Problemas da Carreira nas FA nas Redes Sociais. | Blog Liberdade | Portal Militar

Blog Liberdade

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Direito Militar

Problemas da Carreira nas FA nas Redes Sociais.

Publicado em 23 de Set. de 2019


1179 Visualizações


 

 

COM O PL 1645/2019

 

Afloram e ficamos diante de diversos problemas da Administração Militar quanto a carreira de militares, hoje expostos em redes sócias; na realidade e pela leitura que faço, vejo que isso decorre do descaso, da incapacidade de gestão e da prepotência da ADMINISTRAÇÃO MILITAR.

 

O que é fato é que:

A promoção é um direito militar, isso conforme preconizado do artigo 51 do Estatuto dos Militares, Lei 6.880/80.

Não possuindo o militar os requisitos para ser promovido dentro de cada corpo e quadro, deve o militar ser dispensado da carreira militar, isso é lógico, caso observado o Estatuto dos Militares, ora o cabo que não tem o requisito, de conceito e ensino médio para compor o curso de sargentos deve ele ser dispensado.

 

Nas FA temos diversas situações:

3º e 2º sargentos do QESA do EB,(reserva) sem ensino médio e sem curso de especialização hoje reclamando dizendo que foram preteridos.

3º e 2º Sargentos da FAB QESA(reserva) na mesma situação dos sargentos do EB, sem ensino médio sem curso de especialização que também reclamam.

Não tenho nada contra, podem sim reclamarem, isso já que foram preteridos ao acesso aos cursos para chegarem as demais graduações do corpo e quadro ao qual pertenciam.

E OS 3º SG QESA da MB que mesmo com curso de especialização não conseguíram chegar a 2ºSG e foram para a reserva como 3ºSG, isso devido aos interstícios maior para serem promovidos a 2º SG e com isso atingiram a idade limite antes da promoção?

E cabos da MB, como eu, especializado, com diversos cursos da carreira e com mais de 20 anos na graduação sem serem promovidos a 3SG, e que foram transferidos para a reserva ou reformados na mesma graduação de CB?  No meu caso, e outros foi pior, pois fui preterido, após aprovação em concurso para escola de SG, isso para dar lugar a cabo não estabilizado, inclusive com média menor, isso ocorreu no ano 2.000. O QUE PODEMOS DIZER DA MB? 

Os problemas são graves. Sargentos não especializados e sem ensino médio, reclamam,

e os 3ºSG e Cabos da MB, que são especialistas, técnicos, o que devem dizer? Valendo também ressaltar que os cabos da MB são de carreira, são oriundos de escolas de aprendizes de marinheiros via concurso, ou foram oriundos de escolas de reservistas navais após aprovação em provas de seleção para engajamento.

 

PROBLEMAS PARA A ADMINISTRAÇÃO MILITAR.

2 comentários


Gerwane

24 de Set. de 2019 às 7:01

Gerwane
Os altos coturnos já disseram ....nós somos simples operários ... e pronto, já nos promoveram qué.qué, qesa, etc, portanto, que eles sejam felizes comendo caviar.


Tito

24 de Set. de 2019 às 8:39

Tito
Só pra relembrar na década de 1970, pra se fazer concurso pra FAB, se exigia o primeiro grau. E muitos nesta época já tinha o segundo grau, só pra lembrar, outra coisa, em 1985 quando a FAB admitiu o corpo feminino, 1984, ai começaram a exigir o segundo grau, o mas estranho ou (SACANAGEM ), foi quando o corpo feminino de CB foi extinto, e as meninas foram promovida a terceiro sargento, e deixaram pra trás os CB do corpo masculino sendo mas antigos quebrando a hierarquia, Hoje todos são SO, ou até CAP. esta bagunça e antiga e só investigar que vai ver toda verdade.. ( esta bagunça vem deste 1964, com o patrona da AER. EDUARDO GOMES ), acabou com a estabilidade dos CB, que na década de 1980 voltou com a estabilidade, e no governo DILMA acabaram de novo, esta e a realidade, mudar e preciso.


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )