Olá Visitante! Junte-se a nós! ou Entre para inserir uma História Militar.
[ Anuncie Já | Fórum | Blogs | Bate-Papo | Ajuda | Proposta ]
 
Página PrincipalPortal Militar Escute hinos e canções militares na Rádio do PortalHinos Fórum do Portal MilitarFórum Blogs Hospedados no PortalBlogs Converse no chat com militaresBate-Papo Videos do YoutubeVideo ArtigosArtigos AgendaAgenda Hotel de TrânsitoHotel Deixe um mensagem para todos do portal.!Fonoclama EntrarEntrar! Junte-se a nós!Junte-se a nós!
  Ir para Página Principal do Portal Militar
 
   
 
[ Todos as Histórias | Todos os Colaboradores | Os últimos 20 Colaboradores ativos ]

[ Dúvidas | Política de Publicação | Busca avançada ]

Usuários Colaboradores podem enviar Histórias Militares ou relacionadas, além de poder comentar as Histórias enviadas por outros usuários!
© Todos os direitos reservados aos seus autores. Esta material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização de seus autores. As opiniões expressas ou insinuadas nesta revista pertencem aos seus respectivos autores e não representam, necessariamente, as do Portal Militar.com.br ou de quaisquer outros órgãos ou departamentos do governo brasileiro.
 

 
Dia do magistério do Exército
Inserido por: Coordenador
Em: 07-24-2006 @ 08:29 pm
 

 

DIA DO MAGISTÉRIO DO EXÉRCITO

08 Fev 2002

(Adaptado do Anuário AGULHAS NEGRAS – 1954 – Turma Santos Dumont)

Colaborador: Nelson Soares


 As Armas, Quadros e Serviços do Exército possuem seus patronos.  Todos encarnam, por suas virtudes e vitórias, o protótipo do soldado, nas diversas searas de nossa Força.

          Entretanto, nesta data, cumpre destacar, o patrono do magistério, o mestre de escol, cuja vida e obra  externam, em toda sua  magnitude, as qualidades natas do militar austero e consciente e do professor esclarecido e sábio.   Eis o nome tutelar de Roberto Trompowsky Leitão de Almeida.  Cumpre a todos nós, eternos alunos dos bancos escolares, em todos os níveis militares, reverenciarmos sua personalidade marcante e a obra estupenda, as quais consagraram, com justiça, este vulto lendário como Patrono do Magistério do Exército, através do Decreto Nº 33.245, de 8 de Fevereiro de 1953.

 No dia 28 de dezembro de 1869, matriculava-se na antiga Escola Militar da Corte o jovem Roberto, que contava, então 16 anos de idade.  Cinco anos após, era promovido a Alferes-aluno para em seguida terminar os cursos de Estado Maior e Engenharia Militar.

 Com o passar do tempo  mostrou sua “luz” própria.  Dotado de notável gama de conhecimentos matemáticos, foi designado para o Corpo Docente da Escola Militar.  Revelou-se extraordinário mestre, pela propriedade e clareza com que transmitia aos discípulos as lições de difícil percepção.

 Em 1889, Trompowsky é levado ao cargo de professor catedrático de Geometria Analítica e Cálculo, função que desempenhou com rara proficiência até 1906, quando a Escola foi transferida para o Realengo.   Cumulativamente com as funções do magistério, exerceu, na Escola, os cargos de  Secretário, Comandante do Corpo de Alunos e Diretor da Escola.

 Em 1891, é designado Secretário do Ministério da Guerra, e, em 1893, assume o Comando do Colégio Militar do Rio de Janeiro.

 Em 1894 e 1895, foi chefe da Comissão de  Compras do Ministério da Indústria na Europa.   Mais tarde, recebeu o cargo de Adido Militar  na Itália, Inglaterra e França.

 Em 1906 e 1907, representa o Brasil na Convenção Internacional da Cruz Vermelha, em Genebra - Suíça, para depois integrar a delegação brasileira na Conferência de Paz, reunida em Haia - Holanda, a qual foi chefiada pelo “Águia de Haia” Rui Barbosa.

 De regresso ao Brasil, assumiu os cargos de Secretário da Divisão Geral de Engenharia e Chefe da 1ª Divisão do Departamento da Guerra .   Ao  ser promovido a General de Brigada, em 1910, recebe o comando de  uma Brigada Militar, no Rio Grande do Sul .

 Em 1912, comandou a 2ª Brigada de Cavalaria, também no Rio Grande, tornando-se meses depois, Comandante da 12ª RM.

 Quando eclodiu a 1ª Guerra Mundial, em 1914, encontrava-se em missão oficial na Europa. Ao voltar ao Brasil, é nomeado Inspetor do Ensino Militar da República.

 Aos 63 anos de idade, é promovido a General de Divisão, e, em 1919, com 66 anos de idade é reformado no posto de Marechal de Exército.

 Assim, em rápidos traços, fez-se a citação simbólica do perfil de vida de um grande soldado e extraordinário mestre.    O notável Marechal Trompowsky, deixou estudos abrangentes sobre História Militar; Organização do Exército; Alto Comando; A importância do Moral na Guerra; O Civismo; Necessidade do Exército instruído e bem comandado, dentre outras.    Venceu, assim, por mais ou menos cinqüenta anos de vida militar, batalhas incruentas onde a inteligência, a austeridade, o autruísmo de sua idéias e a estupenda cultura científica substituíram os canhões,  granadas,  tanques e os fuzis.

 Feliz daquele que teve o senso aperfeiçoado por uma escola militar.  Feliz do povo que cultua e honra sua memória.  VIVA O MAGISTÉRIO DO EXÉRCITO! 

Brasil Acima de Tudo ! Temente a Deus hoje e sempre .


Colaborador: Nelson Soares

 


Última alteração em 07-24-2006 @ 08:29 pm

[ Envie esta História para um amigo! ]

 
Comentar
Comentar
Veja mais
Veja mais
Perfil do usuário colaborador
Perfil do usuário colaborador
Envie uma Mensagem Privada
Envie uma Mensagem Privada