Olá Visitante! Junte-se a nós! ou Entre para inserir uma História Militar.
[ Anuncie Já | Fórum | Blogs | Bate-Papo | Ajuda | Proposta ]
 
Página PrincipalPortal Militar Escute hinos e canções militares na Rádio do PortalHinos Fórum do Portal MilitarFórum Blogs Hospedados no PortalBlogs Converse no chat com militaresBate-Papo Videos do YoutubeVideo ArtigosArtigos AgendaAgenda Hotel de TrânsitoHotel Deixe um mensagem para todos do portal.!Fonoclama EntrarEntrar! Junte-se a nós!Junte-se a nós!
  Ir para Página Principal do Portal Militar
 
   
 
[ Todos as Histórias | Todos os Colaboradores | Os últimos 20 Colaboradores ativos ]

[ Dúvidas | Política de Publicação | Busca avançada ]

Usuários Colaboradores podem enviar Histórias Militares ou relacionadas, além de poder comentar as Histórias enviadas por outros usuários!
© Todos os direitos reservados aos seus autores. Esta material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização de seus autores. As opiniões expressas ou insinuadas nesta revista pertencem aos seus respectivos autores e não representam, necessariamente, as do Portal Militar.com.br ou de quaisquer outros órgãos ou departamentos do governo brasileiro.
 

 
Oração de posse na AHIMTB, em 1º de março de 2002
Inserido por: henriquemuseu
Em: 02-13-2008 @ 03:52 pm
 

 

ORAÇÃO DE POSSE NA AHIMTB, DO ACADÊMICO JÚNIOR HENRIQUE DE VASCONCELOS CRUZ NA CADEIRA Nº 12, CUJO PATRONO É O MARECHAL ESTEVÃO LEITÃO DE CARVALHO

Excelentíssimo Senhor Presidente e Fundador desta academia Coronel Cláudio Moreira Bento, digníssimas autoridades, senhores acadêmicos, senhoras e senhores, alunas e alunos.

Este momento é para nós de grande emoção e esperamos que represente o começo de uma longa trajetória dedicada aos estudos da História do nosso País e da Humanidade no seu todo tão homogêneo e heterogêneo ao mesmo tempo.

Agradecemos, pois, penhoramente a indicação que tanto nos honra, para pertencer, na qualidade de acadêmico júnior, a esta tão importante instituição do saber histórico militar terrestre de nossa Pátria.

Até bem poucos meses, freqüentávamos os bancos escolares da querida Fundação Osório da qual já sentimos saudades.

Participar, agora, das atividades da Academia de História Militar Terrestre do Brasil, é, sem dúvida, uma forma de mitigar a saudade do ex-aluno, que aqui encontra a Fundação Osório, representada pelo seu atual presidente, Coronel Arivaldo Fontes, e primeiro ocupante da cadeira em que tomamos posse hoje cujo patrono, Marechal Leitão de Carvalho, foi também ex-presidente da Fundação Osório.

É patrono da cadeira 12, o Marechal Estevão Leitão de Carvalho, nascido em 16 de abril de 1881, na cidade de Penedo, Alagoas.

Sua vida militar foi marcada por sua posição legalista nos principais acontecimentos da História do Brasil, desde seus tempos de aluno da Escola Militar da Praia Vermelha, em 1904.

Segundo o General Waldomiro Pimentel, o Marechal Leitão de Carvalho “viveu intensamente os três ciclos da evolução de nossa cultura militar – o alemão, pelos seus ensinamentos em estágio; o francês, cursando a Missão Militar e sendo dela participante; e o norte-americano, na fase de preparação militar do país para a Segunda Guerra Mundial”.

Em seu último livro “Memórias de um General Reformado” (Rio de Janeiro, 1967), o marechal dedica um capítulo à sua presidência na Fundação Osório, que começou em 1951, sucedendo o General Valentim Benício da Silva, patrono de cadeira desta academia, e durou até seu falecimento.

O marechal faleceu em 29 de dezembro de 1970, no Hospital Central do Exército.

Sua biografia está no “Dicionário Biobibliográfico de Historiadores, Geógrafos e Antropólogos Brasileiros”, organizado pelo Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB) e no “Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro”, organizado pelo Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getúlio Vargas (CPDOC/FGV).

O primeiro ocupante da cadeira foi o Coronel Arivaldo Silveira Fontes, nascido em 18 de junho de 1923, no Riachão dos Dantas, Alagoas.

Entrou para a carreira militar em 1941, matriculando-se na Escola Preparatória de Cadetes de Porto Alegre.

Sua carreira foi marcada por sua atuação no magistério. Lecionou no Colégio Militar do Rio de Janeiro, no Colégio Pedro II e na Fundação Osório, ao tempo em que era presidente o Marechal Leitão de Carvalho.

Homem afeito às grandes causas ajudou a criar, em 1957, junto com a Professora Therezinha de Castro, o órgão de divulgação “O Nosso Jornalzinho”, organizado pelas alunas da Fundação Osório. Foi membro da Comissão Organizadora do Programa de 150 anos do nascimento do General Osório, presidida por Leitão de Carvalho, em 1958. Muito querido pelas alunas, foi convidado para ser paraninfo da turma de formandas de 1959. Lecionou na Fundação Osório até o início da década de 60.

No período de 1955 a 1960, foi oficial de gabinete do Ministro da Guerra, Marechal Henrique Teixeira Lott.

Em maio de 1993, depois de 12 anos como Diretor Geral do SENAI Nacional, assumiu a presidência da Fundação Osório, onde promoveu mudanças pedagógicas e administrativas radicais.

Na qualidade de historiador, o Coronel Fontes muito contribuiu para a história do Magistério Militar com sua obra “Vultos do Ensino Militar” (Rio de Janeiro, 1991), onde se encontram as biografias dos Generais Luiz Mendes de Moraes e Jônatas de Mello Barreto, personalidades importantes na história da Fundação Osório.

Mais tarde, em 1997, publicou o artigo “Fundação Osório: patrimônio educacional”, na “Revista do IHGB”, n. 394.

O Coronel Fontes tomou posse na AHIMTB em 1996 e foi elevado a acadêmico emérito em 1999.

O atual ocupante da cadeira é o General de Brigada Paulo Cesar de Castro. Nascido em 04 de julho de 1944, na cidade do Rio de Janeiro, então Capital Federal do Brasil, incorporou-se às fileiras do Exército em 1963, na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN).

Seu interesse pela nossa História Militar Terrestre vem desde cedo. Em 1965, o então Cadete Castro ganhou o Prêmio “História Militar”, oferecido pela AMAN.

Em 1991, comandou o 21º Grupo de Artilharia de Campanha, sediado no Rio de Janeiro-RJ. A importância do papel desta unidade na história do nosso Exército, levou o General Castro a realizar a pesquisa e redação da obra “História do 21º GAC, Grupo Monte Bastione”.

No ano de 1997, o recém-promovido General de Brigada Castro foi designado pelo então Ministro do Exército, General Zenildo de Lucena, para chefiar a Diretoria de Ensino Preparatório e Assistencial (DEPA), responsável pelo sistema Colégio Militar do Brasil, que congrega os 12 Colégios Militares e a Fundação Osório.

Atualmente, o General Castro comanda a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME), instituição que, entre 1934 e 1936, foi comandada pelo Marechal Leitão de Carvalho.

O seu envolvimento com a Fundação Osório não foi apenas profissional, mas também familiar. Sua tia e madrinha de batismo, Merenice da Silva Castro, filha órfã de oficial do Exército, foi uma das primeiras alunas a estudar nesta instituição, em 1926 e atualmente do corpo docente da Fundação faz parte outro membro da familia do general, a Professora Maria Helena Castro, filha de Merenice Castro.

O General Castro tomou posse na AHIMTB em 2001.

Passado e presente encontram-se neste momento, para nós, histórico.

No passado ficaram os fundadores da Fundação Osório e o patrono da cadeira.

No presente está, uma vez mais a Fundação Osório, na pessoa do seu presidente que coincidentemente foi também o primeiro ocupante da cadeira 12, Coronel Fontes, e mais ainda na presença de nossa mãe, professora da Fundação Osório, a quem devemos não apenas a vida mas também a dignidade do homem de bem.

À nossa mãe, Nasaré, aos nossos avós, Alvaro e Doracila, agradecemos, comovidamente, todas as oportunidades que nos foram oferecidas. Oportunidades de vida sadia e feliz. Oportunidades de conhecimento e de chegada a esta academia, onde pretendemos fincar raízes tão firmes como as que deixamos fincadas na querida Fundação Osório.

Muito Obrigado.

Nota: Lido na cerimônia de 6º aniversário da Academia de História Militar Terrestre do Brasil - AHIMTB, ocorrida em 1º de março de 2002, no auditório da Fundação Osório, na cidade do Rio de Janeiro.


Henrique de Vasconcelos Cruz
Recife, Pernambuco, Brasil
hvcrj@yahoo.com.br

 


Última alteração em 02-14-2008 @ 12:01 pm

[ Envie esta História para um amigo! ]

 
Comentar
Comentar
Veja mais
Veja mais
Perfil do usuário colaborador
Perfil do usuário colaborador
Envie uma Mensagem Privada
Envie uma Mensagem Privada