Junte-se a ns | Entrar Principal | Frum | Blogs | Hinos | Colabore | Hotel  
  Bem-vindo(a) ao Portal Militar  
   
 
 
   
   
 
Comunique-se
marcadorAgenda/Calendrio
marcadorArtigos e Opinies
marcadorAvaliao
marcadorBlogs
marcadorCadastro
marcadorDvidas
marcadorEnquetes
marcadorFonoclama
marcadorFrum
marcadorGrupos
marcadorHumor
marcadorLinks
marcadorMensagem Instantnea
marcadorMensagens
marcadorMilitares na Poltica
marcadorYoutube

Colaborao no Ms

Total doadoR$ ,00
MetaR$ 900,00
Faltam R$ 900,00 para
atingirmos a meta

Menu
*Principal
marcadorAmigoMilitar
marcadorArmas e Selos
marcadorArquivo de Noticias
marcadorBandeiras
marcadorBlogNovo
marcadorBrases
marcadorColaborao
marcadorComandantes
marcadorConcursos
marcadorEnquetes
marcadorEstatsticas
marcadorFale Conosco
marcadorFEB - Veteranos
marcadorHistria Militar
marcadorHotis de Trnsito
marcadorIngresso
marcadorLegislao Militar
marcadorLetras de Hinos
marcadorMximas e Brocardos
marcadorPenso Militar
marcadorPoemas e Poesias
marcadorPostos e Graduaes
marcadorProfisso Militar
marcadorRdio
marcadorUniformes
marcadorUtilidades

On-line Agora
Visitantes: 109
Cadastrados: 1

Total: 110

Voc ainda no se cadastrou? Junte-se a ns! grtis e para todos.

Se j faz parte da comunidade militar, entre aqui.


Enquete
Qual o seu maior sonho?
 Casa própria
 Dar um bom futuro aos meus filhos
 Conhecer lugares incríveis
 Ter um salário decente
 Passar para a reserva
 Sair das forças armadas
 Ver PT fora do governo
 Viver em um país sem corrupção

Enquete
Enquete
Qual o seu maior sonho?
 Casa própria
 Dar um bom futuro aos meus filhos
 Conhecer lugares incríveis
 Ter um salário decente
 Passar para a reserva
 Sair das forças armadas
 Ver PT fora do governo
 Viver em um país sem corrupção





Voltar


A INATIVIDADE

Os militares ingressam na inatividade quando passam para a reserva ou são reformados. No primeiro caso, continuam mantendo vínculos com a respectiva Força Armada, constituindo a reserva pronta para ser convocada, obrigação que desaparece do reformado, por idade limite ou incapacidade física.

O termo "aposentadoria", largamente usado para definir a situação de inatividade, na realidade não traduz fielmente o que ocorre com os militares. Para os trabalhadores em geral, este termo é aplicável e correto porque, ao serem aposentados, podem permanecer nesta situação de acordo com a sua vontade e conveniência, sem obrigação de atenderem a convocações para retornarem à atividade.

Na realidade, os militares em inatividade, observados sua condição física e o limite de idade para a reforma, encontram-se "em disponibilidade remunerada", situação determinada pelas condições relativas à carreira, mais especificamente, o fluxo de carreira, a rotatividade nos cargos e os limites de idade para cada posto ou graduação, tudo isto visando à conseqüente e à necessária renovação dos efetivos da Força.

CRITÉRIOS DE PASSAGEM PARA A INATIVIDADE

Basicamente, o militar das Forças Armadas pode passar à inatividade de forma voluntária ou involuntária (ex officio).Voluntariamente, apenas após completar 30 (trinta) anos de serviço, e ex officio, ao atingir a idade limite de permanência no serviço ativo, variável com o posto ou graduação, ou quando apresentar problema de saúde que o incapacite para o serviço ativo.

Na verdade, o trabalho extraordinário e freqüente, exercido pelos militares sem qualquer compensação financeira, acumulado ao longo da carreira, faz com que os trinta anos de efetivo serviço correspondam a muito mais do que o previsto na legislação vigente para a aposentadoria de um outro servidor federal ou trabalhador assalariado, como indicam os dados abaixo.

Número de horas previstas de trabalho remunerado

Diárias
Semanais
Mensais
Anuais
Total: anual x 30*
8 hs
40 hs
172 hs
1892 hs
56.760 hs


* Total para aposentadoria, considerados 22 dias úteis e deduzidos 4 horas de folga mensal, correspondente ao dia de pagamento.

Horas extraordinárias de trabalho (sem remuneração):

1. Em acampamentos e exercícios no terreno (campanhas): 384 hs / ano

2. Em serviços de escala: 968 hs / ano

- Total anual de horas extraordinárias: 1.352 hs

- Total de horas extraordinárias em 20 anos de serviço*: 27.040 hs, que, transformadas em anos de trabalho, correspondem a 14 anos, 3 meses e 4 dias.

*Período em que essas atividades são realizadas.

Somatório total de horas trabalhadas

1) Atividades previstas : 56.760hs

2) Horas extraordinárias : 27.040hs

3) Total : 83.800hs

Observa-se que o somatório de horas extraordinárias representa 47,63 % do somatório de atividades previstas. Ou seja, o militar das Forças Armadas brasileiras trabalha, em média, 47,63 % além do previsto na lei.

Convertido em períodos de trabalho, essa diferença representa 14 (quatorze) anos, 03 (três) meses, 04 (quatro) dias, que somados aos 30 anos previstos, proporcionarão um total de, aproximadamente, 44 anos de trabalho efetivos contra 30 anos previstos.

REMUNERAÇÃO NA INATIVIDADE

O militar quando passa à inatividade, contando com mais de 30 anos de serviço, tem os seus proventos calculados com base na remuneração integral do posto ou graduação que possuía quando da transferência para a Inatividade Remunerada.

Demais aspectos gerais da profissão do militar das forças armadas:

- Caractersticas
- A formao
- A carreira militar
- A penso militar
- O sistema de sade
- Outros aspectos

Voltar





Polcia Militar, Ministrio da Defesa, Ingresso na carreira, Servio Militar, Penso Militar, Hotel de trnsito, Comando da Marinha, Comando do Exrcito, Comando da Aeronutica, Fuzileiro Naval, Militar Brasil, Uniformes e farda.
Assuno Aeronutica alistamento Almirante aprafa arfamil Armas Artilharia Aspirante Associacao Aumento Avio Bolsonaro Brasil Brigadeiro Cabo Cadete Cano Capito Cavalaria Certificado Clubes Comandante Comunicao Comunidade Concurso Coronel Bombeiros Corveta Decreto Direito Disciplina Ditadura EB Estatuto exrcito fab feb federal Fora Area foras armadas e auxiliares frum Fragata garantia General graduado guarnicao Haiti Hierarquia Hino Inativo Infantaria Jobim Legislao Major Mar-e-Guerra Marinha Marinheiro MB Medalha Militares Ministro misso msica nacional naval navio Nelson nuclear oficial pagamento patrulha pec pec245 pec249 pec300 pec352 pensionista prova publicidade reajuste recruta reforma regulamento remunerao resenha reserva reservista salrio sargento soldado soldo submarino subtenente tabela taifeiro tamandar tanque tenente torpedo tripulao UNEMFA vencimento veterano vigilncia
Site brasileiro NO OFICIAL de assuntos militares. PERTENCE A EMPRESA DUALGUI COM PROD ELET LTDA - Tel.: 11-38766789, 11-40639319 e 11-38699068 Este Portal Militar no se responsabiliza pelo contedo das mensagens, comentrios, postagens, notcias e outros textos enviados por usurios cadastrados ou visitantes annimos e no emite opinio sobre este contedo.
As opinies expressas ou insinuadas neste Portal pertencem aos seus respectivos autores e no representam, necessariamente, as do Portal Militar.com.br ou de quaisquer outros rgos ou departamentos do governo brasileiro. Site desenvolvido pela equipe do Portal Militar. Tenha o seu tambm. Entre em contato pelo email master@dualgui.com.br
PHP-Nuke Copyright © 2005 by Francisco Burzi. This is free software, and you may redistribute it under the GPL. PHP-Nuke comes with absolutely no warranty, for details, see the license.
Tempo para gerar esta pgina: 0.09 segundos