Olá Visitante! Junte-se a nós! ou Entre para inserir uma História Militar.
[ Anuncie Já | Fórum | Blogs | Bate-Papo | Ajuda | Proposta ]
 
Página PrincipalPortal Militar Escute hinos e canções militares na Rádio do PortalHinos Fórum do Portal MilitarFórum Blogs Hospedados no PortalBlogs Converse no chat com militaresBate-Papo Videos do YoutubeVideo ArtigosArtigos AgendaAgenda Hotel de TrânsitoHotel Deixe um mensagem para todos do portal.!Fonoclama EntrarEntrar! Junte-se a nós!Junte-se a nós!
  Ir para Página Principal do Portal Militar
 
   
 
[ Todos as Histórias | Todos os Colaboradores | Os últimos 20 Colaboradores ativos ]

[ Dúvidas | Política de Publicação | Busca avançada ]

Usuários Colaboradores podem enviar Histórias Militares ou relacionadas, além de poder comentar as Histórias enviadas por outros usuários!
© Todos os direitos reservados aos seus autores. Esta material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização de seus autores. As opiniões expressas ou insinuadas nesta revista pertencem aos seus respectivos autores e não representam, necessariamente, as do Portal Militar.com.br ou de quaisquer outros órgãos ou departamentos do governo brasileiro.
 

 
Toca do Lobo
Inserido por: Piero
Em: 08-29-2006 @ 04:38 pm
 

 
Curriculum 
Vitae

 

 

 

Autor: * Dr.Dal Piero

 

*No transcurso da guerra, um lugar ganhou sombria celebridade, na Alemanha. Era localizado na Prússia Oriental, em meio a uma região de bosques. Era a "Toca do Lobo"...

Ali, a 350 milhas a leste de Berlim, Hitler tinha instalado o seu posto de comando. O Fuhrer, seguindo a sua característica inclinação ao isolamento, havia feito dali um "convento castrense", como o denominariam os oficiais que o freqüentavam. Ali a vida se desenrolava num mundo irreal, onde não tinham lugar expansões de nenhum tipo. Tudo ali se centralizava em um único e exclusivo problema: a condução da guerra Na Toca do Lodo, afastado das frentes de luta e sem contato algum com os soldados que combatiam na linha de frente, Hitler traçava febrilmente seus planos, jogando sobre os mapas o destine e a sorte final de milhões de homens.

Em poucas ocasiões, e somente ante o enérgico apelo de alguns dos seus altos chefes, Hitler abandonou o reduto para tomar contato direto com os comandos da frente.A condução alemã da guerra se desenvolveu assim, quase absolutamente desvinculada dos padecimentos e das necessidades das tropas combatentes. A construção do reduto foi completada uns meses antes da Operação "Barba-ruiva" (invasão da Rússia). Intervieram nessa construção equipes selecionadas da Organização Todt e engenheiros da Wehrmacht. O Wolfsschanze estava localizado em um bosque próximo de Rastenburg. Campos mimados de 50 metros de largura rodeavam o perímetro, tragado por uma cerca de arame farpado de 1,50 m de altura e três metros de largura. Nos numerosos postos de vigilância, muitos deles perfeitamente camuflados, que se erguiam em toda a extensão do reduto, montavam guarda os mais fiéis soldados do Corpo preferido do Fuhrer: a SS. Ninhos de metralhadoras, baterias antiaéreas, antitanques e inclusive uma seção de blindados protegiam essa autêntica fortaleza e qualquer ataque de surpresa.


Notas

* Texto retirado do livro DATE.

 


Última alteração em 08-29-2006 @ 04:38 pm

[ Envie esta História para um amigo! ]

 
Comentar
Comentar
Veja mais
Veja mais
Perfil do usuário colaborador
Perfil do usuário colaborador
Envie uma Mensagem Privada
Envie uma Mensagem Privada