às 12:00

Abraão Gomes Alves
Esse PL deveria se anulado, junto com a MP do Mal e vermos cumprida a palavra do Presidente. Mas, se de fato não for anulado, que ao menos as modificações propostas pelas associações sejam aprovadas. Essa aberração como se encontra é uma mácula na biografia das Forças Armadas ainda mais desastrosa que o episódio conhecido como "Revolta da Chibata". Os parlamentares, aos poucos, estão percebendo a tragédia que isso significa para os graduados. Espera-se que o MD mude seus posicionamentos e, principalmente, o Comandante Supremo das Forças Armadas intervenha em favor dos seus comandados, sobretudo, os graduados - sua principal base de apoio - desde o início da sua carreira política.


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

04 de Set. de 2019 às 16:41

Avassalador
Eu fico a imaginar o quanto esses senhores possuidores de "Altos Estudos" são canalhas.


João Mario

04 de Set. de 2019 às 18:55

João Mario
O nobre general/deputado, no final da sua fala, demonstra contrariedade com os QEs, quando diz em " se não passar o PL que ficariam satisfeitos". Será que ele teve votos de algum praça ou seu familiar? Pobre dos reformados, é muito fumo.


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

08 de Set. de 2019 às 10:58

Avassalador
Vocês sabem o que disse o general do EB na Audiência Pública? "Somos bem menos que 1% nosso reajuste não causará impacto", disse para justificar reajuste para eles e abandono de graduados e soldados que são ampla maioria. Será que merecem nosso respeito?


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )