Olá Visitante! Junte-se a nós! ou Entre para inserir uma História Militar.
[ Anuncie Já | Fórum | Blogs | Bate-Papo | Ajuda | Proposta ]
 
Página PrincipalPortal Militar Escute hinos e canções militares na Rádio do PortalHinos Fórum do Portal MilitarFórum Blogs Hospedados no PortalBlogs Converse no chat com militaresBate-Papo Videos do YoutubeVideo ArtigosArtigos AgendaAgenda Hotel de TrânsitoHotel Deixe um mensagem para todos do portal.!Fonoclama EntrarEntrar! Junte-se a nós!Junte-se a nós!
  Ir para Página Principal do Portal Militar
 
   
 
[ Todos as Histórias | Todos os Colaboradores | Os últimos 20 Colaboradores ativos ]

[ Dúvidas | Política de Publicação | Busca avançada ]

Usuários Colaboradores podem enviar Histórias Militares ou relacionadas, além de poder comentar as Histórias enviadas por outros usuários!
© Todos os direitos reservados aos seus autores. Esta material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização de seus autores. As opiniões expressas ou insinuadas nesta revista pertencem aos seus respectivos autores e não representam, necessariamente, as do Portal Militar.com.br ou de quaisquer outros órgãos ou departamentos do governo brasileiro.
 

 
História do Batalhão de Polícia de Radiopatrulha
Inserido por: Coordenador
Em: 07-30-2006 @ 03:05 pm
 

 

Colaboração de: Jailton de Souza Santos Souza.

Conheça a oração deste Batalhão.

Em Pernambuco, no ano de 1951 procederam-se todos os preparativos para a criação da primeira Unidade de Polícia Militar no país, que teria veículos dotados de rádio transmissores, assim denominados, por sua característica peculiar, de serviço de Radiopatrulha. Em 25 de agosto do mesmo ano foi criada a então Companhia de Vigilância de Rádio Patrulha, por ato do governador do Estado, o Exmo. Sr. Agamenon Magalhães, sendo um dos principais responsáveis pela sua criação o Cel Roberto Pessoa, à época, Comandante Geral da Corporação.

No ano de 1974, por força da Lei n.º 6772, que organizou basicamente a Polícia Militar, a Rádio Patrulha, passou a denominar-se Batalhão de Polícia de Rádio Patrulha - BPRp, e desde sua criação tem demonstrado que a tradicional Unidade, dentro de um espírito de disciplina e marcialidade, desprendimento e bravura, persiste hoje na garantia da ordem e tranqüilidade pública, combatendo continua e diariamente os elementos hostis de nossa sociedade.

O Batalhão de Polícia de Rádio Patrulha é subordinado atualmente ao Comando de Policiamento da Região Metropolitana-CPRM, órgão responsável perante o Comando Geral da Polícia Militar, pela manutenção da ordem pública na área da metropolitana do Recife, e onde as Instalações físicas estão localizadas à Rua Dom Bosco, 1002, no bairro da Boa Vista no Recife.

Na década de 90 havia, porém, a necessidade da criação de um policiamento enérgico, reforçado, com mobilidade e eficácia de ação, que estivesse a mercê de uma doutrina de respeito à população, energia, firmeza e arrojo no combate aos criminosos e marginais. Um policiamento especializado para atender todo tipo de ocorrência e em especial as que o policiamento comum não tinha condições de fazê-la. Um policiamento com doutrina e características peculiares. Uma jornada até nossos dias por entre esta guerra diária nas ruas de nossa cidade, em qualquer circunstância, em qualquer situação, onde: matar ou morrer, se preciso for no cumprimento legítimo e legal do dever.

Em homenagem ao fundador e patrono do BPRp, no ano de 1995, esta Unidade Operacional passa a lançar uma nova modalidade de policiamento ostensivo motorizado. Assim surge a Operação ROCROP, denominada Operação Rondas Ostensivas Coronel Roberto Pessoa, haja vista que a RMRecife vinha sofrendo com o crescente aumento da violência e criminalidade, ficando desassistida de um policiamento adequado.

O conceito da Operação, quando de sua criação, consistia, mediante emprego dos meios (viaturas, equipamentos e pessoal), e atuando ostensivamente em caráter repressivo nos locais considerados de risco e de reconhecida incidência de crimes, no dever de desprender diariamente as guarnições especiais (04 GEs), sob comando de um Oficial, para agir nos locais considerados de grande valor operacional e que apresentassem elevados indicies de violência.

Símbolos característicos da Rádio Patrulha são, além de suas viaturas e equipamentos, os Policiais Militares que se desprendem de seus lares e a despeito de toda e eventual adversidade, envergam o braçal (onde se lêem e se vêem as iniciais RP, transpassados por um raio e inseridos dentro de um losango), e tão prontamente agem que o desempenho profissional, a credibilidade, a ética, a perseverança e a energia positiva perduram até hoje neste Batalhão de Rádio Patrulha, odiado e temido pelos marginais, admirado pelos cidadãos e companheiros de farda, e bem querido por nossas crianças.

 


Última alteração em 07-30-2006 @ 03:14 pm

[ Envie esta História para um amigo! ]

 
Comentar
Comentar
Veja mais
Veja mais
Perfil do usuário colaborador
Perfil do usuário colaborador
Envie uma Mensagem Privada
Envie uma Mensagem Privada