Olá Visitante! Junte-se a nós! ou Entre para inserir uma História Militar.
[ Anuncie Já | Fórum | Blogs | Bate-Papo | Ajuda | Proposta ]
 
Página PrincipalPortal Militar Escute hinos e canções militares na Rádio do PortalHinos Fórum do Portal MilitarFórum Blogs Hospedados no PortalBlogs Converse no chat com militaresBate-Papo Videos do YoutubeVideo ArtigosArtigos AgendaAgenda Hotel de TrânsitoHotel Deixe um mensagem para todos do portal.!Fonoclama EntrarEntrar! Junte-se a nós!Junte-se a nós!
  Ir para Página Principal do Portal Militar
 
   
 
[ Todos as Histórias | Todos os Colaboradores | Os últimos 20 Colaboradores ativos ]

[ Dúvidas | Política de Publicação | Busca avançada ]

Usuários Colaboradores podem enviar Histórias Militares ou relacionadas, além de poder comentar as Histórias enviadas por outros usuários!
© Todos os direitos reservados aos seus autores. Esta material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização de seus autores. As opiniões expressas ou insinuadas nesta revista pertencem aos seus respectivos autores e não representam, necessariamente, as do Portal Militar.com.br ou de quaisquer outros órgãos ou departamentos do governo brasileiro.
 

 
Panther
Inserido por: Piero
Em: 08-29-2006 @ 04:45 pm
 

 
Curriculum 
Vitae

 

 

 

Autor: * Dr.Dal Piero

 

Para anular a superioridade que os soviéticos haviam alcançado no terreno dos veículos blindados, graças ao emprego do tanque médio T-34, os alemães iniciaram a construção dos Panther. Dentro do tradicional concerto alemão de projetos de tanques, o Panther marcou o inicio de uma nova era. A base da nova linha era dada pela posição angular de todos os planos de couraça. Também distinguiu o Panther o trem de rodagem que, embora não fosse novo, foi aqui utilizado pela primeira vez em um tanque-cruzeiro de grande tonelagem. A couraça frontal, em ângulo agudo, prolongava a linha de inclinação até a terminação superior da caixa. Esta característica e o escudo frontal da torre lhe davam um aspecto de potência impressionante, somente comparável com o posterior tanque alemão Tigre Real, de aspecto muito similar. O canhão era um rápido e eficiente 75 mm derivado da peça antitanque de mesmo calibre. O cano era largo e dotado de freio de boca de saída lateral. A escotilha da torre era provida de visores prismáticos de circunferência. Nesse local ia sentado o chefe do blindado, num banco deslizável e regulável verticalmente. A metralhadora frontal ia montada num suporte denominado de "bola universal", impenetrável para os disparos inimigos. O hermetismo de sua caixa e os altos canos de escapamento lhe davam grande capacidade para atravessar curses de água. A tração se efetuava no trem dianteiro, com rolamentos dentados duplos. Também as sapatas das lagartas tinham dentes duplos. As rodas traseiras exerciam a função de tensoras. O motor era um Diesel Daimler Benz de 600 HP montado na parte traseira. Era ventilado por duas turbinas que aspiravam o ar através de quatro grades blindadas e o expulsavam por dois radiadores. O Panther tinha, na parte anterior, duas escotilhas providas de dois periscópios orientáveis.

A torre girava 360 graus por comando elétrico e também contava com comando manual mecânico para casos de emergência. Este tanque se caracterizava pela marcha suave e silenciosa e sua capacidade de aceleração num trecho curto. Suas especificações técnicas eram:

Comprimento: 6,80 metros

Largura: 3,40 metros

Altura: 3 metros

Peso total: 45 toneladas

Blindagem máxima (frontal na caixa e na torre): 110 mm

Tripulação: seis homens condutor, radioperador, e metralhador, na frente; artilheiro e carregador, na torre; comandante, na parte superior posterior da torre.

 


Última alteração em 08-29-2006 @ 04:45 pm

[ Envie esta História para um amigo! ]

 
Comentar
Comentar
Veja mais
Veja mais
Perfil do usuário colaborador
Perfil do usuário colaborador
Envie uma Mensagem Privada
Envie uma Mensagem Privada