Olá Visitante! Junte-se a nós! ou Entre para inserir uma História Militar.
[ Anuncie Já | Fórum | Blogs | Bate-Papo | Ajuda | Proposta ]
 
Página PrincipalPortal Militar Escute hinos e canções militares na Rádio do PortalHinos Fórum do Portal MilitarFórum Blogs Hospedados no PortalBlogs Converse no chat com militaresBate-Papo Videos do YoutubeVideo ArtigosArtigos AgendaAgenda Hotel de TrânsitoHotel Deixe um mensagem para todos do portal.!Fonoclama EntrarEntrar! Junte-se a nós!Junte-se a nós!
  Ir para Página Principal do Portal Militar
 
   
 
[ Todos as Histórias | Todos os Colaboradores | Os últimos 20 Colaboradores ativos ]

[ Dúvidas | Política de Publicação | Busca avançada ]

Usuários Colaboradores podem enviar Histórias Militares ou relacionadas, além de poder comentar as Histórias enviadas por outros usuários!
© Todos os direitos reservados aos seus autores. Esta material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização de seus autores. As opiniões expressas ou insinuadas nesta revista pertencem aos seus respectivos autores e não representam, necessariamente, as do Portal Militar.com.br ou de quaisquer outros órgãos ou departamentos do governo brasileiro.
 

 
As ONGs na Amazônia Brasileira
Inserido por: ClaudioBento
Em: 07-04-2006 @ 02:02 pm
 

 

ONG significa Organização não Governamental. E para muitos estudiosos brasileiros, incluindo parlamentares, da CPI das ONGs, ao invéz de elas se representarem o bem para o Brasil  representam o mal, como instrumentos disfarçados a serviço de interesses das nações do G/ 7, com vistas a minarem, progressivamente, a Soberania do Brasil sobre a nossa Amazônia e a internacionalizarem, por transformarem as riquezas que ela abriga em seu seio em reservas   futuras engessadas à disposição do Poder Econômico Mundial.

E elas teriam  ganho grande força e penetração na Amazônia em 1991, com a supervalorização pela Constituição, da questão ambiental e pela questão indígena.

Estudos realizados por Comissão Parlamentar de Inquérito ( CPI ) detectaram 320 ONGS atuando na Amazônia, ou cerca de 1 ONG para cada 1000 índios, dos 320. 000  levantados pelo FUNAI.

Com o grande poder elas possuem na área, conseguiram engessar a Amazônia, que representa 60% do Brasil. Engessamento com a criação de enormes Reservas indígenas + Áreas de Preservação Ambiental + Corredores Ecológicos e outras servidões de uso da terra na margem dos seus rios e limitação de que cada proprietário  só use 20% em sua terra.

E tudo isto o Brasil como um todo ignora, por um trabalho da Mídia Internacional refletida pela Mídia Nacional que anestesia a Opinião Publica Nacional e imobiliza e inibe o Poder Público para não parecer  contra a questão ambiental e indígena.

Enquanto isto a Biopirataria  internacional vai explorando por agentes estrangeiros, sem controle governamental a Biodiversidade e os nossos recursos minerais. 

São questões fundamentais que necessitam serem mostradas ao Povo Brasileiro com toda a transparência.

Enfim são idéias que retiramos de esclarecedora palestra do senador por Roraima  Mozarildo Cavalcanti, na Academia Militar das Agulhas Negras, autoridade que integra a Comissão Parlamentar de Inquérito sobre as ONGS na Amazônia. CPI que já levantou 10 ONGS que exercem atividades  irregulares lesivas aos interesses do Brasil.

Enquanto isto Mídia Internacional com apoio ou silêncio da Mídia Nacional prepara a Opinião Publica no G7 principalmente, com esta falsidade,

“O Brasil esta desmatando e incendiando a Amazônia e  matando os seus índios.”

 Enfim estão preparando o caminho através da mentira para justificar se necessário uma intervenção na Amazônia, com apoio de seus braços nela atuando,  as ONGS.

E necessário que este debate domine o cenário nacional entre os que defendem o trabalho das ONGS e os que o condenam .

Enfim estudar-se quais as ONGS que trabalham em beneficio dos brasileiros e quais as que defendem interesses alienígenas.

E finalmente ter-se sobre elas o máximo controle possível.

E sobre isto escreveu o acadêmico emérito da AHIMTB e ex-comandante da AMAN General Carlos  Meira Mattos autor de trabalho A Geopolítica do Brasil na Amazônia , cm apoio em Gry Sorman, do Jornal francês Le Monde de 25 abril 2001:

"Atrás das siglas  (humanitárias), prosperam pequenas e grandes associações, ricas e pobres, generosas e cínicas".

 Mas adiante, acrescentava o mesmo jornalista: "e ninguém fiscaliza suas fontes de financiamento, ninguém verifica a autenticidade da boa causa a que se propõem, ninguém controla suas despesas. Na sua quase totalidade não estão subordinadas senão a assembléias fantasmas (composta de personalidades honradas), mas administradas efetivamente por minorias vinculadas a outros interesses. Ainda, segundo o que se diz o jornalista do Le Monde, "as ONGS, as mais poderosas, são transnacionais, projetam a imagem das empresas transnacionais que as financiam, tornando utópica a idéia de que são organizações auto-gerenciadas. Ë muito bom para nós, brasileiros, vítimas das campanhas de ONG internacionais, que venham de fora, da imprensa européia e norte-americana, a revelação dos interesses espúrios, nada humanitários, nada científicos, acobertados por algumas destas instituições que  operam em nossa Amazônia"

Agora mesmo se assiste o a condenação de uma ONG encarregada de fornecer medicamentos aos índios por envolvida em corrupção.

Controlar atividades de estrangeiros na Amazônia é preciso em conjunto com o SIVAM e CIPAM que parece em melhores condições de vigiar e proteger a Biodiversidade na Amazônia.

 


Última alteração em 07-04-2006 @ 02:02 pm

[ Envie esta História para um amigo! ]

 
Comentar
Comentar
Veja mais
Veja mais
Perfil do usuário colaborador
Perfil do usuário colaborador
Envie uma Mensagem Privada
Envie uma Mensagem Privada