Olá Visitante! Junte-se a nós! ou Entre para inserir uma História Militar.
[ Anuncie Já | Fórum | Blogs | Bate-Papo | Ajuda | Proposta ]
 
Página PrincipalPortal Militar Escute hinos e canções militares na Rádio do PortalHinos Fórum do Portal MilitarFórum Blogs Hospedados no PortalBlogs Converse no chat com militaresBate-Papo Videos do YoutubeVideo ArtigosArtigos AgendaAgenda Hotel de TrânsitoHotel Deixe um mensagem para todos do portal.!Fonoclama EntrarEntrar! Junte-se a nós!Junte-se a nós!
  Ir para Página Principal do Portal Militar
 
   
 
[ Todos as Histórias | Todos os Colaboradores | Os últimos 20 Colaboradores ativos ]

[ Dúvidas | Política de Publicação | Busca avançada ]

Usuários Colaboradores podem enviar Histórias Militares ou relacionadas, além de poder comentar as Histórias enviadas por outros usuários!
© Todos os direitos reservados aos seus autores. Esta material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização de seus autores. As opiniões expressas ou insinuadas nesta revista pertencem aos seus respectivos autores e não representam, necessariamente, as do Portal Militar.com.br ou de quaisquer outros órgãos ou departamentos do governo brasileiro.
 

 
Um paralelo entre os irmãos resendenses
Inserido por: ClaudioBento
Em: 07-04-2006 @ 02:15 pm
 

 

UM PARALELO ENTRE OS IRMÃOS RESENDENSES

DR ANTÔNIO E CEL FABIANO PEREIRA BARRETO

O primeiro Tabelião de Resende em 1801, foi o gaúcho de Triunfo-RS , Miguel Pedroso Barreto, filho de um dos heróis conquistadores do Forte de Santa , próximo de Bagé em 1776,.Evento que acabamos de resgatar em detalhes na História da 3ª Brigada de Cavalaria Mecanizada de Bagé. 

Miguel Pedroso foi também um dos pioneiros do Ciclo do Café no Brasil iniciado aqui em Resende. 

Ele teve dois filhos que se criaram: Antônio Pereira Barreto Pedroso, nascido acidentalmente em Pouso Alto-MG ,em 2 jul 1799 e Fabiano Pereira Barreto, nascido em Resende, em 11 fev 1801, 7 meses antes da instalação da vila e município de Resende e mais moço 1 ano, 7 meses e 9 dias do que  Antônio. O irmão José que nasceu depois não se criou.

E Antônio e Fabiano se criaram em Resende onde passaram a infância e adolescência . Antônio foi estudar Direito em Coimbra. Fabiano se casou com cerca de 23 anos e foi trabalhar com a produção e comércio de café, sendo mais tarde proprietário da maior fazenda de Resende ,a Monte Alegre e o maior comerciante de café, exportando cerca de 900 toneladas por ano.

No campo profissional Antônio seguiu a carreira jurídica, tendo servido em 1824 em Florianópolis atual como Juiz de Fora e Auditor Militar das tropas da ilha de Santa Catarina  ao retornar formado em Coimbra e depois vivido em Resende como Ouvidor. Em 1828 foi desembargador da Relação na Bahia com exercício na Casa da Suplicação .A partir de 1833 ficou pertencendo a Relação do Rio de janeiro ,Foi aposentado em 13 de abril de 1857 .Mais tarde ,ao final da vida, voltou a residir em Resende ,tendo porém falecido em Vassouras aos 82 anos, sobrevivendo cerca de 8 anos a Fabiano que faleceu em Resende em 1874,aos 72 anos .

Antônio foi desembargador e membro do Supremo Tribunal de Justiça. 

No campo político foi deputado provincial pelo Partido Liberal em 3 legislaturas de 1935/1939 e suplente na 4ª legislatura de 1842/1843, além de Presidente das províncias do Rio de Janeiro e da Bahia.

No campo político Fabiano foi deputado provincial em 5 legislaturas pelo Partido Conservador e presidente da Câmara de Resende por 5 legislaturas. Recorde até hoje! Dominou o cenário político e econômico e social e militar de Resende no Império.

Como presidente da Bahia, em 1837 Antônio combateu e venceu a Revolta da Sabinada. Como presidente da Câmara de Resende e comandante da Guarda Nacional da região , Fabiano fechou a fronteira Rio de Janeiro ,São Paulo impedindo a ligação dos revolucionários fluminenses e paulistas .Com guardas nacionais  resendenses ajudou Caxias a pacificar a Revolução Liberal de 1842 em Minas Gerais ao atuar em Queluz ( Conselheiro Lafayete atual ).

Como honrarias recebidas, Antônio foi agraciado as medalhas  de Comendador da Ordem  de Nosso  Senhor Jesus Cristo  e a de Oficial da Ordem Imperial do Cruzeiro além de Presidente do Supremo Conselho do grau  33 do Grande Oriente do Brasil.

Fabiano por serviços militares prestados ao Império na mobilização de 250 Voluntários da Pátria resendenses para a Guerra do Paraguai e na   Questão Christie   com a Inglaterra ,foi agraciado com as medalhas  de Comendador da 0rdem da Rosa e da Ordem de Nosso . Senhor Jesus Cristo . 

Era tido como homem cordial, espirito conciliador, dotado de grande senso de justiça. Era escolhido em Resende pelas partes para arbitrar questões complexas .Sobre as medalhas recebidas por ele e o irmão  consultar nosso trabalho Moedas de Honra, em Livros no site www.resenet.com.br/users/ahimtb 

        O Dr Antônio  foi nomeado Presidente da Bahia, em 7 novembro de 1837, decorridos 10 dias do início de movimento armado motivado pela presença ali do líder farrapo Bento Gonçalves da Silva no Forte do Mar de onde fugira espetacularmente para reassumir em Piratini a presidência da Republica Rio Grandense.

Sob a liderança do Dr Antônio  foi estabelecido o sitio marítimo e terrestre de Salvador pelo Exército e Marinha.  E Salvador resistia.! Ninguém entrava e saia e o Presidente Barreto  Pedroso comandava a reação de Cachoeira, no Recôncavo .

E recebeu como seu comandante das Armas o General João Crisóstomo Calado herói da Batalha de Passo do Rosário, em 20 fev. 1827, e com ligações familiares com Afonso Arinos de Mello Franco, que é também seu biógrafo.

Com o apoio do General Calado o resendense Dr Antônio  governando de Itaparica   reorganizou as forças legais, atacou e submeteu o foco rebelde. Movimento que abordamos em lutas Internas no citado site www.resenet.com.br/users/ahimtb em Livros.

 Antes de deixar Resende para seguir para Bahia, o Dr. Antônio   vendeu suas terras em Rialto  atual, entre o rio Bananal e a Estrada do Cafundó ,em Barra Mansa. 

Quanto a descendentes o Dr Antônio teve duas filhas Cândida e Antonina . Esta mãe do ilustre resendense  poeta e jornalista e advogado formado em Direito na Faculdade de São Paulo, o  Dr  Luiz Barreto de Murat que foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras inaugurando a cadeira n º 1 que tem por patrono Adelino Monteiro.Portanto um resendense imortal .

Em 1894 Murat tomou parte na Revolta na Armada tendo embarcado nos navios revoltosos. Por isto foi processado, julgado e absolvido em 1895 em Curitiba. O abordamos na Revista dos 200 anos de Resende e no site PRAN do www.resenet.com.br/História de Resende.

Fabiano teve muitos e prestantes filhos , entre eles o Dr. Luiz Pereira Barreto, até hoje o maior filho de Resende, formado em Medicina na Europa e que passou a História como o criador de riquezas e introdutor na região de Ribeirão  Preto do café  Bourbon que trouxe da Europa , plantou na fazenda paterna de Monte Alegre e dali foi levado pela Caravana Pereira Barreto  ,na década de 70 do século XIX ,para transformar São Paulo no estado mais rico e poderoso do Brasil.

Hoje a histórica por tantos títulos ,Fazenda Monte Alegre esta em ruínas  e não protegida, ao que parece pelo Patrimônio Histórico de Resende que não a teria tombado. E triste ela vê - la sem glória , esquecida e arruinada . 

Parece ideal para um grande Hotel Fazenda atingível por asfalto num cenário lindíssimo .

 Neste nosso relato concluo que os irmãos Antônio e Fabiano militaram em campos políticos opostos. Antônio  no Partido Liberal, a concluir-se de carta que enviou ao líder liberal de Resende    Padre José Marques da Mota, comunicando a abdicação de D. Pedro I em beneficio do filho menor D. Pedro II. 

Vale lembrar que o padre Motta natural de Tiradentes foi o fundador da imprensa de Resende em 1831 com o Gênio Brasileiro e o primeiro provedor da Santa Casa, conforme abordamos em nosso trabalho, A Saga de Santa Casa de Misericórdia de Resende. Rio de Janeiro : SENAI,1992.

 Em que pese a grande projeção de Fabiano na História de Resende sua atuação pouco aparece na versão liberal da História de Resende de autoria do grande resendense e admirado Dr. João Maia que não o criticou, mas o esqueceu como também Resende que evoca sua memória numa rua inexpressiva. 

Mas o grande historiador gaúcho  e resendense de coração Itamar Bop o resgatou na excelente obra Família Pereira Barreto.

História verdade e justiça! O Dr. Antônio é considerado o filho mais ilustre de Pouso Alto - MG, que também considera seu filho ilustre o Cel Alceu Paiva, que por um capricho do  destino inaugurou a cadeira Cel Fabiano Barreto da Academia Resendense de História. E o Dr Antônio e o Cel Alceu nascidos em Pouso Alto escolheram Resende para nela viveram grande parte de suas vidas. 

Presidente da Academia de História Militar Terrestre do Brasil  e  Tribuno da Confraria dos Cidadãos de Resende.
Curriculum 
Vitae

 


Autor: Cel Eng QEMA Ref Claudio Moreira Bento
 


Última alteração em 07-05-2006 @ 07:21 pm

[ Envie esta História para um amigo! ]

 
Comentar
Comentar
Veja mais
Veja mais
Perfil do usuário colaborador
Perfil do usuário colaborador
Envie uma Mensagem Privada
Envie uma Mensagem Privada