Olá Visitante! Junte-se a nós! ou Entre para inserir uma Letra.
[ Anuncie Já | Fórum | Blogs | Bate-Papo | Ajuda | Proposta ]
 
Página PrincipalPortal Militar Escute hinos e canções militares na Rádio do PortalHinos Fórum do Portal MilitarFórum Blogs Hospedados no PortalBlogs Converse no chat com militaresBate-Papo Videos do YoutubeVideo ArtigosArtigos AgendaAgenda Hotel de TrânsitoHotel Deixe um mensagem para todos do portal.!Fonoclama EntrarEntrar! Junte-se a nós!Junte-se a nós!
  Ir para Página Principal do Portal Militar
 
   
 
[ Todos as Letras de Hinos | Todos os Colaboradores | Os últimos 20 Colaboradores ativos ]

[ Dúvidas | Política de Publicação | Busca avançada ]

Usuários Colaboradores podem enviar Letras de Hinos, canções, marchas militares e outros, além de poder comentar as Letras enviadas por outros usuários!
© Todos os direitos reservados aos seus autores. Esta material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização de seus autores. As opiniões expressas ou insinuadas nesta revista pertencem aos seus respectivos autores e não representam, necessariamente, as do Portal Militar.com.br ou de quaisquer outros órgãos ou departamentos do governo brasileiro.
 

 
Batalha do Riachuelo
Inserido por: ACMA
Em: 10-01-2008 @ 04:26 pm
 

 

BATALHA DO RIACHUELO

2o Sgt Walter Mendes Mucha

(11 Jun 65)

 

 

Aqui fala um “BOI DE BOTAS”

Gaúcho barbaridade!...

Vem repontando a saudade

Daqueles tempo d’outrora

Co’a MARINHA peleamos juntos

Fazendo muitos defuntos

Sem se enredar “nas espora”...

 

Pois o VELHO REGIMENTO

Que de MALLET é a Caserna

Por aqui bolêia a perna

Prá dizer em especial

Que no seu tranco garboso

Já foi até vitorioso

N’uma Batalha Naval!

 

Nesta linguagem crioula

De guasca, porém, bem macho

Alço a perna e “quebro o cacho”

Prá falar de RIACHUELO

Lhes digo sem ter receio

Comparando a um rodêio

“BOI DE BOTAS” foi sinuelo!

 

Pois a bordo da “BELMONTE”

Corveta que fez a testa

Lembrança que ainda resta

Com denôdo e galhardia

Tem TIBÚRCIO no Comando

Prá peliar pronta esperando

Está a 3a Bateria!

 

A 1a voz de alerta

Lá da “BELMONTE” surgiu

Seu GAJEIRO foi quem viu

Gritando “INIMIGO À VISTA”

Que cruza alí atirando

E o mesmo trôco levando

Só deixa n’água uma lista!

Lá da borda Paraguaia

Vestindo blusa encarnada

Avistaram em nossa ARMADA

A mesma cor cintilando:

Era o Soldado ARTILHEIRO

Alí junto ao MARINHEIRO

Valentemente lutando!

 

A “BELMONTE” era pequena

Manobrou na mesma hora;

Ligeirito sem demora

Colocou a sorte em jôgo

Mostrando a raça que tinha

Entrou na briga sozinha

Resistiu à todo o FÔGO!

 

A bordo da “PARNAÍBA”

É que a cousa ficou feia

Pois desta vez a pelêia

Desviou-se prá outra linha!

Só se via índio torto

E muito inimigo morto

A facão e machadinha!

 

A “BELMONTE” então recuou

Prá “PARNAÍBA” auxiliar

Mas precisou encalhar.

Seria certo o seu tombo

Depois de “güentar” o aperto

Necessitou de conserto

Nos seus 37 “rombo”

 

Mas BARROSO inteligente

Apelou prá outro meio!

A trompaço lá se veio...

Chamou a “BELMONTE” consigo

E em poucas “paletadas”

Foi resolvida a parada

Botando a pique o inimigo.

 

Os restantes se sumiram...

Deixaram conosco a vitória,

Que somada à nossa glória

Veio encher-nos de alegrias

Viva TIBÚRCIO, o famoso!

Viva o Almirante BARROSO!

E o bravo MARCÍLIO DIAS!

 


Última alteração em 09-14-2009 @ 08:19 am

[ Envie esta Letra para um amigo! ]

 
Comentar
Comentar
Veja mais
Veja mais
Ouça Hinos e Canções
Ouça Hinos
Perfil do usuário colaborador
Perfil do usuário colaborador
Envie uma Mensagem Privada
Envie uma Mensagem Privada