Olá Visitante! Junte-se a nós! ou Entre para inserir uma História Militar.
[ Anuncie Já | Fórum | Blogs | Bate-Papo | Ajuda | Proposta ]
 
Página PrincipalPortal Militar Escute hinos e canções militares na Rádio do PortalHinos Fórum do Portal MilitarFórum Blogs Hospedados no PortalBlogs Converse no chat com militaresBate-Papo Videos do YoutubeVideo ArtigosArtigos AgendaAgenda Hotel de TrânsitoHotel Deixe um mensagem para todos do portal.!Fonoclama EntrarEntrar! Junte-se a nós!Junte-se a nós!
  Ir para Página Principal do Portal Militar
 
   
 
[ Todos as Histórias | Todos os Colaboradores | Os últimos 20 Colaboradores ativos ]

[ Dúvidas | Política de Publicação | Busca avançada ]

Usuários Colaboradores podem enviar Histórias Militares ou relacionadas, além de poder comentar as Histórias enviadas por outros usuários!
© Todos os direitos reservados aos seus autores. Esta material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização de seus autores. As opiniões expressas ou insinuadas nesta revista pertencem aos seus respectivos autores e não representam, necessariamente, as do Portal Militar.com.br ou de quaisquer outros órgãos ou departamentos do governo brasileiro.
 

 
23 de abril , Aniversário da Academia Militar das Agulhas Negras
Inserido por: ClaudioBento
Em: 06-29-2006 @ 06:10 pm
 

 

A AMAN, em 2001 ,ano do bicentenário do município e vilamento  de Resende, vem de completar 57 anos de existência como formadora de oficiais do Exército Brasileiro e 70 anos da decisão de localizá-la em Resende .

Ela resultou de uma promessa aos líderes tenentistas da Revolução de 1930, liderada por Getúlio Vargas, de construir-se uma moderna escola militar , interiorizada, para prevenir os constantes envolvimentos de seus alunos em movimentos revolucionários e dispor de mais amplos espaços para adestramento militar moderno .

Assim ,, em 16  julho de 1932 ,durante a Revolução de 1932,em que Resende se constituiu na principal base militar para as operações contra a Revolução no Vale do Paraíba e o atual Campo de Paradas da AMAN, em base aérea contra a Revolução no Vale do Paraíba e Sul de Minas ,o presidente Getúlio Vargas prometeu, na Estação Ferroviária de Resende, então QG das forças legais, a construção para breve da Escola Militar de Resende .

Decorridos 7 anos lançou a pedra fundamental da AMAN , no ano do centenário do Marechal Floriano Peixoto e no dia do aniversário de sua morte, na Fazenda Paraiso ,junto ao povoado da Divisa que mais tarde passou a denominar-se Floriano .Em 20 de março de 1944 presidiu a sua inauguração oficial conforme expressiva placa de bronze colocada na entrada da AMAN .

Em 1931 , o Coronel Jose  Pessoa, comandante da Escola Militar do Realengo , e o seu secretário , o Capitão Mário Travassos e um motorista vinham do Rio, a procura de um local para a Escola Militar e tiveram enguiçado seu automóvel na altura do Km 18 da Resende - Riachuelo.

Barreto Costa, engenheiro agrônomo diretor da Estação de Monta denominada Semente, viajando em sentido contrário  topou com aqueles dois militares , aguardando a tentativa do motorista de consertar o carro.

Parou e apresentou-se aos dois militares , que identificaram-se. Barreto Costa levou-os então para Resende, hospedando-os em sua residência na Semente(bem próxima do local onde viria a ser construído o conjunto principal da AMAN).

No dia seguinte, Barreto Costa procurou o Cel Alfredo Sodré, que intermediou entrevista do prefeito Taurino do Carmo( veterano da 1a Guerra Mundial como enfermeiro)  com o Cel José Pessoa e o Capitão Travassos. O Dr. Taurino recebeu-os na presença de Sodré, Itamar Bopp e outros.

Em setembro de 1931, o Cel José Pessoa, acompanhado de diversas pessoas, subiu ao Pico das Agulhas Negras, onde colheu um bloco de rocha. Levantou-o e disse(segundo Itamar Bopp, presente): “Esta vai ser a pedra fundamental da futura Universidade Militar do Brasil.”

Programou o Cel Pessoa, como fecho de uma  manobra da Escola Militar  em Resende, lançar a pedra fundamental na Fazenda do Castelo. Mensagem ministerial que recebeu um pouco antes fez com que não levasse avante seu intento. Ainda assim, sob pesar geral, a pedra foi enterrada na Fazenda do Castelo. E até hoje ali esquecida e não localizada . Em 1937, o projeto foi deslocado para o atual local . O projeto inicial era prevista para o atual bairro do Paraiso .

Um detalhe na história da AMAN é que o Marechal . José Pessoa, quando Coronel Comandante da Escola Militar do Realengo, no início da década de 1930, fez constar no brasão desta escola o perfil das Agulhas Negras. Como preparação para a vinda para Resende recriou o título de cadete, com o sentido de o companheiro mais jovem dos oficias e o Corpo de Cadetes e seus Estandarte e , os uniformes históricos como ele entre o Exército Imperial e da República .

É certo que clima, posição estratégica entre as duas maiores cidades do país e afastamento da então capital Federal(centro de agitações), influíram muito na escolha de Resende para a hoje AMAN. Escolha que atendeu a imperativos geopolíticos  por conta do Capitão Mário Travassos , consagrado geopolítico brasileiro que seria o 1o comandante da então Escola Militar de Resende e o único com o posto de coronel .

Mas talvez tudo  , não tivesse se concretizado no sentido da transferência da Escola Militar, não fosse o idealismo e o denodo do Mal  José Pessoa, que combatera  na França, na Primeira Guerra Mundial, comandando um destacamento de soldados turcos e trazendo de lá uma nova visão militar em especial de curso tirado na Escola Militar de Saint Cyr   .

Para a época,  a construção  da Escola Militar foi  obra ciclópica. Atraiu muitos engenheiros, técnicos de nível médio e operários de outras regiões. Gerou muitos empregos diretos e indiretos. Trouxe também progresso urbano significativo para Resende. A Av. Saturnino Braga e, na direção desta, a ponte sobre o rio Paraíba, são exemplos de tais obras.

Homenageados com seus nomes em vias públicas importantes de Resende, são  lembrados o Cel Mendes, que foi chefe da Comissão de construção da AMAN, e o Gal Affonseca, que substituiu o Cel Mendes, além de ter sido nomeado pelo prefeito como presidente da Comissão de Construção e Urbanização de Resende. É dessa época a elaboração de um Plano Diretor para Resende e dotar-se a Santa Casa da 1a Sala Cirúrgica .Santa Casa que até a chegada da AMAN era considerado o maior edifício de Resende e local onde verificou-se a seguinte cena .

Reunidos no Salão Nobre da Santa Casa o Coronel Jose Pessoa com dirigentes da mesma,a certa altura , depois de constatar o grande numero de internos longevos disse provocando o riso geral :

“Vim aqui na Santa Casa esperando saber a sua situação quanto a micróbios e encontrei muitos macróbios, o que atesta as exelentes condições sanitárias de Resende .”

Memorável foi a colaboração de professores militares em Resende, seja através do Ginásio Dom Bosco, seja na contribuição que deram à fundação da primeira faculdade(Dom Bosco) idealizada pelo Cel Antônio Esteves seu atual presidente ..

Iniciada em 15jun86 e concluída em fevereiro de 1988, ano do 140º aniversário de Resende cidade , foi executada a duplicação do conjunto principal da AMAN, com o Brasil sob o governo Sarney. Notável, neste novo complexo, o Novo Teatro da AMAN, em que os freqüentadores são recebidos pela imponência da estátua de Ésquilo, dramaturgo grego e militar.

Estima-se que mais de 25 mil oficiais passaram três a quatro anos em Resende. Muitos oficiais, após cursarem a AMAN, casaram-se em Resende. Muitos que estudaram aqui depois vieram servir em Resende e permanecem, reformados, até hoje cativos desta terra.

Em 1o mar 1996 foi fundamos a Academia de História Militar Terrestre do Brasil que possui sua sede política na Fundação Educacional D.Bosco e sua sede administrativa e seu Centro de Informações de História Militar Terrestre do Brasil junto a Casa do Laranjeira do 4 o ano .Instalação que abriga os maiores acervos bibliográficos e hemerográficos sobre as histórias da AMAN e da cidade de Resende , E  ambas, historicamente criações do Conde de Resende! A AMAN tendo como mais profunda raiz histórica a Real Academia de Artilharia Fortificação e Desenho criada em 19 dez 1792 , no dia do aniversário da Rainha D. Maria I e sob a égide do Príncipe Regente que 18 anos mais tarde a transformaria em Academia Real Militar ,aproveitando a infra-estrutura da Real Academia . E finalmente Resende criada em 1801 e instalada com o nome de seu título Resende em 29 setembro de 1801.há 200 anos .

Em 1994 no Jubileu de Ouro da AMAN em Resende publicamos a obra : 1944- Jubileu de Ouro da AMAN em Resende : Volta Redonda: Gazetilha .1994. Obra patrocinada pela SORAMAN( Sociedade Resendense de Amigos da AMAN.

 


Última alteração em 06-29-2006 @ 06:10 pm

[ Envie esta História para um amigo! ]

 
Comentar
Comentar
Veja mais
Veja mais
Perfil do usuário colaborador
Perfil do usuário colaborador
Envie uma Mensagem Privada
Envie uma Mensagem Privada