Olá Visitante! Junte-se a nós! ou Entre para inserir uma História Militar.
[ Anuncie Já | Fórum | Blogs | Bate-Papo | Ajuda | Proposta ]
 
Página PrincipalPortal Militar Escute hinos e canções militares na Rádio do PortalHinos Fórum do Portal MilitarFórum Blogs Hospedados no PortalBlogs Converse no chat com militaresBate-Papo Videos do YoutubeVideo ArtigosArtigos AgendaAgenda Hotel de TrânsitoHotel Deixe um mensagem para todos do portal.!Fonoclama EntrarEntrar! Junte-se a nós!Junte-se a nós!
  Ir para Página Principal do Portal Militar
 
   
 
[ Todos as Histórias | Todos os Colaboradores | Os últimos 20 Colaboradores ativos ]

[ Dúvidas | Política de Publicação | Busca avançada ]

Usuários Colaboradores podem enviar Histórias Militares ou relacionadas, além de poder comentar as Histórias enviadas por outros usuários!
© Todos os direitos reservados aos seus autores. Esta material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização de seus autores. As opiniões expressas ou insinuadas nesta revista pertencem aos seus respectivos autores e não representam, necessariamente, as do Portal Militar.com.br ou de quaisquer outros órgãos ou departamentos do governo brasileiro.
 

 
Bougainville - Robert Owens
Inserido por: Piero
Em: 08-29-2006 @ 04:10 pm
 

 
Curriculum 
Vitae

 

 

 

Autor: * Dr.Dal Piero

 

As lanchas de desembarque da Marinha norte-americana transportam para terra centenas e centenas de fuzileiros-navais. Uma por uma, em sucessão interminável, as pequenas embarcações se aproximam da costa. Subitamente, da espessura da mata, um canhão japonês começa a vomitar fogo. É um 75 perfeitamente camuflado e protegido por um reduto construído de troncos e sacos de areia. Os disparos, certeiros, alvejam uma lancha, depois outra, e em seguida outra mais. Em sucessão trágica, quatro lanchas carregadas de combatentes são enviadas para o fundo do mar. Outras dez, avariadas, ficam à deriva.

Os homens que conseguiram desembarcar, enquanto isso, estão tratando de silenciar a peça japonesa. Suas armas portáteis abrem um fogo cerrado contra a posição nipônica, porém tudo resulta inútil. O 75 continua disparando regular e metodicamente contra as embarcações norte-americanas. Afinal, quando o seu fogo parece impossível de ser silenciados, um dos combatentes toma uma resolução extrema. Arrasta-se pela praia, ocultando-se dos disparos dos atiradores inimigos e, lentamente, consegue aproximar-se do canhão japonês. Quando se encontra a poucos metros do mesmo, ergue-se e corre para ele. Os japoneses disparam a queima-roupa e o atingem com vários projéteis. Porém o homem não se altera. Continua correndo e se joga sobre o reduto inimigo. Sua arma vomita uma rajada e o artilheiro cai morto sobre a peça.

Os demais homens da guarnição debandam, porém, um por um, são mortos pelos disparos dos companheiros do heróico combatente americano. Este também tombou morto. Era o Sargento Robert Owens, dos Fuzileiros-Navais dos Estados Unidos.

 


Última alteração em 08-29-2006 @ 04:10 pm

[ Envie esta História para um amigo! ]

 
Comentar
Comentar
Veja mais
Veja mais
Perfil do usuário colaborador
Perfil do usuário colaborador
Envie uma Mensagem Privada
Envie uma Mensagem Privada