Olá Visitante! Junte-se a nós! ou Entre para inserir uma Letra.
[ Anuncie Já | Fórum | Blogs | Bate-Papo | Ajuda | Proposta ]
 
Página PrincipalPortal Militar Escute hinos e canções militares na Rádio do PortalHinos Fórum do Portal MilitarFórum Blogs Hospedados no PortalBlogs Converse no chat com militaresBate-Papo Videos do YoutubeVideo ArtigosArtigos AgendaAgenda Hotel de TrânsitoHotel Deixe um mensagem para todos do portal.!Fonoclama EntrarEntrar! Junte-se a nós!Junte-se a nós!
  Ir para Página Principal do Portal Militar
 
   
 
[ Todos as Letras de Hinos | Todos os Colaboradores | Os últimos 20 Colaboradores ativos ]

[ Dúvidas | Política de Publicação | Busca avançada ]

Usuários Colaboradores podem enviar Letras de Hinos, canções, marchas militares e outros, além de poder comentar as Letras enviadas por outros usuários!
© Todos os direitos reservados aos seus autores. Esta material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização de seus autores. As opiniões expressas ou insinuadas nesta revista pertencem aos seus respectivos autores e não representam, necessariamente, as do Portal Militar.com.br ou de quaisquer outros órgãos ou departamentos do governo brasileiro.
 

 
Hino Soldado do Fogo
Inserido por: Coordenador
Em: 10-31-2006 @ 07:08 pm
 

 
Letra: TEN. Sergio Luiz de Matos
Música: TEN. A . Pinto Junior

Contra as chamas em lutas Ingentes,
Sob o nobre o alvi-rubro pendão,
Dos soldados do fogo valentes,
É, na paz, a sagrada missão.
E se um dia houver sangue e batalha,
Desfraldando a auri-verde bandeira,
Nossos peitos são férreas muralhas,
Contra audaz agressão estrangeira,


Missão dupla o dever nos aponta
Vida alheia e riquezas salvar
E, na guerra, punindo uma afronta,
Com valor pela Pátria lutar.


Aurifulvo clarão gigantesco,
Labaredas flamejam no ar,
Num incêndio horroroso e dantesco,
A cidade parece queimar,
Mas não temem da morte os bombeiros
Quando ecôa d’alarme o sinal,
Ordenando voarem ligeiros,
A vencer o vulcão Infernal.


Missão dupla o dever nos aponta
Vida alheia e riquezas salvar
E, na guerra, punindo uma afronta,
Com valor pela Pátria lutar.


Rija luta aos heróis aviventa,
Inflamando em seu peito o valor,
Para frente o que importa a tormenta,
Dura marcha ou de sois o rigor?
Nem um passo daremos atrás,
Repelindo, inimigos canhões,
Voluntários da morte na paz,
São na guerra indomáveis leões.


Missão dupla o dever nos aponta
Vida alheia e riquezas salvar
E, na guerra, punindo uma afronta,
Com valor pela Pátria lutar.

 


Última alteração em 10-31-2006 @ 07:08 pm

[ Envie esta Letra para um amigo! ]

 
Comentar
Comentar
Veja mais
Veja mais
Ouça Hinos e Canções
Ouça Hinos
Perfil do usuário colaborador
Perfil do usuário colaborador
Envie uma Mensagem Privada
Envie uma Mensagem Privada