Olá Visitante! Junte-se a nós! ou Entre para inserir uma História Militar.
[ Anuncie Já | Fórum | Blogs | Bate-Papo | Ajuda | Proposta ]
 
Página PrincipalPortal Militar Escute hinos e canções militares na Rádio do PortalHinos Fórum do Portal MilitarFórum Blogs Hospedados no PortalBlogs Converse no chat com militaresBate-Papo Videos do YoutubeVideo ArtigosArtigos AgendaAgenda Hotel de TrânsitoHotel Deixe um mensagem para todos do portal.!Fonoclama EntrarEntrar! Junte-se a nós!Junte-se a nós!
  Ir para Página Principal do Portal Militar
 
   
 
[ Todos as Histórias | Todos os Colaboradores | Os últimos 20 Colaboradores ativos ]

[ Dúvidas | Política de Publicação | Busca avançada ]

Usuários Colaboradores podem enviar Histórias Militares ou relacionadas, além de poder comentar as Histórias enviadas por outros usuários!
© Todos os direitos reservados aos seus autores. Esta material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização de seus autores. As opiniões expressas ou insinuadas nesta revista pertencem aos seus respectivos autores e não representam, necessariamente, as do Portal Militar.com.br ou de quaisquer outros órgãos ou departamentos do governo brasileiro.
 

 
INFANTARIA PURA - Cel Stiebler
Inserido por: Itauna
Em: 05-15-2014 @ 11:01 pm
 

 

 

MINISTÉRIO DA DEFESA

G U Es

57º BATALHÃO DE INFANTARIA MOTORIZADO (Es)

(GRAREI)

Grêmio Recreativo Amigos do REI

"INFANTARIA PURA"

 

RESGATE HISTÓRICO DO REI

 

GUILHERME DE SOUZA STIEBLER

(PAVILHÃO DA CARPINTARIA)

 

 

CORONEL DE INFANTARIA GUILHERME DE SOUZA STIEBLER

(Comando – 29 Mar 72 a 21 Jun 74)

 

- Por ter sido nomeado, por necessidade do serviço, para o comando desta Unidade, em portaria do Exmo Sr Ministro do Exército, nº 399 de 29 de março de 1972, sendo transferido do QEMA para o QO, assumindo nesta data o comando do Batalhão Escola de Infantaria, continuando em forma todas as ordens e normas de meu antecessor.

O Batalhão Escola de Infantaria, foi transformado em 57º Batalhão de Infantaria Motorizado (Es), em 06 de fevereiro de 1973, através da Portaria Ministerial nº 046, de 22 dez de 1972 e Portaria Ministerial nº 038, de 07 de novembro de 1972.       

Ficou no comando do Regimento Escola de Infantaria ( REsI ), por dois anos, dois meses e vinte dias, num total de 810 dias de comando desta OM. No período em que foi o Comandante desta grande OM, cumpriu com máximo vigor e esmero diversas missões. Devido a sua dedicação em cumprir as missões, foi elogiado diversas vezes pelo  Exmo  Sr  Comandante  da  9º Brigada de Infantaria Motorizada ( Escola )  General de Brigada Rosalvo Eduardo Jansen, em Boletim Interno da 9º Brigada.

Durante o seu comando, teve de sair para fazer o Curso de Atualização, de acordo com Boletim Escolar nº 239, de 26 de dezembro de 1973 – 2º parte – Instrução – Curso de Atualização – Conclusão, de acordo com o prescrito, respectivamente, nos nº 3, letra “Ë” e nº 5 , letra “C” das instruções para o funcionamento do Curso de Atualização da ECEME – Portaria nº 103-EME, de 11 de novembro de 1969, conclui o Curso de Atualização de 1973.

Um dos fatos que marcaram o seu comando foi a transformação do Batalhão de Regimento Escola de Infantaria em 57º Batalhão de Infantaria Motorizada ( Escola ), assim publicado no Boletim Interno nº026, de 06 de fevereiro de 1973, onde publicou que em MD nº 066/1, de 31 de janeiro de 1973, Ter informado ao Comandante da GUEs, que face a transformação de Regimento Escola de Infantaria em 57º Batalhão de Infantaria Motorizada ( Escola ), conforme Portaria Ministerial nº 046, de 22 de dezembro de 1972 e Portaria Ministerial nº 038, de 07 de novembro de 1972, assumiu interinamente, a conter de 1º de janeiro de 1973, o comando do 57º BIMtz (Es), conforme autorização constante do Boletim Especial Reservado nº 01 do GUEs, de 15 de janeiro de 1973.

Após o cumprimento de varias missões, chega a hora deste Comandante deixar o Batalhão por necessidade de serviço, conforme o transcrito do ( NEx nº 4107, de 25 de junho de 1974 ), por haver sido exonerado da função de Comandante desta Unidade, por necessidade do serviço, em Portaria Ministerial nº 864, de 21 de junho de 1974, sendo transformado do QO para o QEMA, e entregou nesta data, o comando do 57º Batalhão de Infantaria Motorizada ( Escola ), ao Coronel da Arma de Infantaria Ilson Nunes da Silva.

Foi exonerado do comando do Batalhão, por necessidade do serviço, em 21 de junho de1974, pela Portaria Ministerial nº 864, publicado no Noticiário do Exército nº 4107, de 25 de junho de 1974.

"O EXÉRCITO SÓ PODERÁ SER DESTRUIDO POR ELE MESMO"

 


Última alteração em 05-15-2014 @ 11:06 pm

[ Envie esta História para um amigo! ]

 
Comentar
Comentar
Veja mais
Veja mais
Perfil do usuário colaborador
Perfil do usuário colaborador
Envie uma Mensagem Privada
Envie uma Mensagem Privada