Olá Visitante! Junte-se a nós! ou Entre para inserir uma História Militar.
[ Anuncie Já | Fórum | Blogs | Bate-Papo | Ajuda | Proposta ]
 
Página PrincipalPortal Militar Escute hinos e canções militares na Rádio do PortalHinos Fórum do Portal MilitarFórum Blogs Hospedados no PortalBlogs Converse no chat com militaresBate-Papo Videos do YoutubeVideo ArtigosArtigos AgendaAgenda Hotel de TrânsitoHotel Deixe um mensagem para todos do portal.!Fonoclama EntrarEntrar! Junte-se a nós!Junte-se a nós!
  Ir para Página Principal do Portal Militar
 
   
 
[ Todos as Histórias | Todos os Colaboradores | Os últimos 20 Colaboradores ativos ]

[ Dúvidas | Política de Publicação | Busca avançada ]

Usuários Colaboradores podem enviar Histórias Militares ou relacionadas, além de poder comentar as Histórias enviadas por outros usuários!
© Todos os direitos reservados aos seus autores. Esta material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização de seus autores. As opiniões expressas ou insinuadas nesta revista pertencem aos seus respectivos autores e não representam, necessariamente, as do Portal Militar.com.br ou de quaisquer outros órgãos ou departamentos do governo brasileiro.
 

 
O repatriamento dos restor mortais do fundador da imprensa brasileira
Inserido por: ClaudioBento
Em: 07-04-2006 @ 02:42 pm
 

 

O REPATRIAMENTO DOS RESTOS MORTAIS DO FUNDADOR DA IMPRENSA BRASILEIRA HIPÓLITO DA COSTA

O Globo Repórter noticiou dia 10 de abril que a Rainha da Inglaterra ,como chefe da Igreja Anglicana ,permitiu que os restos mortais de Hipólito da Costa , o fundador da Imprensa Brasileira e que passou parte de sua infância e adolescência ,em Pelotas, retornassem ao Brasil em definitivo  .

Vale lembrar que esta idéia foi dada por nós no Diário Popular de Pelotas ,em três artigos sob o título “Pelotas e o fundador do jornalismo brasileiro “em 30 jan e 1 e 2 fev  1972 e publicados na Coluna Querência da Sociedade Gaúcha J.Simões Lopes Neto daquela cidade

.Artigos que tiveram repercussão no Correio do Povo na coluna Revivendo o passado ,do jornalista  Arquimedes Fortini e com o mesmo título do que publicamos no Diário Popular e elogiando a iniciativa deste jornal e do autor dos artigos  . E a matéria de Arquimedes Fortini repercutiu na grande imprensa, sendo objeto de editorial do Jornal do Brasil da lavra do falecido Alexandre Barbosa Lima Sobrinho ,também Presidente da ABI, escrevendo  que a idéia da iniciativa do traslado dos restos mortais de Hipólito da Costa que  deveria  ter sido de um jornalista ,o fora de  um jovem historiador militar e oficial do Exército .A iniciativa foi acolhida também pelo Estado de São Paulo .

Em 14 mar 1972 ,em artigo no Correio Braziliense , em Brasília ,publicamos artigo - Os restos mortais do patrono da Imprensa no Brasil ,reiterando a idéia do repatriamento dos restos mortais de Hipólito da Costa .Em seguida ,no mesmo jornal, em 23  abr 1972 ,data início da comemorações do Sesquicentenário da Independência, fomos encarregado pelo Correio Braziliense de elaborar a edição histórica constituída de 4 artigos históricos por nós assinados e dentre eles ,O Patrono da Imprensa  do Brasil e a Independência .E a campanha pró repatriamento ganhou grande impulso .

Neste mesmo ano ,a Assembléia Legislativa do RGS e a Associação de Imprensa do Rio Grande do Sul promoveram um concurso literário do qual participamos com o trabalho-  Ó gaúcho fundador da Imprensa Brasileira ,que foi classificado em 2 o lugar , cujo prêmio recebemos em sessão da Assembléia Legislativa . Livro  cujo único exemplar dos originais encontra-se na Biblioteca do Colégio N.S Aparecida em Canguçu, onde cursamos o primário até 1944 .

Dentro outras iniciativas decorrentes ,recordo a criação do Museu Hipólito da Costa em Porto Alegre .Assim decorridos 29 anos da nossa proposta acolhida pelo Diário Popular é com grande alegria e emoção cívica de historiador  filho da Zona Sul do Rio Grande do Sul que vemos concretizada o sugerido repatriamento de Hipólito da Costa para o Brasil .

Hipólito da Costa editou de 1808-a 1822 o Correio Braziliense na Inglaterra, ,jornal que lutou pela nossa Independência .Um de seus filhos foi companheiro do atual patrono da Marinha em operação naval no sul da Argentina, na Guerra Cisplatina .Outro filho seu foi oficial da Marinha da Inglaterra e foi assassinado em Hong Kong, depois de um assalto numa praia daquela cidade. Hipólito da Costa nasceu em Colônia do Sacramento de onde teve que imigrar com a família para a Região de Pelotas, em razão da conquista definitiva de Colônia do Sacramento pelos espanhóis em 1777.

Hipólito da Costa é irmão do Padre Felício ligado aos primeiros tempos de Pelotas como freguesia São Francisco de Paula e filho do comandante da  primeira força militar organizada em Pelotas em 1784 , uma  Companhia de Ordenanças , assunto este que esclarecemos em artigo, Uma companhia de Ordenanças em Pelotas em 1774 ? na Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro .v.344,1983 .Pois o fato teve lugar em 1884 , depois de expulsos em 1776 os espanhóis das terras de Pelotas ,ocasião, em que teve início o povoamento efetivo da área por Portugal .

Curriculum 
Vitae

 


Autor: Cel Eng QEMA Ref Claudio Moreira Bento
 


Última alteração em 07-05-2006 @ 07:24 pm

[ Envie esta História para um amigo! ]

 
Comentar
Comentar
Veja mais
Veja mais
Perfil do usuário colaborador
Perfil do usuário colaborador
Envie uma Mensagem Privada
Envie uma Mensagem Privada