Ainda não se cadastrou? Junte-se a nós | Entrar Anuncie Já | Bate-Papo | Proposta
Portal Militar - Paixão pelo Brasil
Fórum de assuntos militares

Adicione ao Google Reader ou Página Principal | Adicione ao Yahoo Reader ou Página Principal |
Receba no email as atualizações no fórum: Parceria: FeedBurner
Portal Militar :: Exibir tópico - Leo Pinheiro OPERADOR dos Golpistas e DELATOR de Lula
 FAQFAQ   PesquisarPesquisar   GruposGrupos   PerfilPerfil   Entrar e ver Mensagens PrivadasEntrar e ver Mensagens Privadas   LoginLogin 

Leo Pinheiro OPERADOR dos Golpistas e DELATOR de Lula

 
Novo Tópico   Responder Mensagem    Portal Militar - Fórum -> Outros Assuntos
Exibir mensagem anterior :: Exibir próxima mensagem  
Autor Mensagem
pliniomarcosmr
Newbie
Newbie


Cadastrou-se em: 15 Dec, 2013
Mensagens: 299

PostEnviada: 18 02 2019, 15:07    Assunto: Leo Pinheiro OPERADOR dos Golpistas e DELATOR de Lula Responder com Citação

Leo Pinheiro OPERADOR dos Golpistas e DELATOR de Lula

https://pt.scribd.com/document/399910577/Leo-Pinheiro-OPERATOR-of-the-Scoundrels-and-DELATOR-of-Lula

O meu coração esta contrito, e muito sangra, pela Dor, pelo Desespero, pelo Inconformismo, pela Revolta, na busca de um “Olhar Holístico”, conseguindo perceber O Mundo, e NO Mundo, vislumbrando, que embora tenha MAIOR ORGULHO de SER Brasileiro, em postura Despreocupada, e Responsável, de MUDAR Conceitos e Valores, isto é, não só existindo, mas, me fazendo presente, numa Sociedade Nobre, numa Sociedade Evoluída, numa Sociedade Solidária, numa Sociedade Justa, e numa Sociedade Livre, pelo concreto, de sua NOVA Ordem Jurídica-Institucional, cristalizada pela Constituição da República Federativa do Brasil, promulgada em 1988, mas, no entanto, sou OBRIGADO a reconhecer com o MAIOR Desgosto de TER VERGONHA de SER Brasileiro, grupo social que se firma, e se afirma, como uma Sociedade Pobre, uma Sociedade Bárbara, uma Sociedade Cruel, uma Sociedade Injusta, uma Sociedade Soberba, e uma Sociedade Presa, na REALIDADE, da PEQUENEZ HUMANA de suas Instituições Democráticas, contaminadas pela Vaidade, pela Luxúria, pela Ganância, pela Mediocridade, pela Imoralidade, e/ou pela Amoralidade, de parcela SIGNIFICATIVA de outros seus, que não alguns como EU, também, “brasileiros”, que possuem algum Poder Financeiro, algum Poder Econômico, algum Poder Religioso, algum Poder Cultural, algum Poder Social, algum Poder Institucional, e/ou algum Poder Político, em puras atitudes PROMÍSCUAS, apenas e tão somente, TEIMAM, em IGNORAR, em ACHINCALHAR, a LUCIDEZ Social, apenas e tão somente, IMPONDO, e PONDO, em PRÁTICAS DESAVERGONHADAS, em PRÁTICAS ESPÚRIAS, em PRÁTICAS AMORAIS, sua própria MESQUINHEZ Social.

Tais, palavras estão calcadas nos diversos, posicionamentos, muitas vezes antagônicos, de um Poder Judiciário Decisório, que, não tem qualquer, preocupação, em, verdadeiramente, fundamentar, suas Conclusões jurisdicionais, mesmo ciente, conscientemente ou não, de que, a Constituição da República Federativa do Brasil, promulgada em 1988, tem como um de seus, BÁSICOS, BALIZARES, ESTRUTURAIS, talvez o MAIS IMPORTANTE, PRINCÍPIO Constitucional, que é a CERTEZA de que TODAS as Decisões Jurídicas devem SER Fundamentadas no DIREITO sob PENA de NULIDADE, razão pela qual, sem medo de ERRAR, podemos REAFIRMAR, que, no Brasil, JUIZ é DEUS, porque a um JUIZ TUDO É PERMITIDO, inclusive, DISTORCER, em conveniência, em parcialidade, em ignorância, por sentimento ou não, o próprio Direito Constituído.

Um dos vários contundentes exemplos, é a PRISÃO do Ex-Presidente da República Federativa do Brasil, Excelentíssimo Sr. Luis Inácio Lula da Silva, processado, julgado, condenado, e preso, em curtíssimo espaço tempo, 18 (dezoito) meses, onde o “instrumento jurídico” mais importante, foi a ”delação premiada”, em contradição frontal ao DEPOIMENTO inicial, efetuado em juízo, pelo “sr. léo pinheiro”, que pelo constante na AC 4070 – Ação Cautelar, nos permite AFIRMAR, sem medo de ERRAR, que a Polícia Federal, a Procuradoria-Geral da República, o STF – Supremo Tribunal Federal, já tinham conhecimento de que o “sr. léo pinheiro”, ERA RESPONSÁVEL PELA OPERAÇÃO do(s) esquema(s) de DESVIO de Dinheiro Público para, entre outros, o Ex-Presidente da Câmara de Deputados Federais (Função de extrema importância no Impeachtment de Dilma Rousseff), “sr. eduardo consentino da cunha”, o ex-Vice-Presidente da República, “sr. michel miguel elias temer lulia”, o ex-Ministro-chefe da Secretaria de Governo (temer), “sr. geddel quadros vieira lima”, o ex-ministro do Turismo (temer), “sr. henrique eduardo lyra alves”.
Cabe, aqui, chamar a devida atenção, para o fato, concreto, de que o conhecimento acima mencionado, ocorreu ANTES, da apreensão de R$51.000.000,00 (Cinquenta e Um Milhões de Reais) que estava de POSSE do ex-Ministro-chefe da Secretaria de Governo (temer), “sr. geddel quadros vieira lima”, que de forma irrefutável, inquestionável, SUBSTANCIA, CRISTALIZA, sobre o fato, concreto, de que o “sr. léo pinheiro” era o OPERADOR de Esquema(s) Fraudulento(s) do Ex-Presidente da Câmara de Deputados Federais (Função de extrema importância no Impeachtment de Dilma Rousseff), “sr. eduardo consentino da cunha”, e do “Grupo de Aliados Criminosos”.

Logo, somente, num País onde TODAS as Instituições Democráticas, ESTÃO, efetivamente, PUTREFADAS, é concebível, não só imaginar, mas também cristalizar, a CERTEZA, de que o Operador de Esquema(s) de Desvio de Dinheiro Público dos RESPONSÁVEIS, e INTERESSADOS, PRIMEIROS, pelo “Golpe Parlamentar de 2016”, com o implícito, não menos importante, APOIO das Forças Armadas Brasileiras, calcada no ÓDIO disseminado pelo DESNUDE do que foi, e representou, a “Ditadura Militar de 1964”, através do Relatório Final da CNV – Comissão Nacional da VERDADE, tenha o reconhecimento de que a “delação premiada” do “sr. léo pinheiro”, É um dos instrumentos jurídicos MAIS IMPORTANTES do chamado “Julgamento do Triplex do Guarujá”, que para alguns como Eu, não passou de explícito, e contundente, LawFare, com o objetivo de constranger um Estadista Mundial, com a PECHA, DEFEITO MORAL, de CRIMINOSO, quando na REALIDADE não passa de um “Preso Político”.

Em função do acima colocado, REAFIRMO que, embora não seja um militante PTista, me solidarizo, me insiro, na situação de um ALIJADO POLÍTICO/SOCIAL, similarmente ao Cidadão Luis Inácio Lula da Silva, onde seu SLOGAN nunca deveria ser “LULA LIVRE”, porque num País Hipócrita como o Brasil, nem todo LIVRE é INOCENTE, e no caso de LULA, o SLOGAN correto é “LULA INOCENTE” com reflexo imediato em sua LEGÍTIMA LIBERDADE, e por isso, não reconheço o Sr. Luis Inácio Lula da Silva, como um Estadista Brasileiro, mas reconheço o Sr. Luis Inácio Lula da Silva como um Estadista MUNDIAL, sem deixar de registrar, que mais cedo, ou mais tarde, esse reconhecimento estará nos Anais da História Moderna.



Abaixo reproduzo informações da AC 4.070 – Ação Cautelar, que, efetivamente, respaldam, as observações acima colocada, bem como, dão substância, dão concretitude, dão razoabilidade, a questão: Como o “sr. léo pinheiro” pode fazer “delação premiada” sobre o Ex-Presidente da República, o Excelentíssimo Sr. Luis Inácio Lula da Silva, sem que tenhamos qualquer conhecimento, de “delação premiada” sobre, entre outros, o Ex-Presidente da Câmara de Deputados Federais (Função de extrema importância no Impeachtment de Dilma Rousseff), “sr. eduardo consentino da cunha”, o ex-Vice-Presidente da República, “sr. michel miguel elias temer lulia”, o ex-Ministro-chefe da Secretaria de Governo (temer), “sr. geddel quadros vieira lima”, o ex-ministro do Turismo (temer), “sr. henrique eduardo lyra alves” ?

AC 4.070 – Ação Cautelar

O STF - Supremo Tribunal Federal, através do Ministro Relator dos processos oriundos da “Operação Lava-Jato”, Ministro Teori Zavasky, em presumível postura antagônica, reconheceu que o então, Presidente do Congresso Nacional, Presidente da Câmara de Deputados Federais, e Deputado Federal, deveria ser afastado das Atribuições Institucionais de Deputado Federal, solicitadas pelo Procurador-Geral da República na AC 4.070 – Ação Cautelar, contudo, nem o Procurador-Geral da República, e nem o Ministro Teori Zavasky, sentiram necessidade de que relato gravíssimo constante da AC 4.070 - Ação Cautelar, e da Decisão proferida, fosse esmiuçadamente investigado, razão pela qual, não é de conhecimento público qualquer ato, de qualquer Dessas Autoridades, em sua direção.

Razão pela qual, transcrevemos do DJE nº 92 de 09 de maio de 2016, o que, empiricamente, entendemos ser GRAVÍSSIMO, e por isso, merecedor de TODA a ATENÇÃO por parte das Autoridades Institucionais mencionadas, uma vez que, ao não se DETEREM na apuração destes fatos, me é possível afirmar, sem medo de errar, que estamos frente a, concreta, e tipificável, PROTEÇÃO Política.

Há, ainda, outras mensagens em que Eduardo Cunha cobra supostos compromissos que Léo Pinheiro tinha com “a turma”, que teriam sido inadvertidamente adiados (fl. 134):

“EDUARDO CUNHA cobrou LEO PINHEIRO por ter pago, de uma vez, para MICHEL – a quantia de R$5.000.000,00 – tendo adiado os compromissos com a turma, que incluiria HENRIQUE ALVES, GEDDEL VIEIRA, entre outros. LEO PINHEIRO pediu para EDUARDO CUNHA ter cuidado com a análise, pois poderia mostrar a quantidade de pagamentos dos amigos”.

Afinal, como entender, e aceitar, como natural, o fato, concreto, de que naquela ocasião, em uma única vez, Michel (presumivelmente temer) recebesse, apenas e tão somente, R$5.000.000,00, bem como, que havia compromissos com “a turma”, que incluiria HENRIQUE ALVES, GEDDEL VIEIRA, entre outros.

Logo, um fato, de situação pouco provável, pelo contexto apresentado, de incerta, até duvidosa, por terem como base mensagens identificadas, não mereceram pelas Autoridades Institucionais, a devida atenção, quanto a necessária investigação, nos permite afirmar, sem medo de errar, que estamos em situação tipificável como “PROTECIONISMO Político”, de um grande número de, no mínimo, investigados do pmdb - Partido do Movimento Democrático Brasileiro, diretamente envolvidos no "Golpe Parlamentar de 2016", em clara participação do Poder Judiciário, em claro apoio do Ministério Público, da Polícia Federal, e das Forças Armadas (pelo presumível ódio ao Relatório Final da CNV - Comissão Nacional da VERDADE), num movimento de retirada de Poder Institucional do PT – Partidos dos Trabalhadores, representado pela Presidente da República Federativa do Brasil, ser, a Sra. Dilma Vana Rousseff, e também representado pelo ex-Presidente da República Federativa do Brasil, ser, o Sr. Luis Inácio Lula da Silva.

Aproveito para chamar, mais uma vez, a atenção, para o fato, concreto, de que no site oficial do Supremo Tribunal Federal, a página “A Constituição e o Supremo”, nos assegura a certeza de que não basta estar investido, é imperioso, quiçá visceral, que tenha posturá Ética, Pessoal, e Profissional, Compatível a um “Olhar Holístico”, percebendo O Mundo, e NO Mundo, TER A Capacidade, a Sagacidade, DE SER IMPARCIAL, calcado nos princípios de Legitimidade, da Justiça, e da Legalidade, uma vez que, nela consta :

http://www.stf.jus.br/portal/constituicao/sumariobd.asp.

“Separação dos poderes. Possibilidade de análise de ato do Poder Executivo pelo Poder Judiciário. (...) Cabe ao Poder Judiciário a análise da legalidade e constitucionalidade dos atos dos três Poderes constitucionais, e, em vislumbrando mácula no ato impugnado, afastar a sua aplicação.” (AI 640.272-AgR, Rel. Min. Ricardo Lewandowski, julgamento em 2-10-09, 1ª Turma, DJ de 31-10-07). No mesmo sentido: AI 746.260-AgR, Rel. Min. Cármen Lúcia, julgamento em 9-6-09, 1ª Turma, DJE de 7-8-09.

"Ninguém é obrigado a cumprir ordem ilegal, ou a ela se submeter, ainda que emanada de autoridade judicial. Mais: é dever de cidadania opor-se à ordem ilegal; caso contrário, nega-se o Estado de Direito." (HC 73.454, Rel. Min. Maurício Corrêa, julgamento em 22-4-96, 2ª Turma, DJ de 7-6-96)

"A decisão, como ato de inteligência, há de ser a mais completa e convincente possível. Incumbe ao Estado-Juiz observar a estrutura imposta por lei, formalizando o relatório, a fundamentação e o dispositivo. Transgride comezinha noção do devido processo legal, desafiando os recursos de revista, especial e extraordinário pronunciamento que, inexistente incompatibilidade com o já assentado, implique recusa em apreciar causa de pedir veiculada por autor ou réu.
O juiz é um perito na arte de proceder e julgar, devendo enfrentar as matérias suscitadas pelas partes, sob pena de, em vez de examinar no todo o conflito de interesses, simplesmente decidi-lo, em verdadeiro ato de força, olvidando o ditame constitucional da fundamentação, o princípio básico do aperfeiçoamento da prestação jurisdicional.” (RE 435.256, Rel. Min. Marco Aurélio, julgamento em 26-5-09, 1ª Turma, DJE de 21-8-09)

Na esperança, de ter, de alguma forma, contribuído, para uma avaliação, sob outros aspectos, do contexto Jurídico-Constitucional brasileiro, que permitiu, permite, e presumivelmente, ainda permitirá, que existam PERSEGUIDOS, e PROTEGIDOS, ainda, com o intuito, de Responsavelmente Despreocupadamente Mudar Conceitos e Valores, efetivamente, praticados, em DETRIMENTO, do POVO Brasileiro, do qual TENHO ORGULHO de pertencer.

Afinal, em simplório “Olhar Holístico”, percebendo, O Mundo, e NO Mundo, é possível verificar, que no Brasil, é GRANDE, o contingente de interessados, em “tapar o sol com a peneira”, de gritantes, aberrações jurisdicionais, de tal forma, serem aceitas como Legítimas, e Constitucionais.

Por esta razão, volto a colocar que, em 2007, iniciamos esforços, assumindo a proposta de “Despreocupadamente, Responsavelmente, Mudar, Conceitos, e Valores”, com o intuito de conscientizar a “Elite Brasileira”, aquela que dispõe de algum Poder Financeiro, algum Poder Econômico, algum Poder Religioso, algum Poder Cultural, algum Poder Social, algum Poder Institucional, e/ou algum Poder Político, para a importância, e relevância, de termos, no Brasil, um Poder Judiciário, a Altura das necessidades prementes, e históricas, da Sociedade Brasileira.

Por esta razão, volto a colocar, aos Cidadãos Brasileiros COMUNS, como Eu, Dignos de Respeito, e Consideração, que, apenas posso REAFIRMAR, o que, um Dia, sabiamente, Ruy Barbosa, O fez, TENHO VERGONHA DE MIM, bem como, "A justiça, cega para um dos dois lados, já não é justiça. Cumpre que enxergue por igual à direita e à esquerda."

Atenciosamente,
Plinio Marcos Moreira da Rocha
Rua Gustavo Sampaio nº112 apto. 603 – LEME – Rio de Janeiro – RJ
CEP – 22.010-010
Tel. (Cel) 9 8618-3350

Penso, não só Existo, Me Faço PRESENTE

Um Sexagenário com índole de um Jovem revolucionário apaixonado por TUDO que se envolve, por isso, tem a Despreocupação Responsável em MUDAR Conceitos e Valores.

A Despreocupação Responsável em MUDAR Conceitos e Valores
La leggerezza responsabile di MODIFICARE Concetti e Valori
Die Nachlässige verantwortlich zu ändern Konzepte und Werte
Descuidos a la Responsable de CAMBIAR conceptos y valores
De onzorgvuldige Verantwoordelijke VERANDERING van concepten en Waarden
The Responsible Easiness in CHANGING Concepts and Values
Le négligent responsable de changement Concepts et valeurs
إن إهمال المسؤولين إلى تغيير المفاهيم والقيم
不注意な変更概念と値に責任

_________________
Um SEXAGENARIO com indole de um jovem revolucionario apaixonado por tudo o que se envolve, e por isso, tem a Despreocupacao Responsavel em MUDAR Conceitos e Valores.
Voltar ao Topo
Perfil do Usuário Enviar Mensagem Privada Enviar Email Visitar a homepage do Usuário Yahoo Messenger
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Responder Mensagem    Portal Militar - Fórum -> Outros Assuntos
Todos os horários são GMT - 3 Horas
Página 1 de 1

 

Ir para:   
Postar no fórum: Não permitido para visitantes anônimos.
Responder Tópicos Não permitido para visitantes anônimos.
Editar Mensagens: Não permitido para visitantes anônimos.
Excluir Mensagens: Não permitido para visitantes anônimos.
Votar nas Enquetes: Permitido.
Permitido anexar arquivos
Permitido fazer download

Powered by phpBB © 2001-2008 phpBB Group